Comunicação

Collapse
No announcement yet.

Leaderboard Header Post

Collapse

Sindrome Vertiginoso

Collapse
X
  • Filtrar
  • Tempo
  • Mostrar
Clear All
new posts

  • Sindrome Vertiginoso

    Alguém já ouviu falar????
    Pesquizei mas ainda temos pouca informação, será que alguém já ouviu falar ou conheça alguém que sofra deste sindrome????
    Desde já o meu obrigado

  • #2
    RE:

    ola betysilva ha uns anos que tenho o sindrome vertiginoso e os medicos o que me dizem e que tenho que viver com isso.As crises vem de repente e tenho que tomar uns comprimidos que se chamam betaserc ao fim de uns dias melhoro.Acho que tem a ver com os ouvidos e com a postura ,nao sei mais o que fazer para nao ter as crises tambem ja li que durante a gravidez nao aparecem .Se precisares de mais alguma informaçao estou ao dispor.Ate a proxima



    Comentar


    • #3
      RE:

      Não tenho mas uma pessoa que me é muito chegada tem. O médico aconselhou-o a parar de comer peixe e ele melhorou muito, para além de tomar a medicação, claro, mas só com a medicação continuava a ter crises.


      I love my teen kid!

      Comentar


      • #4
        RE:

        o peixe tem influencia ? mas porque? se souberes agradecia



        Comentar


        • #5
          RE:

          Agora fiquei curiosa o peixe ??? mas o peixe faz bem a saude:? :?
          Desconfio pela pesquisa que fiz que é o que a minha sogra tem pois os sintomas são varios
          já fez varios exames e até agora não deu em nada tem alturas que se aguenta 1 semana sem lhe dar nada outras é todos os dias esta semana caiu no café sentiu as tonturas nem teve tempo de se agarrar a nada é muito complicado.
          Esta a espera que a chamem do hospital a quase um ano já foi a um otorrino que diz pode ser dos ouvidos mas disse para esperar que a chamem do hospital:?: :?:

          Comentar


          • #6
            RE:

            Olá,

            Também sofro de vertigens e que se agravaram com a gravidez. Tomei o betaserc e melhorei, mas de vez em quando tenho episódios de vertigens. Notei que os mesmos se agravavam quando bebia vinho tinto (bastava 1 copito) dois ou três dias seguidos. Deixei de beber vinho tinto e mestiriosamente os sintomas desapareceram.

            Quando andava grávida (e não bebia) só passaram depois de ter a minha filha.

            Explicações não tenho, pois ninguém me diz nada e já foi ao otorrino e não tenho nada.

            Beijinhos
            MGPST

            Comentar


            • #7
              RE:

              Olá
              Tenho um irmão que andou no último ano a fazer todos os exames possíveis e imaginários para confirmar o diagnóstico de Síndrome Vertiginoso, já que os sintomas apontavam todos para isso, nenhum confirmou. Até que um médico se lembrou de o mandar fazer uma análise ( biópsia ) ao estômago e era aí que estava o problema dele!

              Comentar


              • #8
                RE:

                Olá

                O Sindrome Vertiginoso também é conhecido por Sindrome de Meniere.
                Eu tive o ano passado uma crise e tive de tomar os famosos comprimidos Betarsec. Felizmente que foi só uma crise e que não se voltou a repetir.
                Quem tem o sindrome e le se manifesta, fica sempre com ele até ao fim da vida. Umas pessoas podem ter crises mais vezes, outras podem ter uma única vez e nunca mais se repetir. O meu cunhado já aqui há muitos anos teve uma crise mas também felizmente foi a única até hoje.
                O conselho que a minha médica me deu foi andar sempre com o betarsec na mala e não me levantar de repente, tomar sempre pequeno almoço, ter atenção ás posições em que tenha de estar com a cabeça baixa.

                Comentar


                • #9
                  RE:

                  Obrigado
                  Realmente é verdade quem tem esse problema quem de viver com ele para o resto da vida
                  A minha sogra também chega a estar 1 ou 2 semanas sem lhe dar e depois é capaz de ter 3 ou 4 dias seguidos o meu maior receio é quando lhe dá por vezes ela cai e ai sim pode ser perigoso as vezes dão tão de repente ela não se consegue aguentar/segurar e cai
                  Chega a dar-lhe mesmo sem ela estar a fazer algo de cabeça baixa às vezes a ver televisão a mesa a comer e até já no café lhe deu anda num gruoa de cantares e também nos ensaios já caiu é uma
                  grande chatisse ela tenta fazer a vida o mais normal possivel mas é complicado......a medica de familia só diz que tem de tomar os comprimidos pra tensão e mais nada só sabe encolher os ombros
                  não passa para um colega tentar fazer exames e atraves dos sintomas dar medicação que alivie o simples gesto de agarrar o neto ao colo ela tem receio desde que uma vez o agarrou começou a ver todo a roda e começou a gritar para nós segurarmos no menino

                  Comentar


                  • #10
                    RE:

                    Olá,

                    Não fazia ideia que essa doença existia até me dar uma crise durante a gravidez. Estive até internada por gravidez de risco. Foi horrível e só passou passado um mês de ter o meu filho. Mas felizmente nunca mais repetiu.

                    É uma doença muito incapacitante, não conseguia fazer nada sozinha (ir p. ex. ao WC,....), nem fixar uma imagem (ver TV ou enviar uma sms)...

                    Para quem tem essa doença, aconselho vivamente a ir a um otorrino especialista nesta doença.

                    Beijinhos
                    Visitem a minha lojinha de animais e plantas:



                    http://www.vidaanimal.com.pt

                    Comentar


                    • #11
                      RE:

                      ola a todas

                      eu sou mais uma que sofre do sidrome vertiginoso no meu caso piorou depois da gravidez sofro disso desde que tenho 18 anos e só agora a coisa de 6 meses aqui em frança onde vivo decidi ir ao otorrino que me mandou a um especializado nas vertigens e finalmente no meu caso descobrimos que deve ser devido a uma mal formaçao de nascença ( a minha mae teve pre eclampsia na minha gravidez) tenho os canais dos ouvidos internos dilatados o que pode provocar o sidrome vertiginoso faço uma especie de terapia de tempos em temps quando pioro.

                      mas nao ha tratamento nenhum e so sabermos viver com isto eu por exemplo nao posso ir discotecas pois fico cheia de vertigens ha certo tipos de actividades que deixei de fazer porque me provocavam vertigesn.

                      bem neste momento ando numa boa fase ainda para mais é algo que no meu caso se acentua com o stress

                      beijinhos a todas

                      Comentar


                      • #12
                        RE:

                        ola a todos
                        no passado sabado tive uma crise de "sindrome vertiginoso" kuando acordei pensei k ia desmaiar por 3 vezes acabei por ir a casa da minha velhota medir a tensão arterial o k tava a 14 / 10 normalmente tenho uma tençao de passarinho pensei k fosse da subida de tençao mas infelismente deu-me mais 2 ou 3 tonturas la e a minha velhota me levou ao hospital .. foi diagnosticado a dita doença de sindrome vertiginoso ggrrr
                        foi-me dado uma medicação para beber , injecao na veia e fizeram-me varias analizes conclusao fikei internada pork a medicaçao era muito forte e apaguei-me por completo.. tive alta da parte da tarde o medico disse-me k nao é comum aparecer isto na minha idade (30 anos), normalmente so os cotas k teem ... a doença em si é po resto da vida o medico nao kiz receitar nada pk é muito forte o tratamento e tem causas secundárias graves ... a dita doença é o ouvido interno k forma umas pedras ( assim como os rins) e kuando essas pedras chocam umas com as outras destabiliza o cerebro e perdemos o equilibrio levando mesmo ao desmaio ... ja passaram 4 dias e ando toda atordoada simplesmente parece k tenho o corpo na terra e o cerebro na lua :?
                        liamar

                        Comentar


                        • #13
                          RE:

                          acabei por fazer um bolg com as respostas :S ao sindrome vertiginoso

                          http://liamar-lia.blogspot.com/

                          liamar

                          Comentar


                          • #14
                            RE:

                            Inserido Inicialmente por Babydreams
                            Olá

                            O Sindrome Vertiginoso também é conhecido por Sindrome de Meniere.
                            Eu tive o ano passado uma crise e tive de tomar os famosos comprimidos Betarsec. Felizmente que foi só uma crise e que não se voltou a repetir.
                            Quem tem o sindrome e le se manifesta, fica sempre com ele até ao fim da vida. Umas pessoas podem ter crises mais vezes, outras podem ter uma única vez e nunca mais se repetir. O meu cunhado já aqui há muitos anos teve uma crise mas também felizmente foi a única até hoje.
                            O conselho que a minha médica me deu foi andar sempre com o betarsec na mala e não me levantar de repente, tomar sempre pequeno almoço, ter atenção ás posições em que tenha de estar com a cabeça baixa.
                            Não é a mesma coisa.
                            O Sindrome de Menière é muito mais grave e complexo.

                            Comentar


                            • #15
                              RE:

                              O Sindrome Vertiginoso é muito mais frequente do que se pensa.
                              Onde trabalho aparecem-nos muitos doentes com esta situação, quase diariamente.
                              Parece-me ser mais frequente nas mulheres e raro nos jovens.
                              As queixas são normalmente as tonturas, as nauseas e vomitos, desequilibrio e vertigens.
                              Além da terapêutica para combater estes sintomas, alguns doentes fazem TAC-CE para despiste de qualquer problema a nivel cerebral.
                              Se não se detecta nada devem fazer um estudo do ouvido interno (normalmente num otorrino).
                              Muitas vezes não se detecta nada e não se sabe a causa (é o caso do meu cunhado, p.e.) e a solução é ter sempre a terapêutica á mão e toma-la aos primeiros sintomas.

                              Comentar

                              Leaderboard Footer Post

                              Collapse
                              Working...
                              X
                              pediatria