Comunicação

Collapse
No announcement yet.

Recuperar de uma cesariana

Collapse
X
Collapse
  •  

  • Recuperar de uma cesariana

    Uma recuperação rápida após a cesariana depende de você e da ajuda que lhe derem. É necessário algum cuidado e paciência, para que a recuperação seja rápida e normal e, mais importante ainda, para que possa usufruir, em toda a plenitude, do seu bebé.

    O que sucede depois da cesariana

    A pressão arterial, a frequência cardíaca, a quantidade de urina eliminada, a temperatura axilar e a quantidade de fluxo sanguíneo vaginal da mulher, continuam a ser controlados nas primeiras horas após a cesariana. Nas primeiras 12 a 24 horas os soros são mantidos, bem como as terapêuticas intravenosas (antibióticos, analgésicos, etc) que forem consideradas necessárias e adequadas. No dia seguinte à operação a mulher inicia uma dieta líquida e os medicamentos passam a ser ministrados oralmente, retirando-se-lhe o soro e a algália.

    É aconselhável a mulher começar, desde logo, a levantar-se e a movimentar-se, por mais difícil e impossível que isso lhe pareça. Naturalmente que deve ter cuidado, mas quanto mais cedo se começar a mexer, mais depressa se recupera fisicamente. A incisão da pele é vigiada, mas os pontos só são retirados entre o 4º e o 7º dia após a cesariana, podendo ter alta entre o 4º e o 5º dia.

    Como se sentirá

    Feliz por ter consigo o seu bebé e por tudo ter corrido bem, apesar de dorida, depois de passar o efeito da anestesia. Se levou a epidural, a sensibilidade regressa gradualmente aos seus dedos dos pés e vai-se alastrando pelo resto do corpo até você ficar bem consciente da incisão que lhe foi feita e dos pontos subsequentes que teve de levar. Provavelmente, nesta altura pedirá medicamentos para aliviar as dores que, naturalmente, lhe serão dados.

    Em alguns hospitais, utiliza-se a técnica de adicionar morfina à epidural, o que garantirá à mulher alívio imediato das dores, após o parto. Se foi submetida a anestesia geral, poderá sentir náuseas e tonturas. Enquanto desaparece o efeito da anestesia tente começar a mexer os dedos dos pés e os pés, bem como tossir para limpar os pulmões dos restos de anestesia que possam lá estar alojados. Tenha cuidado ao tossir, usando sempre as suas mãos ou uma almofada para fazer pressão na incisão evitando, deste modo, a dor ou que os pontos rebentem. Depois de um ou dois dias os seus intestinos voltam a funcionar normalmente.

    Se estava à espera de um parto natural e teve de ser submetida a uma cesariana, é natural que se sinta um pouco decepcionada. Não se martirize, a culpa não é sua. Na próxima oportunidade colocará em prática tudo o que aprendeu durante a gravidez, para um parto natural. O mais importante, neste momento, é recuperar para poder cuidar do seu bebé que está cheio de saúde e bem disposto, ao seu lado.

    O que deve fazer depois de sair do hospital

    Deve, em primeiro lugar, procurar ajuda se a não tem em casa. Se não puder contar com o seu parceiro ou com familiares e tiver possibilidades económicas para isso, arranje uma empregada.

    Tente informar-se junto do seu médico qual o melhor método para amamentar o bebé, sem dor ou esforço. Procure ter em casa medicamentos, receitados pelo médico, para alívio das dores, tomando-os regularmente e não apenas quando as dores se tornarem mais fortes, pois assim funcionam melhor. Se sofre de alergias tome precauções extra em relação ao penso que lhe fizeram no hospital. Ocorrerão também evacuações sanguíneas pela vulva, mais conhecidas por lóquios, provenientes do local onde a placenta estava agarrada à parede uterina. Na primeira semana terão a cor de vermelho vivo, depois tornam-se cor de rosa e mais tarde amarelo esbranquiçado e podem durar até cerca de 6 semanas. Se tiver muita descarga do tipo menstrual depois da primeira semana ou estas regressarem depois de terem parado, chame o médico. Se no período de uma hora saturar um penso higiénico de sangue, chame o médico imediatamente e, se tiver hemorragias vá para o hospital. Isto pode ser um sinal de que um bocado da placenta ficou no útero ou que este não está a voltar correctamente à posição normal.

    Dentro de 6 semanas poderá começar a fazer exercício, moderadamente, mas sempre com prévio consentimento médico, podendo demorar apenas alguns meses a recuperar a sua boa forma física. Poderá, de igual modo, retomar a sua actividade sexual dentro de 4 a 6 semanas, após consulta médica. Mesmo que a sua cesariana não tenha sido planeada, fique a saber que muitas mães consideram-na menos traumática do que inicialmente imaginavam.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X