Comunicação

Collapse
No announcement yet.

Segurar o bebé com técnica e prática

Collapse
X
Collapse
  •  

  • Segurar o bebé com técnica e prática

    Pegar num bebé não é tão fácil como parece. É a primeira forma de contacto com o seu filho e é necessário seguir alguns truques e técnicas para garantir toda a segurança e conforto do bebé.
    Click image for larger version

Name:	96308826.jpg
Views:	1
Size:	2.6 KB
ID:	3534354

    Segurar o seu bebé

    Após o nascimento, muitas são as novas tarefas e os novos hábitos que os pais deverão inserir no seu ritmo diário. Uma das mais básicas é a forma de pegar no seu bebé.

    Pode parecer trivial ou pode pensar-se que a forma de segurar o filho é natural, mas alguns conselhos úteis podem auxiliar os novos pais a fazê-lo do modo mais correcto.

    Os recém-nascidos são extremamente frágeis e os seus ossos são muito flexíveis, daí que se os pais segurarem o filho de um modo mais incorrecto poderão magoá-lo ou prejudicar a sua evolução, que é muito rápida nos primeiros dias.

    A parteira e as enfermeiras poderão ainda auxiliar os pais a aprender a forma mais correcta de segurar o filho. Escutar atenciosamente os conselhos do pessoal médico que assiste a parturiente é sempre útil para guiar os pais no seu novo papel.

    Confortar e alimentar

    Os pais pegam nos bebés por muitos motivos e deles depende a forma como se seguram as crianças. Para cada objectivo específico há um modo mais seguro e adaptado de pegar no bebé.

    Para confortar uma criança que chora, é necessário uma maior proximidade, ou então, um pegar mais forte para que possa embalar a criança em segurança. Conhecer os seus filhos e saber como reagem às diferentes atitudes dos pais é fundamental para compreender qual o melhor processo para acalmar o bebé.

    Se estiverem a amamentar ou a alimentar o bebé, os pais devem pegar nele de uma forma mais descontraída, dando-lhe espaço para se movimentar e para aprender a alimentar-se. A posição sentada é mais usual nestes casos, mas os pais podem alimentar os filhos mesmo de pé, o que exige, no entanto, mais força nos braços para segurar o bebé.

    Nos primeiros dias, o contacto com o bebé é fundamental e por isso, mesmo sem nenhum motivo especial, vai desejar estar o mais perto possível do seu filho durante uma parte substancial do dia. Para tal, é necessário encontrar uma forma de pegar no bebé que seja confortável para ambos.

    As visitas, quer de amigos, quer de familiares, também vão implicar que o bebé seja segurado por muitas pessoas diferentes. Esses contactos são positivos para as crianças, desde que não o sejam em excesso, mas é também fundamental assegurar-se que o bebé é agarrado da forma mais correcta.

    Técnicas e sugestões

    É fundamental suportar sempre a cabeça do bebé, quando se está com ele nos braços. O pescoço de um recém-nascido é frágil e sensível e a cabeça pesada. Enquanto os músculos não fortalecerem, o apoio da cabeça terá de ser feito com muito cuidado. Esta posição poderá ser pouco confortável, mas os pais rapidamente se habituam.

    Enquanto o bebé é pequeno, como no caso dos recém-nascidos, é fácil segurar o corpo do bebé com o braço com a cabeça a repousar na curva do cotovelo. Outra posição alternativa apenas com um braço é a de segurar o corpo do bebé com o braço e repousar a cabeça do bebé na mão. Em qualquer dos casos poderá ter a outra mão livre para melhorar o apoio ou para brincar com o bebé.

    Os pais devem procurar a posição mais confortável também para eles, uma vez que vão passar muito tempo com a criança nos braços. Nos primeiros dias, a mãe deverá repousar e o seu corpo está bastante dorido, por isso, uma almofada para apoiar as costas e ajudar a manter uma posição sentada mais segura e confortável poderá ser útil.

    Também a utilização de pequenos cobertores e colchas poderá ser necessária para manter uma pressão mais uniforme no corpo do bebé, ao mesmo tempo que mantém a temperatura mais elevada que os bebés preferem nos primeiros dias de vida.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X