Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/kj1dz8ps/public_html/forum/includes/vb5/template.php(399) : eval()'d code on line 5 Cuidados com o cordão umbilical do bebé - PinkBlue - O Forum das Mamãs e Bebés

Comunicação

Collapse
No announcement yet.

Cuidados com o cordão umbilical do bebé

Collapse
X
Collapse
  •  

  • Cuidados com o cordão umbilical do bebé

    O cordão umbilical representa a ligação anatómica do bebé com a mãe. É cortado à nascença e deve ser tratado com muito cuidado para que cicatrize bem pois é um dos locais com maior risco de infecções para os recém-nascidos.

    Cordão umbilical: o que é e como funciona

    Os bebés recebem os nutrientes e o oxigénio através do cordão umbilical quando estão no ventre das mães. O cordão está ligado à placenta, que por sua vez se encontra associada à parede interna do útero materno, que lhe fornecerá o contacto com os nutrientes e outras substâncias necessárias ao bebé e que se encontram no corpo da mãe.

    O cordão umbilical é considerado um importante elo de ligação do bebé com a mãe, mas é também, por vezes, uma preocupação bastante grande por ser um local de risco de infecções e por demorar algum tempo a cicatrizar, obrigando a cuidados especiais por parte dos pais.

    Depois do parto, um dos primeiros procedimentos se o bebé está a respirar normalmente e tem as vias respiratórias libertas, é cortar o cordão umbilical. O médico coloca duas pinças no cordão e corta-o pelo meio. O procedimento é totalmente indolor para o bebé.

    Posteriormente, o resto do cordão umbilical que ficou preso ao nível do abdómen do bebé é cuidado pelos médicos, para que cicatrize mais facilmente.

    Cuidados a ter

    Os cuidados a ter com o cordão umbilical a partir do nascimento aplicam-se tanto aos profissionais de saúde, que tratam do bebé nos primeiros dias, como aos pais, já em casa.

    O cordão umbilical deve ser mantido limpo e seco, colocando em cima uma compressa esterilizada e uma banda apropriada. Para que a fralda não interfira com o resto do cordão que permanece agarrado ao abdómen do bebé, a colocação da fralda deve deixar o coto umbilical ao ar e nunca em contacto com a urina.

    A roupa mais apropriada para o bebé nos primeiros dias, desde que a temperatura o aconselhe, será bastante leve e larga de forma a permitir que o ar seque o cordão e o faça a cair mais depressa.

    Se demorar muito tempo a cicatrizar, é normal que apareçam pequenas partes de tecido agarradas ao cordão, mas não são motivo para preocupações e desaparecem com o tempo.

    Sinais de risco e infecção

    Dada a fragilidade do cordão umbilical, é necessário verificar periodicamente se aparecem alguns sinais de risco. Os mais vulgares são:
    • A criança apresenta

      febre ou aparenta não estar bem de saúde.
    • A zona do umbigo tornou-se inchada e vermelha.
    • Dá-se o aparecimento de pus na base do coto umbilical.


    Se for detectado algum destes sinais, é necessário recorrer ao médico, uma vez que o bebé tem uma infecção que deve ser tratada com antibióticos. Dada a fragilidade da saúde do bebé nos primeiros dias, um tratamento precoce e uma detecção atempada dos problemas de saúde são essenciais.

    A queda do resto do cordão umbilical ocorre cerca de 10 a 21 dias após o parto, ficando o bebé com um umbigo, como o característico de todas as pessoas. Poderão aparecer alguns vestígios de sangue nas fraldas do bebé ao nível do umbigo resultantes da queda do cordão, mas esse é um sinal perfeitamente normal.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X