Comunicação

Collapse
No announcement yet.

A ecografia

Collapse
X
Collapse

  • A ecografia

    ecografia

    A Ecografia é um exame que reproduz, a duas dimensões, imagens do bebé e seu envolvente, através de ondas sonoras. Por isso, também se chama ultra-sonografia.


    Quando se faz

    Em regra, durante a gravidez, realizam-se três ecografias. A primeira é, normalmente, realizada entre a e 14ª semana de gestação, se bem que a partir da 4ª semana já se possa fazer uma ecografia. A segunda, é realizada entre a 18ª e 22ª semana, e a terceira ecografia faz-se entre a 28ª e a 32ª semana de gravidez.


    Para que serve

    A ecografia tem várias finalidades e é, fundamentalmente, um importante instrumento na verificação e no controlo do desenvolvimento do bebé.

    Na primeira ecografia, detecta-se a idade do feto e a existência, ou não, de uma gravidez múltipla. - Esta é uma grande vantagem, pois tendo conhecimento antecipado quanto ao número de filhos, os pais poderão tomar as devidas providências: preparar-se psicologicamente e comprar tudo em duplicado!... ou em triplicado!... ou...

    Na segunda ecografia, a preocupação maior é verificar o nível de desenvolvimento e localização dos orgãos do feto, os movimentos fetais e as estruturas ósseas. Neste momento é possível identificar deficiências a nível do coração, rins, intestinos, cérebro, coluna e membros. É também possível conhecer o sexo do bebé, caso este esteja numa posição que possibilite essa verificação.

    A terceira ecografia, é útil na verificação da posição exacta do bebé isto é, saber se este se encontra na posição cefálica ou na posição pélvica ou na posição transversal, e se a placenta está na posição correcta ou se há um caso de placenta prévia, a fim de decidir qual o tipo de parto pelo qual optar.

    Através deste exame é possível identificar a causa de eventuais hemorragias vaginais, localizar a placenta, e é uma importante ajuda na realização da amniocentese, pois mostra a posição do bebé e da placenta e ajuda a conduzir a agulha da amniocentese na recolha do líquido amniótico, sem tocar no bebé. É também fundamental na detecção de gestações fora do útero, como é o caso da gravidez ectópica.


    ecografia

    Como se faz


    A ecografia pode ser uma ecografia transabdominal ou transvaginal.

    A ecografia transabdominal é aquela que é realizada através da parede do abdómen. Será necessário que a grávida beba cerca de 1,5 litro de água antes do exame, e que não urine até lá, para ser possível obter uma melhor imagem do feto. Será espalhado sobre o abdómen da grávida um gel para facilitar a recepção do som. O técnico passa o transdutor pelo abdómen a fim de transmitir as ondas sonoras ao computador, que transformará esses sons em imagens, que aparecem no monitor. A grávida pode observar o seu filho pela primeira vez.

    Esta ecografia é indolor.

    A ecografia transvaginal é aquela que é realizada através da vagina. Nesta ecografia, o transdutor, que neste caso é mais pequeno, é inserido na vagina. Esta ecografia é realizada, principalmente, nos primeiros tempos de gestação, quando o útero ainda está por baixo da pélvis. É pouco confortável.


    Novidade complementar

    Actualmente e graças à permanente evolução tecnológica, há aparelhos que, em vez de mostrarem imagens do feto a duas dimensões, mostram imagens tridimensionais que permitem, nomeadamente, ver o rosto do bebé.

    Porém, no nosso país, este tipo de ecografia só é feita no Hospital S. Francisco Xavier, em Lisboa, e, é utilizada unicamente como meio complementar da ecografia bidimensional. Isto é, nos casos em que a ecografia tradicional revela alguma deformação ou anomalia, mas que não é possível caracterizar por completo, recorre-se a esta ecografia para melhor identificar o eventual problema. Porém, a ecografia a três dimensões não revela nada mais do que a ecografia a duas dimensões não o faça já, mas tem a vantagem de oferecer uma visão mais clara e mais pormenorizada.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X