Comunicação

Collapse
No announcement yet.

O tamanho ideal do bebé

Collapse
X
Collapse

  • O tamanho ideal do bebé

    O que a maior parte das pessoas pergunta quando o bebé nasce é quanto pesa ou quanto mede. Isto porque há a crença de que um dos indicadores da saúde dos recém-nascidos é o seu tamanho. Essa ideia nem sempre está correcta.

    O tamanho do bebé

    O tamanho de um recém-nascido é quase sempre uma das principais preocupações dos pais, pois um bebé bem desenvolvido é considerado um bebé saudável e com boas perspectivas de crescimento futuro.

    Na generalidade dos casos, um bebé cujo período de gestação tenha atingido as 40 semanas deverá possuir entre 2,2 Kg e 3,2 Kg de peso e entre 48 e 55 cm de comprimento.

    No entanto, estes números são apenas dados indicativos. Bebés relativamente leves e pequenos podem ser perfeitamente saudáveis assim como bebés grandes, que pesem mais de 4Kg e sejam maiores, podem também ter uma saúde normal.

    A noção de que o tamanho é directamente proporcional à saúde está já mais desvanecida hoje em dia e o veredicto final sobre esse aspecto depende bastante mais dos exames médicos que lhe são feitos à nascença, como o Teste de Apgar.

    Medição após o parto

    A medição e pesagem do bebé é um dos procedimentos mais importantes a realizar ao bebé logo à nascença, fazendo parte de um exame médico mais aprofundado.

    No momento do parto, o bebé é sempre entregue à mãe desde que o teste de Apgar indique uma boa condição de saúde. É importante não atrasar demasiado o primeiro contacto com a mãe, uma vez que o estado de alerta do bebé, pode ser relativamente curto, sendo também importante que ele comece, desde logo, a habituar-se aos pais.

    Deste modo, apenas após a lavagem do bebé é que lhe são tiradas as principais medidas: o comprimento, o peso e a circunferência da cabeça. A análise destes indicadores é importante pelas consequências que poderão ter na vida futura do bebé. A existência de dados que não estejam totalmente dentro da normalidade, por exemplo, o peso dos recém-nascidos inferior à média, implica que os mesmos devam ser sujeitos a maiores cuidados.

    Razões da diversidade de tamanhos

    Existem várias razões que podem explicar os maiores ou menores tamanhos dos bebés:

    ul>
    [*]tamanho dos pais - é comum observar que pais relativamente grandes tendem a ter filhos com um tamanho acima do normal, enquanto pais mais baixos tendem a ter filhos mais pequenos.
    [*]o sexo da criança - as raparigas são geralmente mais pequenas e leves do que os rapazes.
    [*] tempo de gestação - quanto maior for o desenvolvimento do feto dentro do ventre da mãe, maior será, regra geral, o tamanho do bebé à nascença.[*]
    [*]o estado de saúde da mãe durante a gravidez - algumas doenças ou complicações podem levar a que um bebé seja relativamente mais pequeno à nascença.
    [*]a nutrição da mãe durante a gravidez - uma alimentação saudável durante os nove meses de gravidez é essencial para que a criança nasça com um tamanho normal.
    [*]ordem de nascença - os primeiros filhos tendem a ser mais pequenos do que os seguintes.
    [*]fetos múltiplos - quando uma criança tem que partilhar o ventre materno com o irmão ou irmãos, tem menos espaço para se desenvolver e nasce com um tamanho inferior ao da média.
    [*]p

    eso excessivo da mãe
    - neste caso, os bebés podem também nascer com um tamanho superior à média.
    [*]diabetes da mãe - esta condição pode também levar a que o recém-nascido tenha um tamanho superiorao habitual.

  • [*]cuidado pré-natal - a falta de assistência médica na fase da gravidez anterior ao parto pode levar a um tamanho do bebé, inferior à média.[/list]

    Consequências de um tamanho abaixo do normal.

    Um recém-nascido com um peso inferior ao normal deve sempre receber mais atenção e o pessoal hospitalar que irá vigiar a sua evolução com mais cuidado, para que não surjam quaisquer problemas de saúde.

    No entanto, na maior parte dos casos, e dada a tecnologia actualmente disponível nas unidades hospitalares, a recuperação do peso e de uma saúde perfeitamente normal processa-se ao fim de poucos dias.

    Os bebés mais pequenos podem ter maiores dificuldades em alimentar-se e em manter uma temperatura do corpo normal. Nesse caso, a mãe deve encorajá-lo a comer, sempre que possível, e deve mantê-lo junto de si tanto tempo quanto necessário para o ajudar a aquecer, se isso lhe for aconselhado.

    Os bebés maiores podem também ter problemas de saúde, como é o caso do nível anormal de açúcar no sangue, exigindo também um cuidado especial na sua alimentação a fim de corrigir estes desvios.

    Os bebés prematuros têm geralmente um tamanho inferior aos recém-nascidos com um tempo de gestação normal. Por isso, muitas vezes exigem também cuidados especiais.

    O controlo do peso é um aspecto que não deve ser descurado. Por isso os pais poderão possuir uma balança como podem medir frequentemente o seu filho. Livros sobre o desenvolvimento das crianças podem ainda ser guias preciosos para descobrir o que pode fazer para melhor lidar com este assunto. No entanto, deve sempre ser consultado um médico para que os pais se assegurem de que os seus filhos não têm um problema de saúde importante, podendo com isso ficar tranquilos.
    Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X