Comunicação

Collapse
No announcement yet.

A 1ª, 2ª, 3ª e 4ª semana de gestação

Collapse
X
Collapse

  • A 1ª, 2ª, 3ª e 4ª semana de gestação

    A partir do momento que a mulher toma conhecimento da sua gravidez, é muito natural que tenha curiosidade acerca do processo de desenvolvimento do seu filho. Como é complicado calcular o dia exacto da concepção, os médicos começam a contar o tempo de gravidez a partir do primeiro dia da última menstruação, daí uma gravidez durar em média quarenta semanas.

    A primeira semana de gestação

    Como é dificil, para os médicos, calcular o dia exacto da fecundação, os nove meses de gravidez costumam ser contados a partir do primeiro dia da última menstruação, o que significa que a primeira semana de gravidez é, na realidade, a semana do último período menstrual. Logo, há um desfazamento de cerca de duas semanas entre a idade efectiva do embrião e a idade gestacional. Por isso, o tempo de gravidez é de quarenta semanas contadas a partir do primeiro dia da última menstruação.

    A segunda semana de gestação

    Durante a ovulação, os níveis de estrogénio aumentam e estimulam o útero a preparar-se para uma eventual gravidez. Para tanto, há um engrossamento da parte interior do útero e um aumento da circulação sanguinea. Os níveis de progesterona aumentam, também com a finalidade de preparar o útero para acolher um (eventual) ovo fertilizado. É, pois, durante este breve período de tempo que se pode verificar a concepção.

    A terceira semana de gestação

    Sensivelmente a meio do ciclo menstrual isto é, por volta do 14º dia, dá-se a ovulação: um óvulo maduro, ou mais que um, desprende-se do útero e penetra na trompa de Falópio.

    Nas 12 a 24 horas seguintes, o óvulo está pronto a ser fertilizado. Se alguns dos muitos milhões de espermatozóides que são expelidos durante o acto sexual conseguirem, desde a vagina e pelo útero, subir a trompa de Falópio e aí penetrar o óvulo, dá-se a fertilização.

    Uma vez fertilizado o óvulo, que se passa a chamar ovo, inicia-se a fase da divisão. O ovo começa a dividir-se em células idênticas: em duas, depois em quatro, em oito, e assim sucessivamente. Enquanto se processa a divisão, o ovo desce até ao útero, onde se implanta.

    Nesta altura, a mulher já está grávida, mas é muito provável que ainda não o saiba.

    A quarta semana de gestação

    No final desta semana, a mulher dar-se-á conta de um atraso na menstruação. Deve, então, fazer um teste de gravidez. Se quiser, pode optar por um teste comprado na farmácia, mas se pretender ter a certeza absoluta, deve fazer uma análise clínica.

    Caso se confirme a gravidez, a mulher deve consultar o médico o mais rapidamente possível, de modo a que a gestação seja acompanhada e vigiada desde o início. As cinco semanas seguintes são absolutamente fundametais para o desenvolvimento do bebé. Quando se encontrar com o médico deve, nomeadamente, informá-lo de todos os medicamentos que está a tomar, questioná-lo sobre qual a alimentação mais adequada, bem como saber se há ou não a necessidade de tomar suplementos vitaminicos.

    Por volta do sétimo dia após a fecundação o ovo termina o seu trajecto pela trompa de Falópio e instala-se no útero. Agora, o ovo vai dividir-se em duas partes: aquela que está junto à parede uterina torna-se na placenta, e a outra metade dá origem ao embrião, que vai crescer e desenvolver-se no feto. É também por esta altura que o líquido amniótico começa a ser produzido.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X