Comunicação

Collapse
No announcement yet.

Exercícios de preparação para o parto

Collapse
X
Collapse

  • Exercícios de preparação para o parto

    Todos sabemos que dar à luz uma criança não é uma tarefa fácil nem indolor. No entanto, há exercícios de preparação que, feitos antes e durante o parto, podem facilitar bastante as coisas, tanto para a mãe como para o bebé que nasce.

    Para que servem

    Apesar de serem ainda encarados como produto da era moderna, e por vezes até como uma questão de moda, a verdade é que os cursos de preparação para o parto surgiram há um século atrás. As finalidades destes exercícios são várias, e todas elas vantajosas:
    • Dar toda a informação necessária sobre a gravidez e o parto, para que fique o mais esclarecida possível;
    • Proporcionar ao futuro pai informação sobre a gravidez da companheira e aconselhá-lo sobre a melhor maneira de ajudar e cooperar com ela durante a gravidez e em especial durante o parto;
    • Superar a ansiedade e o medo, que se transmitem de mães para filhas, evitando que a angústia e o nervosismo aumentem a dor física no momento do parto;
    • Diminuir a dor, utilizando técnicas de relaxamento e de respiração. Porém, há que ter em atenção que nenhum método é capaz de evitar totalmente a dor no momento do parto. Aprende-se, isso sim, a gerir a dor e a reduzir a sua intensidade;
    • Ensinar a grávida a cooperar com o próprio corpo, para facilitar o trabalho de parto e o nascimento do bebé;
    • Proporcionar o encontro entre grávidas, promovendo o diálogo e a troca de experiências.


    As vantagens são várias, e existem muitos métodos à escolha das futuras mães. A opção deve ser feita de forma pessoal, e deve adequar-se aos desejos e objectivos que se pretendem atingir.

    Método Bradley

    Este método baseia-se numa abordagem natural do parto, sem recurso a quaisquer medicamentos ou analgésicos, quer durante o trabalho de parto quer durante o parto propriamente dito. Na realidade, em cerca de 90% dos casos, as grávidas que recorrem a este método dão à luz sem necessitarem de analgésicos para o alivio da dor. O método Bradley baseia-se, essencialmente, nos seguintes aspectos:
    • Salientar a importância de uma alimentação equilibrada e consciencializar para a influência que os alimentos que a mãe ingere têm sobre o desenvolvimento do bebé;
    • Ensinar e praticar técnicas de relaxamento físico, mental e emocional, cujo objectivo é, acima de tudo, aprender a lidar com a dor;
    • Preparar o companheiro da grávida para que seja um bom parceiro no momento do parto;
    • Incentivar a amamentação, sempre que possível.


    Os cursos de preparação segundo o método Bradley duram, regra geral, entre 8 e 12 semanas. Se esta for a sua opção, não deixe de verificar que o curso é ministrado por formadores certificados.

    Método Lamaze

    Este método, um dos mais praticados nos Estados Unidos da América, foi desenvolvido no início da década de 50 pelo obstetra francês Ferdinand Lamaze. Um curso de preparação para o parto baseado no método Lamaze tem uma duração mínima de 12 horas, e deve ser ministrado por quem tenha formação adequada. Nas aulas de preparação pretende-se, acima de tudo:
    • Explicar devidamente em que consiste e o que se passa durante o trabalho de parto, o nascimento e período pós-parto;
    • Ensinar e praticar massagens cuja finalidade é aliviar as dores e favorecer o relaxamento;
    • Informar sobre os diferentes problemas que podem surgir durante o parto e quais as possíveis formas de resolução;
    • Ensinar e informar o companheiro da grávida de modo a prepará-lo para a ajudar e cooperar no momento do parto;
    • Dar a conhecer as diferentes medidas que podem ser tomadas de forma a tornar o momento do parto menos desconfortável;
    • Ensinar e praticar técnicas de relaxamento e exercícios de respiração;
    • Ilustrar o momento do parto através da visualização de vídeos;
    • Informar sobre as várias anestesias disponíveis, para que a grávida possa fazer uma opção livre e consciente, no caso de pretender recorrer aos analgésicos.


    Yoga

    O Yoga é outra das escolhas possíveis. Trata-se de uma modalidade bastante versátil e que inclui diversos exercícios que podem beneficiar o decurso da gravidez e melhorar a preparação física para o momento do parto. No entanto, é natural que, durante a gravidez, nem todas as posições possam ser praticadas.

    A prática de Yoga tem por principal finalidade aumentar a flexibilidade muscular e atingir um relaxamento físico total. Assim, o parto tende a ser mais curto e a recuperação pós-parto bastante mais rápida.

    Ginástica aquática

    Este tipo de ginástica está bastante em voga e pratica-se na grande maioria dos ginásios, health clubs e academias. Normalmente, existem aulas de hidro-ginástica próprias para grávidas cuja finalidade é, precisamente, a preparação para o parto.

    Normalmente, estas aulas consistem na realização de vários exercícios dentro de água, na qual é menos difícil exercitar os abdominais e os músculos do períneo, dado que a água possui um efeito de relaxamento e torna a movimentação mais fácil.

    Seja qual for a sua opção, o importante é que a preparação pré-parto esteja de acordo com aquilo que pretende atingir, e que seja levada a sério. Lembre-se de que quanto mais preparada estiver, menos difícil será o parto, tanto para si como para o bebé.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X