Comunicação

Collapse
No announcement yet.

O décimo primeiro e o décimo segundo mês de idade.

Collapse
X
Collapse

  • O décimo primeiro e o décimo segundo mês de idade.

    O bebé ainda prefere gatinhar, mas é provável que, por esta altura, dê os seus primeiros passinhos.

    O décimo primeiro mês

    O bebé continua a gatinhar e fá-lo cada vez melhor.

    A um mês do seu primeiro aniversário, o bebé já se mantém de pé, com facilidade e sem apoio. Dá alguns passinhos, poucos, ainda que para tal necessite de recorrer a ajuda. - A mão de alguém é providencial! Consegue subir para sofás, cadeiras e escadas, mas é provável que tenha dificuldades em descer.

    Revela-se uma preciosa ajuda no momento de se vestir, pois levanta os pés e os braços.

    Está mais independente nas horas das refeições, dado que consegue pegar num copoe beber sem qualquer tipo de ajuda, e comer sozinho, utilizando as suas mãozitas, claro! Mas é de referir que nem todos os bebés conseguem estes progressos aos onze meses, demoram um pouco mais, mas não há razões para alarme.

    Utiliza ambas as mãos com desenvoltura e para funções distintas. Gosta de deixar cair objectos e apanhá-los de seguida. Alguns bebés têm uma especial predilecção em atirar objectos ou deixá-los cair propositadamente para que outros os apanhem. Já sabe bater palminhas!!

    O bebé é capaz de pronunciar alguns sons e até pequenas palavras, ainda que não conheça o seu significado, sendo certo que consegue compreender muito mais do que dizer. É muito provável que consiga seguir pequenas instruções, tais como “Tráz a bola”. - É importante que os pais continuem a incentivar os seus filhos, falando com eles, pois facilitará e incrementará o desenvolvimento da linguagem e capacidade de comunicação dos bebés.

    Nesta fase o bebé mostra-se tímido com estranhos e muito dependente da mãe.

    Décimo segundo mês

    O bebé completa o seu primeiro aniversário. Começa a dar os primeiros passos, sozinho, mas é provável que ainda prefira gatinhar. Se está de gatas, levanta-se. Se está de pé, senta-se.

    É também neste período que começa a utilizar a colher para comer, se bem que, na maior parte das vezes, possa “falhar o alvo”. Começa também a ajudar quando o vestem.

    Já não leva objectos à boca. É muito raro. Contudo, puxar, derrubar e atirar objectos são actividades cada vez mais frequentes. Esta actividade começa a diverti-lo. O bebé é igualmente capaz de dar um brinquedo a alguém, e tirá-lo em seguida. Há bebés que conseguem segurar um lápis e fazer uns rabiscos e, empilhar cubos.

    Por esta altura alguns bebés começam a demonstrar alguma falta de vontade em ir para a cama, seja para fazer a sesta, seja à noite. Para obviar esta situação, é aconselhável que se estabeleça uma rotina. Exemplo: dar banho, vestir o pijama, ler-lhe uma história e depois deitá-lo.

    Os momentos de separação dos pais continuam a ser muito difíceis, o que também é natural. O bebé revela mais receio de pessoas e de situações estranhas.

    Além dos típicos “mamã” e “papá”, que o bébé já conseguirá dizer por esta altura, o vocabulário terá mais algumas palavras. A sua capacidade de entendimento já é maior, pelo que consegue responder a perguntas simples como: “Onde está o nariz?” - O papel dos pais é fundamental. Devem, a fim de promover o desenvolvimento da liguagem do seu filho, relacionar os objectos, cores, frutas, com os seus respectivos nomes.

    É interessante mostrar ao bebé as diferentes imagens nos livros de histórias e dizer-lhe os seus nomes. Apesar da sua atenção ainda não se fixar por muito tempo, é contudo uma maneira de a estimular.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X