Comunicação

Collapse
No announcement yet.

Massagens para a grávida

Collapse
X
Collapse

  • Massagens para a grávida

    Mesmo que estejam a ter uma gravidez saudável, a verdade é que a maioria das mulheres sofre sempre um pouco com a fadiga, retenção de água, dores nas costas e na zona pélvica, dores de cabeça e com os efeitos das alterações hormonais. Para aliviar todos estes sintomas de forma saudável e sem recorrer a qualquer tipo de medicamento, muitas mulheres já descobriram os benefícios das massagens.
    Click image for larger version

Name:	92272661-massagem-gravida.jpg
Views:	1
Size:	3.5 KB
ID:	3534375

    Massagens durante a gravidez

    As massagens para grávidas têm como objectivo aliviar estes incómodos, fazendo com que se sinta bem quer a nível físico quer a nível psicológico. Têm características das massagens normais, mas são orientadas para as necessidades especiais da grávida, reduzindo o inchaço das mãos, pernas e pés, as dores nas costas e no pescoço, favorecem a tonificação muscular, estimulam o sistema circulatório e, acima de tudo fazem com que se sinta verdadeiramente especial.

    Este tipo de massagem ajuda-a a descontrair os musculos tensos, alivia as partes do corpo mais doridas, melhora a circulação sanguínea, a mobilidade e a agilidade. O massagista que deve ser uma pessoa qualificada para prestar este tipo de serviço, conhece bem os efeitos da gestação no corpo da mulher, por isso, a massagem que lhe fizer terá sempre em conta estas mudanças bem como as suas necessidades e gostos pessoais. Isto porque, enquanto umas mulheres sofrem de dores nas costas durante toda a gravidez, outras estão mais preocupadas com o inchaço dos membros inferiores, facto para o qual o massagista tem de ser alertado.

    O importante é que se sinta confortável em recorrer às massagens e que de facto, estas a ajudem a ultrapassar os desconfortos da gravidez. O massagista pode estar preparado com uma mesa de massagens adequada ao volume do seu abdómen ou então, pode fazer-lhe a massagem deitando-a de lado e acomodando-a com uma grande almofada.

    Benefícios físicos

    Um massagista profissional sabe quais são os pontos do corpo de uma mulher grávida mais sensíveis durante a gravidez. A sua função é aliviar a tensão nesses pontos e se possível, fazer desaparecer por completo a dor de cabeça que a incomoda desde que engravidou, os músculos retraídos, a tensão nos ombros, a dor de pescoço, a dor no fundo das costas e na região pélvica, reduzindo também a capacidade de retenção de água em zonas localizadas do corpo e melhorando a circulação sanguínea.

    Infelizmente as massagens não podem aliviar todos os desconfortos da gravidez, nomeadamente da febre, dos enjôos matinais, de descargas vaginais ou sangramento, da diarreia, dores no abdómen, dores anormais em qualquer parte do corpo ou inchaço repentino dos braços e das pernas. Se experimentar algum destes sintomas não faça massagens antes de consultar o médico.

    Benefícios psicológicos

    Para além do bem estar geral após uma sessão, as massagens aliviam as hormonas de stress do seu sistema, aumentam a circulação linfática o que a deixa menos cansada e possivelmente reforçam o seu sistema imunitário. Além disso a massagem parece fazer retomar a ligação mente/corpo que às vezes parece perdida, deixando-a mais consciente e conhecedora do seu corpo e de vários aspectos da gravidez, ao mesmo tempo que faz com que se sinta bem no seu papel de grávida e a pensar que vale a pena fazer um esforço para ter um bebé saudável.

    Há quem defenda a teoria de que o que a mãe sente o bebé também sente. Se assim for, depois de uma massagem, o seu bebé sentir-se-á muito mais relaxado e descontraído. Para além disso enquanto se sentir descontraída e relaxada, parecerá que não existe qualquer problema ou mau pensamento no mundo que a possa atormentar.

    Durante a gestação procure cuidar de si e deixar que outros também o façam. É o que sucede nas sessões de massagem em que se deixa tratar por quem realmente sabe o que faz.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X