Comunicação

Collapse
No announcement yet.

A sesta do bebé

Collapse
X
Collapse

  • A sesta do bebé

    A sesta significa descanso e o bebé deve aprender, desde cedo, a distinguir o dia da noite. O número de horas que um bebé passa a dormir vai diminuindo progressivamente de mês para mês durante o primeiro ano de vida, o mesmo sucedendo com o número de sestas.

    Como agir

    Existem algumas medidas que podem ser tomadas para que a sesta seja realmente reparadora e tranquilizadora. Durante o dia, os pais devem brincar, falar e acordar o bebé para as refeições, manter sempre os ruídos próprios da hora em casa e o quarto do bebé iluminado com luz natural. Devem ter em atenção o facto de o bebé adormecer à noite em função da hora a que acordou da sua última sesta, pelo que tentem fazê-la sempre à mesma hora e não muito tarde.

    Caso o bebé esteja constantemente irritado, durma ou coma pouco, os pais deverão contactar imediatamente o pediatra.

    A idade e as sestas

    Do primeiro ao sétimo mês de vida, o bebé necessita de três sestas diárias, que evoluirão para duas, com uma duração de duas a três horas cada uma, sensivelmente, até ao primeiro ano de idade. A partir do 18º mês de vida, o bebé já só precisa de uma sesta por dia. Com esta idade, a maioria dos bebés já não dorme a sesta de manhã, mas sim a sesta da tarde, que será indispensável pelo menos até aos dois anos de vida.

    Tal como os adultos, as crianças experimentam, no início da tarde, uma quebra no seu nível de actividade e uma necessidade psicológica de repouso.

    A duração da sesta dependerá sempre das necessidades do bebé e do tempo de sono durante a noite, não se devendo, no entanto, acordá-lo, uma vez que acabará por despertar sozinho quando tiver dormido o suficiente.

    A necessidade de dormir a sesta vai diminuindo, proporcionalmente, à medida que vai crescendo.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos mais Recentes

    Collapse

    • Incontinência Urinária
      TENA
      Sabia que a gravidez e o parto natural são as principais causas de incontinência urinária feminina?

      Esta semana é dedicada à sensibilização para o tema, com o seu assinalar específico a 14 de março, um pouco por todo o mundo. Por aqui, a TENA coloca ao seu dispor as suas especialistas, numa ação de esclarec...
      12-03-2012, 13:27
    • Crianças, Verão e... SOS Escaldão!
      admin
      O Verão está a chegar e, com ele, os grandes dias de Sol e praia, actividades ao ar livre e muita liberdade... Ou seja, é tempo de redobrar os cuidados com as crianças!
      Acabam as preocupações inerentes ao Inverno e à época escolar, começam outras relacionadas com a ocupação dos tempos livres, sobretudo quando os pais trabalham e têm que deixar os filhos aos cuidados de familiares ou ATL’s. Para que a criança se desenvolva de forma equilibrada, h...
      10-06-2011, 09:09
    • Assadura da fralda: Como tratar as assaduras do bebé?
      admin
      Uma das lesões mais comuns nos bebés e crianças pequenas é a assadura ou dermatite da fralda. (Saiba como prevenir e tratar a assadura do bebé.


      Quais os sintomas? A assadura consiste numa irritação na pele causada pelo contacto com a urina e as fezes retidas pelas fraldas e caracterizada por uma pele avermelhada e inchada, que leva ...
      17-04-2011, 19:56
    • Apneia do sono da criança
      Equipa Editorial PinkBlue
      Todo o sono, na criança como no adulto, é normalmente entrecortado por períodos em que a respiração pára. Chamam-se a esses períodos, de apneia. É uma situação perfeitamente normal, quando não dura mais de 15 segundos por episódio. Por vezes, quer pela duração dos episódios, quer pela frequência dos mesmos, tornam-se causa de preocupação.

      Apneia central Deve-se á alteração do controlo cerebral sobre os mecanismos da respiração. O nervo fré...
      05-02-2007, 01:00
    • Icterícia neonatal
      Equipa Editorial PinkBlue
      Icterícia é uma situação habitual no recém-nascido e normalmente não é motivo de preocupação. A palavra icterícia provém do grego ikteros, através do latim icteritia, vocábulo utilizado para designar o tom amarelado da “branca do olho” e da pele de muitos recém-nascidos.

      Incidência

      A icterícia “normal” ou fisiológica aparece habitualmente no 2ª ou 3º dia de vida, em cerca de 50% dos bebés de termo saudáveis, sendo mais evidente entre o quarto e o sétimo dias de vida, desaparecendo frequentemente ao fim de uma semana.

      Factores...
      05-05-2006, 00:00
    • Cuidados com o recém-nascido a realizar fototerapia
      Equipa Editorial PinkBlue
      A icterícia nos recém-nascidos é muito comum. Na maioria dos casos é uma situação normal, inocente, por um curto período de tempo.

      Quando o tratamento é necessário por bilirrubina elevada no sangue, a fototerapia é segura e eficazes em virtualmente todos os casos.

      Cuidados [*]Por ser normal os RN’s perderem cerca de 10% do seu peso inicial nos primeiros dez dias de vida, o seu bebé será pesado antes...
      05-05-2006, 00:00
    Working...
    X