Comunicação

Collapse
No announcement yet.

A saúde do seu bebé

Collapse
X
Collapse

  • A saúde do seu bebé

    Nos primeiros dias os pais começam a contactar com o bebé e a conhecer os seus ritmos, deparando-se com novas realidades que não esperavam. Para que não se assustem, convém saber o que esperar nos primeiros dias.

    A pele do bebé

    Sendo um parto normal, os pais vão contactar com o bebé depois do exame médico e do seu primeiro descanso. Começam a conhecer-se e a enfrentar as primeiras dúvidas sobre o bebé.

    A pele do bebé é uma das primeiras preocupações. Geralmente o bebé nasce com uma tonalidade avermelhada e pode ter pequenas alergias nos locais onde contacta com a roupa: braços, pernas e costas. Mais raramente, a alergia pode também aparecer na cara.

    Em ambientes com temperaturas mais elevadas, a utilização de cremes, loções, perfumes e sabonetes podem provocar ou piorar a alergia, e por isso, devem ser utilizados com prudência.

    Os ossos do corpo do bebé podem ter sido pressionados para posições diferentes durante o parto, o que pode provocar lesões na pele, nos locais onde os ossos destruíram as gorduras existentes debaixo da pele. Estas lesões ou altos situam-se principalmente ao nível da cabeça e pescoço em especial quando durante o parto se recorreu aos forceps. Estas lesões tendem, no entanto, a cicatrizar com facilidade.

    A icterícia é também uma condição normal nos recém nascidos, sendo usual uma coloração amarelada da pele nos primeiros dias devido à imaturidade do fígado do bebé. Mas se esta situação aparecer nas primeiras 24 horas de vida ou se não for uma condição ligeira, deverá ser tratada.

    Os bebés podem nascer, por vezes com diversas marcas de nascença na pele. Essas marcas podem desaparecer nos primeiros meses, mas em alguns casos isso pode nunca vir a acontecer. Não são, no entanto, sinais de doença ou de qualquer perigo para o bebé.

    As marcas de leite são pequenas manchas brancas que aparecem na cana do nariz do recém nascido, que desaparecem ao final de algumas semanas.

    O esforço de mamar pode também provocar bolhas nos lábios do bebé, mas estas vão desaparecer com o tempo e com a habituação da amamentação.

    Amamentação

    A alimentação de um recém nascido pode ocorrer apenas várias horas depois do parto se a mãe decidir amamentar, uma vez que a produção de leite não surge imediatamente depois deste. Esta situação é normal e o leite tende a surgir quando o bebé necessita dele.

    No entanto, convém recorrer ao conselho do médico, pois a falta ou insuficiência de leite materno são condições frequentes.

    Enquanto o bebé se habitua à nova situação fora do ventre da mãe, é normal uma perda de peso nos primeiros dias que pode atingir entre 5% e 10% do peso do bebé, à nascença. Não se deve preocupar, pois esse peso é recuperado rapidamente quando o bebé começa a alimentar-se.

    A primeira urina

    A primeira urina produzida por um bebé é extremamente concentrada e possui uma alta dose de químicos corporais denominados uratos, que são totalmente naturais, mas que podem tornar os vestígios de urina cor-de-rosa na fralda.

    Os pais devem estar bastante atentos à primeira urina do bebé, que deve ocorrer num espaço de 24 horas após o parto. Se tal não acontecer, pode indicar um problema urinário.

    O atraso na primeira urina é mais frequente nos rapazes e pode exigir um seguimento mais atento por parte do médico.

    As primeiras fezes

    Depois do parto, os primeiros movimentos do estômago e intestinos do bebé devem ser seguidos com atenção.

    As primeiras fezes que o bebé produz têm uma aparência pouco consistente e podem apresentar uma cor entre o verde escuro e o preto.

    Esta substância, denominada mecónio, deverá ser expelida pelo bebé nas primeiras 24 horas de vida. Se não o fizer, isso pode indicar a existência de um impedimento nos intestinos do bebé, que os médicos devem verificar e que pode ser tratado.

    O mecónio deve surgir nas fraldas do bebé nos dois ou três primeiros dias de vida.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos mais Recentes

    Collapse

    • Incontinência Urinária
      TENA
      Sabia que a gravidez e o parto natural são as principais causas de incontinência urinária feminina?

      Esta semana é dedicada à sensibilização para o tema, com o seu assinalar específico a 14 de março, um pouco por todo o mundo. Por aqui, a TENA coloca ao seu dispor as suas especialistas, numa ação de esclarec...
      12-03-2012, 13:27
    • Crianças, Verão e... SOS Escaldão!
      admin
      O Verão está a chegar e, com ele, os grandes dias de Sol e praia, actividades ao ar livre e muita liberdade... Ou seja, é tempo de redobrar os cuidados com as crianças!
      Acabam as preocupações inerentes ao Inverno e à época escolar, começam outras relacionadas com a ocupação dos tempos livres, sobretudo quando os pais trabalham e têm que deixar os filhos aos cuidados de familiares ou ATL’s. Para que a criança se desenvolva de forma equilibrada, h...
      10-06-2011, 09:09
    • Assadura da fralda: Como tratar as assaduras do bebé?
      admin
      Uma das lesões mais comuns nos bebés e crianças pequenas é a assadura ou dermatite da fralda. (Saiba como prevenir e tratar a assadura do bebé.


      Quais os sintomas? A assadura consiste numa irritação na pele causada pelo contacto com a urina e as fezes retidas pelas fraldas e caracterizada por uma pele avermelhada e inchada, que leva ...
      17-04-2011, 19:56
    • Apneia do sono da criança
      Equipa Editorial PinkBlue
      Todo o sono, na criança como no adulto, é normalmente entrecortado por períodos em que a respiração pára. Chamam-se a esses períodos, de apneia. É uma situação perfeitamente normal, quando não dura mais de 15 segundos por episódio. Por vezes, quer pela duração dos episódios, quer pela frequência dos mesmos, tornam-se causa de preocupação.

      Apneia central Deve-se á alteração do controlo cerebral sobre os mecanismos da respiração. O nervo fré...
      05-02-2007, 01:00
    • Icterícia neonatal
      Equipa Editorial PinkBlue
      Icterícia é uma situação habitual no recém-nascido e normalmente não é motivo de preocupação. A palavra icterícia provém do grego ikteros, através do latim icteritia, vocábulo utilizado para designar o tom amarelado da “branca do olho” e da pele de muitos recém-nascidos.

      Incidência

      A icterícia “normal” ou fisiológica aparece habitualmente no 2ª ou 3º dia de vida, em cerca de 50% dos bebés de termo saudáveis, sendo mais evidente entre o quarto e o sétimo dias de vida, desaparecendo frequentemente ao fim de uma semana.

      Factores...
      05-05-2006, 00:00
    • Cuidados com o recém-nascido a realizar fototerapia
      Equipa Editorial PinkBlue
      A icterícia nos recém-nascidos é muito comum. Na maioria dos casos é uma situação normal, inocente, por um curto período de tempo.

      Quando o tratamento é necessário por bilirrubina elevada no sangue, a fototerapia é segura e eficazes em virtualmente todos os casos.

      Cuidados [*]Por ser normal os RN’s perderem cerca de 10% do seu peso inicial nos primeiros dez dias de vida, o seu bebé será pesado antes...
      05-05-2006, 00:00
    Working...
    X