Comunicação

Collapse
No announcement yet.

A mudança da fralda

Collapse
X
Collapse

  • A mudança da fralda

    A mudança das fraldas é uma das actividades mais ligadas à chegada de um novo bebé e, apesar das dificuldades que se costumam associar à mesma, torna-se uma tarefa fácil, quando se adquire alguma prática.
    Click image for larger version

Name:	um rabinho seco e limpo.jpg
Views:	1
Size:	4.0 KB
ID:	3534397

    Tipos de fraldas

    Existem vários tipos de fraldas: as fraldas de pano, as fraldas descartáveis, as fraldas reutilizáveis, as fraldas de aprendizagem ou pull-ups (que se utilizam para o treino do bacio), as fraldas de praia (específicas para a época de praia/piscina). Todas elas têm como objectivo proteger o rabinho do bebé e a sua roupa.

    As fraldas descartáveis são certamente mais práticas, uma vez que são deitadas fora depois de utilizadas, e são fabricadas com materiais absorventes que protegem a pele delicada do bebé. Possuem, no entanto, materiais na sua composição que não são biodegradáveis, o que as torna uma ameaça para o ambiente.

    As fraldas de pano, alternativa ecológica às descartáveis, são utilizadas há muito tempo e são geralmente feitas de algodão, um material que é bem tolerado pela pele. No entanto, a sua absorção é inferior à das fraldas descartáveis e a sua lavagem pode ser mais um incómodo a ter em conta. As fraldas de pano tornam-se também mais económicas, uma vez que a sua duração é muito superior à das descartáveis.

    As fraldas reutilizáveis são fabricadas em algodão puro ou flanela com várias camadas de material absorvente e que se colocam de maneira diferente consoante o sexo do bebé. Algumas marcas têm uma camada plástica que previne derrames, dispensando assim a utilização da tradicional calça plástica.

    Vendem-se separadamente reforços para este tipo de fralda que podem ser laváveis ou descartáveis. Os reforços laváveis são normalmente do mesmo material que o interior das fraldas ou então de polyester. Estes são ideais para passar uma noite inteira sem mudar a fralda do bebé, mantendo-o sempre seco e confortável, pois o polyester não absorve o chichi, mas faz com que passe para as outras camadas absorventes. É ideal para os bebés com problemas de pele, dados a alergias, eritemas, irritações, etc.. porque o rabinho do bebé nunca fica em contacto com o chichi.

    As fraldas pull-ups são ideais para habituar a criança a usar o bacio. São extremamente absorventes e denunciam a existência de chichi porque as cores do seu padrão desvanecem-se quando molhadas. São muito confortáveis e vestem-se como uma peça de roupa intrerior normal.

    As fraldas de praia são óptimas para umas férias descansadas à beira-mar. O bebé pode tomar banho com a fralda e o seu rabinho está sempre protegido. São uito cómodas, fáceis de colocar e extremamente absorventes.

    Deste modo, a escolha do tipo de fralda a utilizar depende grandemente da avaliação das necessidades da criança, bem como das vantagens e desvantagens por parte dos pais. A mudança das fraldas não varia muito, embora as fraldas de pano tenham ainda de ser dobradas antes de colocadas e as descartáveis estejam já prontas na embalagem.

    Preparação da mudança

    Para mudar a fralda ao bebé, é necessário encontrar um local limpo e suficientemente estável para poder deitá-lo. Se ainda estiver no hospital a mudança poderá ser feita em cima da sua cama ou no berço. As enfermeiras poderão auxiliá-la se ainda não se encontrar fisicamente recuperada, para que aprenda as necessidades do bebé o mais rapidamente possível.

    É necessário ainda ter em atenção que o local onde mudará a fralda deve ser quente e agradável para que o bebé se sinta confortável. Quem mudar a fralda deverá ainda ter em atenção todos os cuidados de higiene para que possa lavar ou deitar fora a fralda sem problemas e para que possa limpar facilmente o bebé.

    A última fase da preparação consiste em verificar se está à mão tudo que vai necessitar:
    • uma fralda limpa.
    • toalhitas ou panos em quantidade suficiente.
    • um saco de plástico para colocar a fralda descartável suja.
    • alfinetes de ama e cuecas de plástico se tiver optado por fraldas de pano.
    • óleo ou creme hidratante se o bebé tiver tendência para ter o rabinho assado.


    Depois de verificar que tem tudo o que é necessário, basta seguir os passos fáceis para a mudança da fralda.

    Mudança das fraldas descartáveis

    A mudança de fraldas descartáveis passa por oito fases:
    • Retirar os adesivos que prendem a fralda anterior com cuidado para que não se colem na pele do bebé e sem retirar ainda a fralda.
    • Limpar o excesso de cocó com a ponta da fralda.
    • Agarrar o bebé pelos tornozelos e levantar o rabinho de cima da mesa.
    • Enrolar a fralda a meio por debaixo do corpo do bebé e retirá-la devagar e com muito cuidado.
    • Utilizar toalhitas ou um pano húmido para limpar bem, mas suavemente o bebé; para atingir todos os bocadinhos de sujidade, é necessário pegar nos tornozelos do bebé e levantá-los bem, enquanto o rabinho é limpo.
    • Enquanto as pernas do bebé ainda estiverem seguras, é necessário colocar a nova fralda na mesa, tendo em atenção qual a parte da frente e a de trás; a metade da frente da fralda deverá ser colocada entre as pernas do bebé.
    • Dobrar a parte da frente da fralda para cima, mas tendo em atenção que o bebé não fica excessivamente apertado de modo a não o magoar; é necessário verificar junto às pernas se a fralda não o está a incomodar.
    • Colar as tiras adesivas de forma a garantir que está justo, mas sem apertar excessivamente; é prudente consultar ainda as instruções do fabricante para verificar se não existem truques específicos para a colocação daquele tipo de fralda.


    Mudança das fraldas de pano

    O processo para a mudança de fraldas de pano é praticamente igual, embora tenham de ser tomados em consideração alguns pontos divergentes:
    • Retirar os alfinetes de ama que prendem a fralda suja com cuidado para não picar o bebé.
    • Limpar o excesso de cocó com a ponta da fralda.
    • Agarrar o bebé pelos tornozelos e levantar o rabinho de cima da mesa.
    • Enrolar a fralda a meio por debaixo do corpo do bebé e retirá-la devagar e com muito cuidado, colocando-a em seguida num balde de água, que terá preparado previamente, para facilitar a sua lavagem.
    • Utilizar toalhitas ou um pano húmido para limpar bem, mas suavemente o rabinho do bebé.
    • Dobrar a fralda em triângulo virado para baixo e colocá-la debaixo do rabinho do bebé enquanto as pernas estiverem seguras pelos tornozelos.
    • Dobrar as pontas da fralda, de forma a que se unam todas no centro tendo em atenção que o bebé não fica excessivamente apertado de modo a não o magoar; é necessário verificar junto às pernas se a fralda não o está a incomodar.
    • Colocar o alfinete de ama de forma a garantir que está justo, mas sem apertar excessivamente.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • Incontinência Urinária
      por TENA
      Sabia que a gravidez e o parto natural são as principais causas de incontinência urinária feminina?

      Esta semana é dedicada à sensibilização para o tema, com o seu assinalar específico a 14 de março, um pouco por todo o mundo. Por aqui, a...
      12-03-2012, 13:27
    • Crianças, Verão e... SOS Escaldão!
      por admin
      O Verão está a chegar e, com ele, os grandes dias de Sol e praia, actividades ao ar livre e muita liberdade... Ou seja, é tempo de redobrar os cuidados com as crianças!
      Acabam as preocupações inerentes ao Inverno e à época escolar, começam out...
      10-06-2011, 09:09
    • Assadura da fralda: Como tratar as assaduras do bebé?
      por admin
      Uma das lesões mais comuns nos bebés e crianças pequenas é a assadura ou dermatite da fralda. (Saiba como prevenir e tratar a assadura do bebé.


      Quais os sintomas? A assadura consiste numa irritação na pele causada pelo contacto com a...
      17-04-2011, 19:56
    • Apneia do sono da criança
      por Equipa Editorial PinkBlue


      Todo o sono, na criança como no adulto, é normalmente entrecortado por períodos em que a respiração pára. Chamam-se a esses períodos, de apneia. É uma situação perfeitamente normal, quando não dura mais de 15 segundos por episódio. Por...
      05-02-2007, 01:00
    • Icterícia neonatal
      por Equipa Editorial PinkBlue
      Icterícia é uma situação habitual no recém-nascido e normalmente não é motivo de preocupação. A palavra icterícia provém do grego ikteros, através do latim icteritia, vocábulo utilizado para designar o tom amarelado da “branca do olho” e da pele de muitos...
      05-05-2006, 00:00
    • Cuidados com o recém-nascido a realizar fototerapia
      por Equipa Editorial PinkBlue


      A icterícia nos recém-nascidos é muito comum. Na maioria dos casos é uma situação normal, inocente, por um curto período de tempo.

      Quando o tratamento é necessário por bilirrubina elevada no sangue, a fototerapia é segura e...
      05-05-2006, 00:00
    Working...
    X