Comunicação

Collapse
No announcement yet.

Cuidados na selecção da roupa do bebé

Collapse
X
Collapse

  • Cuidados na selecção da roupa do bebé

    São os pais quem escolhe quais as roupas que o seu bebé deve vestir. No entanto essa escolha não se deve basear unicamente em factores estéticos mas, principalmente, nas qualidades dos tecidos e nos modelos e, acima de tudo, no conforto do bebé.

    Que tipo de fibras são mais aconselhadas para o bebé?

    Deve optar por vestuário em fibra natural que são suaves ao tacto, facilitam a transpiração, não provocam alergias nem irritações na pele, não acumulam electricidade estática e não são inflamáveis, isto é, não ardem com chama viva nem alimentam as chamas. Já as fibras sintéticas dificultam a transpiração e podem causar reacções alérgicas e irritações cutâneas.

    Na estação quente, deve dar-se preferência a roupas de algodão, linho, seda ou cambraia.

    Na estação fria deve dar-se preferência à lã, mas lã anti-alérgica, própria para bebé, que é bastante macia e sem pelo, mas, mesmo assim, nunca deve estar em contacto com a pele do bebé. No caso de o bebé ser alérgico à lã, pode sempre optar por roupas acolchoadas ou em malha polar, que também são muito eficazes contra o frio.

    Porém, como em regra, a família tem sempre receio que o bebé apanhe frio, tendem a agasalhá-lo em demasia. Apesar de os bebés serem vulneráveis às mudanças de temperatura, são-no em especial ao excesso de calor, pelo que a roupa em excesso é prejudicial uma vez que impede a criança de por em prática a sua própria reacção contra o frio e o calor isto é, de efectuar a sua termoregulação, que consiste na utilização de mecanismos que mantêm constante a temperatura corporal.

    O que escolher

    No momento da escolha, deve optar por:
    • Roupas com bom acabamento interior e com decotes amplos.
    • Roupa que se possa vestir e despir sem dificuldade.
    • Com molas de pressão ou fitas de velcro em vez de botões ou de outros acessórios perigosos.
    • Camisolas interiores e casacos que cruzem à frente.
    • Babygrows com abertura entre pernas ou à frente e no rabo, para que seja possível mudar as fraldas sem despir completamente o bebé.


    Deve ter em atenção que:
    • É necessário que a roupa não limite os movimentos do bebé, isto é, roupa que não o aperte nem comprima, o que pode influenciar algumas funções essenciais como os movimentos, respiração e digestão.
    • As etiquetas que possam incomodar o bebé, especialmente se estiverem na zona do pescoço, devem ser removidas.
    • As primeiras peças de roupa devem abrir-se nas costas. As calças devem ter elástico na cintura para que se adaptem sem apertar.
    • A roupa, pelo menos as peças essenciais, devem ser compradas durante o inicio da gravidez, pois é provável que, no final da gestação, a grávida já esteja demasiado cansada para fazer compras.
    • No momento de comprar as roupas, é recomendável que se compre apenas o essencial no tamanho zero, para recém-nascido, porque essas peças deixam rapidamente de servir ao bebé, e até porque muita da roupa deve ser comprada em função do tamanho do bebé, e isso só se sabe depois do bebé nascer.
    • O bebé deve mudar de roupa três vezes por dia e deve ter cuidados especiais com a sua roupa.


    A evitar
    • Decotes sem abertura lateral, meias e calças com elásticos fortes.
    • Golas grandes, costuras grossas e/ou feitas com fio acrílico, pois podem provocar comichão.
    • Laços, cordões, fios, fitas ou quaisquer outros acessórios que o bebé possa desprender e colocar na boca ou se possam enrolar no pescoço do bebé.
    • Modelos com molas e botões nas costas, pois podem magoar o bebé quando este estiver deitado de barriga para cima.
    • Se não estiver demasiado frio, não é necessário usar gorro.
    • Não usar cachecóis, pois além de serem perigosos, aumentam a probabilidade de o bebé se constipar.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • Incontinência Urinária
      por TENA
      Sabia que a gravidez e o parto natural são as principais causas de incontinência urinária feminina?

      Esta semana é dedicada à sensibilização para o tema, com o seu assinalar específico a 14 de março, um pouco por todo o mundo. Por aqui, a...
      12-03-2012, 13:27
    • Crianças, Verão e... SOS Escaldão!
      por admin
      O Verão está a chegar e, com ele, os grandes dias de Sol e praia, actividades ao ar livre e muita liberdade... Ou seja, é tempo de redobrar os cuidados com as crianças!
      Acabam as preocupações inerentes ao Inverno e à época escolar, começam out...
      10-06-2011, 09:09
    • Assadura da fralda: Como tratar as assaduras do bebé?
      por admin
      Uma das lesões mais comuns nos bebés e crianças pequenas é a assadura ou dermatite da fralda. (Saiba como prevenir e tratar a assadura do bebé.


      Quais os sintomas? A assadura consiste numa irritação na pele causada pelo contacto com a...
      17-04-2011, 19:56
    • Apneia do sono da criança
      por Equipa Editorial PinkBlue


      Todo o sono, na criança como no adulto, é normalmente entrecortado por períodos em que a respiração pára. Chamam-se a esses períodos, de apneia. É uma situação perfeitamente normal, quando não dura mais de 15 segundos por episódio. Por...
      05-02-2007, 01:00
    • Icterícia neonatal
      por Equipa Editorial PinkBlue
      Icterícia é uma situação habitual no recém-nascido e normalmente não é motivo de preocupação. A palavra icterícia provém do grego ikteros, através do latim icteritia, vocábulo utilizado para designar o tom amarelado da “branca do olho” e da pele de muitos...
      05-05-2006, 00:00
    • Cuidados com o recém-nascido a realizar fototerapia
      por Equipa Editorial PinkBlue


      A icterícia nos recém-nascidos é muito comum. Na maioria dos casos é uma situação normal, inocente, por um curto período de tempo.

      Quando o tratamento é necessário por bilirrubina elevada no sangue, a fototerapia é segura e...
      05-05-2006, 00:00
    Working...
    X