Comunicação

Collapse
No announcement yet.

As necessidades alimentares do bebé

Collapse
X
Collapse

  • As necessidades alimentares do bebé

    Saber se o bebé está a alimentar-se convenientemente é uma das mais constantes preocupações de qualquer mãe. Difícil de responder nos primeiros tempos de maternidade, esta questão acaba por ser resolvida quase instintivamente com a experiência adquirida ao longo dos anos.

    A frequência das mamadas

    O método mais natural de amamentação consiste em dar o peito ao bebé sempre que este o pedir. Durante a primeira e segunda semanas de vida, o recém-nascido pode necessitar até 12 mamadas por dia. A partir desta altura, a maioria dos bebés passa a ser alimentado de três em três ou de quatro em quatro horas.

    Além do leite materno, o médico pode aconselhar a administração de vitamina D ao bebé, desde o nascimento enquanto que a Direcção Geral de Saúde recomenda a administração de flúor após os seis meses de idade para proteger os dentes em crescimento. Os bebés prematuros podem ter necessidade de um suplemento de ferro durante os primeiros meses de vida.

    A quantidade correcta de leite

    As mães menos experientes tendem a colocar algumas dúvidas em relação à quantidade de leite considerada suficiente para satisfazer as necessidades do bebé.

    As desconfianças podem ser facilmente dissipadas, na medida em que tanto o bebé como a mãe tendem a revelar um conjunto de sinais que provam que o ritmo das mamadas é o mais adequado:
    • A pele do bebé está firme e tem um aspecto saudável.
    • O número de fraldas molhadas começa a aumentar substancialmente a partir do quinto dia de vida do bebé (no período de 24 horas deve existir, pelo menos, oito fraldas molhadas).
    • A mãe ouve claramente o bebé a engolir o leite.
    • Os seus seios ficam vazios e mais leves depois de uma sessão de amamentação.


    Mas se é possível constatar que o bebé está a consumir o leite suficiente, tendo em conta as suas necessidades, a realidade contrária pode também ser determinada, ou seja, poderá haver problemas se:
    • O bebé pára de mamar ao fim de dez minutos ou menos.
    • O bebé encontra-se a maior parte do tempo sonolento ou, pelo contrário, inquieto.
    • O bebé apresenta covinhas nas bochechas e tende a fazer barulhos sonoros enquanto mama.
    • O bebé molha menos de seis fraldas num período de 24 horas, passados cinco dias do seu nascimento.
    • O bebé não evacua, pelo menos, uma vez por dia.
    • Após uma semana, o bebé não toma um tom rosado, mas mantém-se amarelado.
    • A pele do bebé mantém-se enrugada ao fim da primeira semana de vida.
    • A mãe raramente ouve o bebé a engolir e os seus seios continuam cheios depois de amamentar.


    Caso o bebé apresente algum destes sinais, é aconselhável consultar o mais rapidamente possível o seu pediatra.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • Incontinência Urinária
      por TENA
      Sabia que a gravidez e o parto natural são as principais causas de incontinência urinária feminina?

      Esta semana é dedicada à sensibilização para o tema, com o seu assinalar específico a 14 de março, um pouco por todo o mundo. Por aqui, a...
      12-03-2012, 13:27
    • Crianças, Verão e... SOS Escaldão!
      por admin
      O Verão está a chegar e, com ele, os grandes dias de Sol e praia, actividades ao ar livre e muita liberdade... Ou seja, é tempo de redobrar os cuidados com as crianças!
      Acabam as preocupações inerentes ao Inverno e à época escolar, começam out...
      10-06-2011, 09:09
    • Assadura da fralda: Como tratar as assaduras do bebé?
      por admin
      Uma das lesões mais comuns nos bebés e crianças pequenas é a assadura ou dermatite da fralda. (Saiba como prevenir e tratar a assadura do bebé.


      Quais os sintomas? A assadura consiste numa irritação na pele causada pelo contacto com a...
      17-04-2011, 19:56
    • Apneia do sono da criança
      por Equipa Editorial PinkBlue


      Todo o sono, na criança como no adulto, é normalmente entrecortado por períodos em que a respiração pára. Chamam-se a esses períodos, de apneia. É uma situação perfeitamente normal, quando não dura mais de 15 segundos por episódio. Por...
      05-02-2007, 01:00
    • Icterícia neonatal
      por Equipa Editorial PinkBlue
      Icterícia é uma situação habitual no recém-nascido e normalmente não é motivo de preocupação. A palavra icterícia provém do grego ikteros, através do latim icteritia, vocábulo utilizado para designar o tom amarelado da “branca do olho” e da pele de muitos...
      05-05-2006, 00:00
    • Cuidados com o recém-nascido a realizar fototerapia
      por Equipa Editorial PinkBlue


      A icterícia nos recém-nascidos é muito comum. Na maioria dos casos é uma situação normal, inocente, por um curto período de tempo.

      Quando o tratamento é necessário por bilirrubina elevada no sangue, a fototerapia é segura e...
      05-05-2006, 00:00
    Working...
    X