Comunicação

Collapse
No announcement yet.

Cadeiras de mesa

Collapse
X
Collapse
  •  

  • Cadeiras de mesa

    Até ao momento em que o seu filho se puder sentar à mesa e comer normalmente como as outras crianças mais velhas, terá passado por uma série de fases e experimentado vários tipos de cadeiras. Isto é quase inevitável, pois a partir dos seis meses de idade, o seu bebé vai querer participar nas refeições dos adultos. Para isso convém que tenha à sua disposição uma cadeira de mesa que sirva as necessidades de todos, pais e filhos.

    Características a ter em conta na compra de uma cadeira de mesa

    Para além do conforto, deverá ter em atenção um conjunto de características quando comprar uma cadeira de mesa:
    • Versatilidade - à medida que o bebé vai crescendo a cadeira de mesa deverá ter a capacidade para se adaptar a diferentes necessidades. O bebé usará a cadeira alta para a mesa desde cerca dos seis meses até aos dois anos e alguns modelos podem converter-se em cadeira e mesa para o bebé brincar e até lanchar, para além desta idade;
    • Economia de espaço - Se não tiver muito espaço pense nas várias possibilidades de cadeira que existem, especialmente nas que se podem encolher e dobrar para arrumar quando não estão a ser usadas.
    • Segurança - As crianças mexem-se muito, especialmente se estão aborrecidas. Para restringir os movimentos que possam causar situações mais perigosas, deverá procurar cadeiras com cinto de segurança. Normalmente estes cintos passam pelo meio das pernas, cruzam no peito e seguram os ombros do bebé. Se optar por comprar uma cadeira sem cinto mas quer garantir a máxima segurança, verifique se tem pontos onde possa encaixar um cinto comprado separadamente.
    • Espaçosa - A cadeira deverá ter um assento e tampo espaçosos para que o bebé possa brincar com alguns brinquedos e evitar que a comida caia no chão.
    • Fácil de limpar - É aconselhável comprar uma cadeira lavável, de preferência com tampo removível, pois assim a limpeza tornar-se-á muito mais fácil. Os tampos com ranhuras e cantos apertados são de evitar pois são difíceis de limpar e muito rápidamente ficam sujos e pegajosos.
    • Conforto - É essencial que o assento seja almofadado e de preferência removível. Muitas cadeiras são cobertas com PVC que é um material suave e de contacto agradável, mas também se deforma e estraga rápidamente.


    Cadeiras com tampo amovível

    São cadeiras muito práticas e confortáveis. Normalmente têm assentos com estruturas de metal revestidas em PVC. O assento é regulável em várias alturas diferentes, de acordo com as suas necessidades, incluindo descer quase até ao chão, constituindo um assento baixo para a criança brincar.

    Muitos modelos destas cadeiras têm assentos reclináveis, o que é extremamente importante para crianças muito pequenas que ainda não se aguentam sentadas.

    O tampo é ajustável e removível de modo a poder estar próximo do bebé em todas as posições da cadeira e poder ser retirado para ser lavado. Alguns modelos também têm descanso para os pés, igualmente ajustável.

    Estas cadeiras têm a vantagem de se fecharem quando não estão a ser utilizadas e normalmente, mesmo fechadas, não necessitam de estar apoiadas em lado nenhum. Por este motivo podem não ser tão compactas como outros modelos que também se fecham.

    Algumas têm rodas giratórias com ou sem travões, para poderem ser transportadas mais facilmente de um lado para o outro da casa. Existem ainda modelos que se transformam num baloiço baixo para o bebé.

    Cadeiras de fechar

    São ideais para casas com pouco espaço. Fecham-se o suficiente para caberem atrás de uma porta ou na dispensa ou até no porta-malas do automóvel.

    A desvantagem deste tipo de cadeira é que, a maior parte das vezes, não têm descanso para os pés do bebé e o tabuleiro é fixado numa única posição. Em alguns modelos o tampo dá a volta por cima da cabeça da criança depois de esta estar sentada, o que pode não funcionar quando a criança for maior.

    Cadeiras 3 em 1

    Esta é uma cadeira alta que se converte numa cadeira e mesa pequenina, ideal para a criança brincar ou tomar um lanche.

    A desvantagem que apresenta é ser demasiado volumosa e não poder fechar-se para se arrumar. Não se podem ajustar para qualquer outra posição e o tampo é fixo com parafusos que apenas se removem quando se quiser transformar a cadeira na mesa e cadeira pequenas.

    As costas do assento são muito direitas, o que pode constituir uma desvantagem para as crianças muito pequenas.

    Cadeiras de madeira

    São sempre associadas a um estilo clássico e se forem bem cuidadas podem passar para as gerações seguintes. O tampo é, normalmente, removível de modo a converter a cadeira num assento para crianças mais crescidas comerem à mesa com os adultos.

    Este tipo de cadeira não se ajusta a qualquer outra posição e não se fecham. Têm tampos fixos; uma vezes de madeira e outras vezes em plástico, o que pode dificultar a sua limpeza. Geralmente é necessário colocar um assento almofadado, para dar mais conforto à criança, que é vendido separadamente. As costas da cadeira são direitas, o que a torna pouco aconselhável para crianças muito pequenas.

    Muitas cadeiras deste tipo não têm cintos de segurança, se for esse o caso compre um cinto de segurança separadamente e adapte-o à cadeira.

    Cadeira de «restaurante»

    As cadeiras de «restaurante» são pequenas, com assentos em tecido ou em plástico, fáceis de lavar e assentes sobre uma estrutura de metal que se prende à mesa. Dobram-se facilmente e cabem em qualquer local, mas precisam de um cinto de segurança separado.

    São muito úteis para usar de vez em quando, mas não diariamente. Também deve ter em consideração o tipo de mesa à qual a prende na medida em que a mesa pode não ser forte o suficiente para a aguentar.

    Cadeira de mesa de viagem

    Trata-se de uma cadeira em tecido forte e próprio que se coloca e ajusta em quase todas as cadeiras de mesa de jantar, permitindo aos bebés com seis meses ou mais sentarem-se segura e comodamente à mesa com os adultos.

    O tecido enfia-se pelas costas da cadeira e depois ou prende-se ou amarra-se à volta do bebé de modo a segurá-lo confortavelmente.

    Este material cabe perfeitamente num saco de mão e é muito útil para viajar, mas não para ser usado diariamente.

    Cadeiras de reforço e mecanismos de elevação

    Chega uma altura em que o seu filho se torna demasiado grande para uma cadeira de mesa própria, mas ainda não pode usar normalmente as cadeiras de mesa para adultos. A solução é ter uma cadeira de reforço, que também é ideal no caso de não ter muito espaço.

    São cadeiras feitas em plástico moldado que se seguram a uma cadeira de mesa normal, elevando deste modo a criança até à mesa. Existe este tipo de cadeiras em versões portáteis, fáceis de fechar que são ideais para viajar.

    O inconveniente deste tipo de cadeira consiste no facto de não terem e, ser difícil encontrar maneira de lhes colocar um cinto de segurança. Porém estas cadeiras são apenas aconselháveis para crianças que já se seguram e mantém sentadas sem dificuldade e em segurança. A sua maior vantagem é poderem ser facilmente retiradas das cadeiras e arrumadas sem dificuldades no intervalo das refeições.

    Outra solução consiste ainda em comprar um mecanismo, em material plástico resistente que se ajusta às pernas das cadeiras da cozinha ou da sala de jantar, elevando-as até á altura ideal para o seu filho chegar à mesa.

    Cadeiras de berço e de baloiço

    Este tipo de cadeira é aconselhável para bebés pequenos proporcionando uma alternativa ao berço, à alcofa ou ao chão. São fáceis de transportar de quarto para quarto e porque seguram um bebé com uma ligeira inclinação, este pode observá-la enquanto realiza as suas tarefas domésticas.

    Existem dois tipos: A cadeira berço e a cadeira baloiço.

    A cadeira berço

    São muito práticas. São feitas de metal resistente e forradas em tecido, com assento reclinável apenas numa posição. O movimento do bebé faz com que a cadeira balance ligeiramente. São aconselháveis para bebés que pesem até cerca de 10 kg e pode comprar brinquedos que se prendem á parte da frente da cadeira.

    Cadeira baloiço

    Constituem uma versão mais sofisticada da cadeira berço, mas com um apoio mais firme e são mais almofadadas. Têm um assento grande e almofadado, são reclináveis para várias posições e têm facilidade em balouçar, se não forem trancadas em determinada posição.

    Geralmente são vendidas com uma pega para as transportar e com um tampo em plástico para a comida e brinquedos que é amovível. Este tipo de cadeira também pode ser utilizado como uma cadeira baixa para um bebé até cerca dos dezoito meses.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    Working...
    X