Comunicação

Collapse
No announcement yet.

slot_topleaderboard_post

Collapse

CUIDADO - Pedidos de Ajuda

Collapse
X
  • Filtrar
  • Tempo
  • Mostrar
Clear All
new posts

  • CUIDADO - Pedidos de Ajuda

    Olá a todas,
    É com apreensão que vejo novamente os ânimos exaltados em várias mensagens, particularmente nas mensagens de Pedido de Ajuda que estranhamente se tornaram bastante frequentes.

    Gostaria que salvaguardar que alguns destes pedidos de ajuda poderão eventualmente ser verdadeiros.
    No entanto, uma vez que estatisticamente cerca de 90% (com tendência a aumentar) deste tipo de mensagens são fraudes feitas por "scammers" (vigaristas) gostaria de deixar aqui alguns alertas:

    • Os esquemas fraudulentos de um "Scammer" partem de um principio muito simples: "basta enganar 1 em cada 100 utilizadores que já valerá a pena". A maioria das pessoas já está alerta para este comportamento e por isso o "bombardeamento" noutros locais e sites, com outros nomes e esquemas elaborados é apenas para apanhar mais pessoas na rede e aumentar o grau de dúvida na mente de quem pode cair na teia.
      "Será que é verdadeiro? Ficarei com problemas de consciência se não ajudar pois um dia pode suceder-me a mim...". É exactamente isto que os "Scammers" pretendem que pensem!
      Isto significa que normalmente serão enganadas apenas 1 vez mas é tudo o que os "Scammers" precisam para continuar (como diz um conhecido ditado "a sucker is born every minute" = "em cada minuto nasce um novo otário" ).
    • Normalmente, os "scammers" dão respostas evasivas às tentativas de contactos directos pois sabem que serão desmascarados. Normalmente a ajuda é para “alguém conhecido mas que está longe”, com uma história terrível, totalmente exposta mas que não pode dar a cara, etc. Em suma, comportamentos muito inconsistentes. Basta puxar um pouco a corda para se detectar uma história com falhas... Peçam para se encontrarem em grupo com a pessoa que pede ajuda e verão que 9 em cada 10 vezes terão respostas evasivas.
    • Normalmente, quando são descobertos evitam o conflito e partem para a próxima: desaparecem tão rápidamente como apareceram. É um jogo de estatísticas e por isso não vão chorar sobre o leite derramado.
    • Quem passa o dia no computador normalmente não tem dificuldades financeiras de maior. Caso contrario tentaria trabalhar, estudar, enfim fazer algo que ajudasse a ultrapassar as dificuldades. Por vezes as histórias que vejo são de pessoas com tantas, tantas dificuldades e com filhos pequenos (a que é obviamente muito difícil resistir) que não teriam possibilidade de comprar o que fosse para além de comida e roupa. Qualquer mãe (e os pais também, nada de discriminações...) saberá que é impossível passar um dia ao computador com um bebé ao pé.
    • A associação a um ser indefeso (um bebé, um gatinho, etc) é exactamente um dos mecanismos mais eficazes de baixar qualquer defesa. Não é por acaso que muitas pedintes andam sempre com bebés ao colo e que rodam entre si para maximizar o impacto. Já foram feitas muitas reportagens na nossa televisão sobre os "pedintes profissionalizados" e que deixam qualquer um com uma sensação amarga na boca. Na Internet é ainda mais fácil...
    • Os registos recentes especificamente para dizerem bem da pessoa ou de um produto (estes em particular já apanhei muitos aqui no fórum...) são obviamente de desconfiar.
    • Podem pesquisar na Internet pela palavra SCAM/SCAMMERS muitos outros links que as ajudarão a identificar comportamentos de risco e prevenir aldrabices.



    Pedidos legítimos

    • Normalmente, quem realmente precisa de ajuda não recorre a esquemas pouco claros. Já passou a fase da "vergonha" e não tem pruridos em pedir directamente ou a instituições dando a cara quando é preciso.
    • É muito raro utilizar a Internet. É normalmente mais recatado, vai aos locais certos e foca na qualidade e não na quantidade. Sabe que o contacto directo com quem pode ajudar é o melhor cartão de visita.
    • Vejam a diferença nos comportamentos por exemplo de uma mamã que precisa de ajuda por alguma questão verídica: não esconde, dá referências para confirmação e sabe que o que está a pedir poderia ser mal interpretado se não for muito claro.
    • O meu conselho, investiguem bem que ajudam e não dispersem os vossos esforços. Identifiquem alguém que precisa de ajuda, acompanhem e ajudem esse alguém a se levantar e estarão a ser muito mais eficazes. Alternativamente poderão sempre canalizar as vossas ajudas para as instituições que ao longo dos anos têm merecido a nossa confiança por ajudarem terceiros.


    (quem quiser contribuir para este aviso, com acções de prevenção específicas, será muito bem vinda (enviem-me via PM por favor).

    Cumprimentos

    Administrador do Forum

slot_bottomleaderboard_post

Collapse
Working...
X