Comunicação

Collapse
No announcement yet.

slot_topleaderboard_post

Collapse

Gravidez Gemelar 6 semanas, só 1 placenta e 1 saco

Collapse
X
  • Filtrar
  • Tempo
  • Mostrar
Clear All
new posts

  • Gravidez Gemelar 6 semanas, só 1 placenta e 1 saco

    Olá,

    Desta vez venho ca pedir uma ajuda, nao para mim mas para uma pessoa muito proxima.

    Ela fez a eco esta semana, e estava de 6 semanas e 3 dias, descobriu-se que é uma gravidez gemelar e que só tem uma placenta e 1 saco, com 2 embriões.
    A GO explicou que pode haver 1 perda de 1 é que vai repetir a eco às 10 semanas, que essa perda acontece em 50% dos casos
    Gostaria de saber da vossa experiencia, como foi, e se conhecem casos identicos.
    A GO explicou que esta situação, é a que acarreta mais risco.
    Pf esclareçam-me.
    Felicidades para todas,
    Sónia, Pedro David e João Dinis


  • #2
    Olá!

    A gravidez anterior à do meu filho foi gemelar, igual à da tua amiga. É uma monocoriónica (1 placenta) monoamniótica (1 bolsa). São gravidezes complicadas por vários motivos...

    - Formação de fetos unidos.

    - Feto acárdico: que é uma malformação complexa associada aos gêmeos monozigóticos, monocoriônicos, na qual um dos gêmeos apresenta anormalidade grave envolvendo cabeça e parte superior do corpo, com coração rudimentar ou ausente. Ocorre em 1:100 gêmeos monocoriônicos. Sem tratamento, o feto sadio morre em até 75% dos casos.

    - Síndrome de Transfusão feto-fetal: é uma complicação das gestações múltiplas monocoriônicas e é definida pela ultra-sonografia como a presença combinada de polidramnia em uma das bolsas e oligodramnia na outra, em gestações monocoriônicas e diamnióticas, ocorrendo em aproximadamente 5,5 a 17,5% de todas as gestações monocoriônicas.

    - A morte de um dos fetos é risco para o feto que permanece vivo no caso de gestação gemelar monocoriônica, provavelmente devido à presença de anastomoses vasculares entre as circulações dos dois fetos.

    - Morte por entrelaçamento dos cordões umbilicais.

    Estes são os factos e a minha gravidez, como tantas outras, terminou com morte dos embriões às 7 semanas, com expulsão provocada às 9 semanas.

    NO ENTANTO, sublinho que cada caso é um caso e que, mesmo considerando as hipóteses de 50% para o mau, existem 50% de hipóteses para o correr bem. Por isso, mesmo ciente dos riscos, desejo que a tua amiga mantenha a fé em Deus e na Sua capacidade de a proteger, juntamente com os bebés. Boa sorte!

    Comentar


    • #3
      Olá... eu tenho gémeos, gravidez monocoriónica e monoamniótica.
      Correu tudo bem, tive de fazer o dobro das ecos, nasceram às quase 35 semanas por início de Síndrome da Transfusão Feto-Fetal (STFF).
      Estão cá os dois!
      Mantém-te calma, não faças esforços, e pensamento positivo, não te ponhas a pensar, nem a fazer pesquisas na internet.
      Madrinha: 2small

      Comentar


      • #4
        Obrigada.
        Squish, com quantas semanas soubeste que era uma gravidez gemelar monocoriónica e monoamniótica?
        Quem é o teu GO e onde foste seguida?
        Bjinhos,
        Sónia, Pedro David e João Dinis

        Comentar


        • #5
          Ola!

          parabens pela gravidez!

          olha no blog http://ojardimdaestrela.blogspot.com/ tens relatado um caso de sucesso. Um daqueles que correu mal o que tinha de correr mas conseguiram resolver. a mae deste blog (que ate ja deu um livro) tambem andou aqui pelo PB em tempo (Mallu).

          Beijinhos
          Rute

          O meu parto de 14 dias
          Bebes e Mamas marcianas de 2008
          Foram 25 meses, 2 semanas e 4 dias de maminha com muito amor (mamou a ultima vez a 22 de Abril 2010). CIA congénita, encerrada por cateterismo aos 4 anos e 5 meses.
          CIA congénita... Um operado, outro à espera que feche...

          Comentar


          • #6
            Sonia, no meu caso nunca tive gémeos mas sou gémea duma gravidez gemelar monocoriónica e monoamniótica.

            Como disseram e bem as meninas é mais complicado mas existe sucesso.
            A minha mãe teve de ser mt vigiada (isso há quase 34 anos) e esteve mesmo internada a partir da 13ªs. Nos nascemos as 27s mt pequeninas, eu tive 950gr e a minha mana 650gr mas sobrevivemos as duas


            Comentar


            • #7
              Obrigada pelas respostas.

              A GO dela é a Dra. Sara Valadares da MAC e da Luz.

              Aconselhou-a a fazer a eco das 12 semanas (mais ao menos a 10/10) na Medmulher ou na Clinica de Entrecampos e deu-lhe o nome de alguns medicos que serao mais especializados em gravidez gemelar.

              Voces conhecem essas clinicas, podem aconselhar?

              Bjinhos,
              Sónia, Pedro David e João Dinis

              Comentar


              • #8
                A Dra Elsa Dias e a Dra Teresinha são ambas médicas da MAC cuja especialidade são precisamente as gravidezes gemelares.

                Na MedMulher tens o Dr Álvaro Cohen (que também trabalha na MAC e sei que a Dra Elsa Dias acha ser o melhor ecografista).

                Comentar

                slot_bottomleaderboard_post

                Collapse
                Working...
                X