Comunicação

Collapse
No announcement yet.

slot_topleaderboard_post

Collapse

Gémeos 18 meses - Atraso Desenvolvimento Motor

Collapse
X
  • Filtrar
  • Tempo
  • Mostrar
Clear All
new posts

  • Gémeos 18 meses - Atraso Desenvolvimento Motor

    Boa tarde a todos,
    Costumo acompanhar o fórum mas é a primeira vez que participo. Peço desde já desculpa pelo testamento

    Sou mãe de gémeos com 18 meses e venho em busca de algumas opiniões ou experiências que me ajudem a compreender se as minhas preocupações têm fundamento.

    Eles nasceram prematuros, com 31 semanas, 1165kg e 1355kg. Ficaram internados 2 meses, com as complicações habituais e desde que vieram para casa têm sido saudáveis. Estão no colégio desde os 8 meses.

    Desde cedo percebemos que o desenvolvimento do André, sobretudo em termos motores, era bastante mais lento do que o do Rui. Mas nunca demos muita importância a isso, até porque sabíamos que eles não iam ser iguais e que não os devíamos comparar.
    Só que isto foi-se agravando cada vez mais e agora é motivo de grande preocupação.

    Vou tentar resumir: o André ainda não anda, desloca-se a rastejar (nunca gatinhou), levanta-se agarrado às coisas mas sempre em bicos de pés, senta-se todo inclinado para a frente, desequilibrando-se com muita facilidade, dá uns passinhos agarrado às nossas mãos mas sempre em bicos de pés e a cruzar as pernas. Notamos que ele tem muita força nos braços e nas pernas, mas tem muito pouca flexibilidade, o que lhe dificulta uma série de movimentos.
    Do ponto de vista da compreensão e expressão parece-nos que está tudo dentro do “normal”: compreende perfeitamente o que lhe dizemos, diz mama, papa, olá, já tá, faz adeus, manda beijinhos, bate palminhas, tenta imitar tudo o que fazemos, aponta várias partes do corpo, etc. É muito sociável e simpático.

    Ele está a ser seguido pela pediatra, pelas consultas de baixo peso no hospital e, mais recentemente, em consultas de desenvolvimento. Todos os médicos acham que ele tem de facto um atraso no desenvolvimento motor, provavelmente consequência da prematuridade, mas nada de preocupante. Entretanto foi encaminhado para Alcoitão, para fazer algumas sessões de fisioterapia, principalmente para ajudar a combater a falta de flexibilidade.

    Em Alcoitão acharam que ele devia ser visto por um neurologista, de forma a garantir que não há nenhum problema a nível neurológico. Falaram-nos pela primeira vez da hipótese dele ter algum tipo de paralisia cerebral, muito moderada.

    Neste momento estamos à espera que comece a fisioterapia e temos consulta de neuropediatria daqui a 2 semanas.

    Tenho o coração apertadinho…
    Alguém quer partilhar experiências idênticas ou alguma opinião?

    Obrigado e mais uma vez desculpem o testamento, mas tentei explicar o melhor possível.

slot_bottomleaderboard_post

Collapse
Working...
X