Comunicação

Collapse
No announcement yet.

slot_topleaderboard_post

Collapse

*****Estrelinhas das Mamãs de Dezembro 2008*****

Collapse
X
  • Filtrar
  • Tempo
  • Mostrar
Clear All
new posts

  • *****Estrelinhas das Mamãs de Dezembro 2008*****

    Actualização da lista (18/01/2009 às 14:00)

    As mamãs de Dezembro de 2008 e os seus bebés:

    Sofiasabino - Bernardo - 7/10/2008 às 8:00 com ??
    Susana77 - Lara - 8/11/2008 às 11:51 com 4,650 Kg e 51 cm
    fipa.78 - Guilherme - 21/11/2008 às 1:35 com 2,545 Kg e ? cm
    Cascais - Gabriel - 26/11/2008 às 5:10 com ??
    MissTia - Afonso - 26/11/2008 às 12:45 com 3,460 Kg e 51 cm
    Xanalen - Margarida - 26/11/2008 às 15:30 com 3,010 Kg e 48,5 cm
    Ana Vieira - João Pedro - 29/11/2008 às 11:49 com 2,945 Kg e 48 cm
    Veneza - Afonso - 1/12/2008 às 4:04 com 3,075 Kg e 49 cm
    Bela123 - Bruno - 1/12/2008 às 8:25 com 2,950 Kg e ? cm
    Caty81 - Lara - 2/12/2008 às 00:50 com 3,640 Kg e 50,5 cm
    Susy.m2 - Beatriz - 2/12/2008 às 17:30 com 2,750 Kg e ? cm
    Blueeyes77 - Beatriz - 2/12/2008 às 17:30 com 3,162 Kg e 47 cm
    Beuzinha - Catarina - 2/12/2008 às ? com 3,050 Kg e ? cm
    Carochinha81 - Carlota - 3/12/2008 às 19:45 com e 2,620kg e 47,5 cm
    Janeka - Gabriel - 4/12/2008 às 6:47 com 3,550 Kg e 49 cm
    Caacardoso - Vasco - 4/12/2008 às 9:16 com 3,310 Kg e 50 cm
    Patricia12 - Beatriz- 4/12/2008 às 19:10 com 3,090 kg e 47,10 cm
    BiecasBiju - Bernardo- 5/12/2008 às 11:22 com 4,090 kg e 51 cm
    Pinky_AR - Maria João- 6/12/2008 às 19:24 com 3,570 kg e ? cm
    NanaCaldeira - David - 7/12/2008 às 2:48 com 3,575 kg e 50 cm
    Jane & Cia - Clara - 7/12/2008 às 6:15 com 2,750 kg e 45 cm
    Sophiajt - Samuel - 7/12/2008 às 10:16 com 3,200 kg e ? cm
    Vonny - Laura - 7/12/2008 às 21:52 com 3,400 kg e ? cm
    Nicoletta - Lara Beatriz - 8/12/2008 às 22:51 com 3,625 Kg e 50 cm
    Esposa de V1rotate - Mariana- 10/12/2008 às ? com 2,600 kg e ? cm
    Ritinha79 - Rodrigo- 10/12/2008 às 22:43 com 3,710 Kg e 51,5 cm
    margherita - Mara- 11/12/2008 às 00:55 com 2,969 kg e ? cm
    msampaio - Maria Inês - 11/12/2008 às 3:30 com 2,900 Kg e 46 cm
    bcampanico - Margarida- 11/12/2008 às 17:15 com 2,780 kg e 46,5 cm
    anita- Laura - 11/12/2008 às 20:17 com 3,500 Kg e ? cm
    ailec - Afonso - 12/12/2008 às 12:45 com 2,750Kg e 48 cm
    agbcl - Inês - 12/12/2008 às 14:00 com 2,980 Kg e ? cm
    vera pedro - Tomás - 13/13/2008 às 1:37 com 3,150 Kg e ? cm
    Lpereira- Clara - 14/12/2008 às 11:07 com 2,850 Kg e 47,5 cm
    Kikarato - Rodrigo - 14/12/2008 às 13:13 com 2,680 Kg e ? cm
    MLC - Sofia - 14/12/2008 às 20:43 com 2,700 Kg e ? cm
    mariajoaom - Matilde - 15/12/2008 às 14:06 com 3,460 Kg e 49,5 cm
    mamã ligia - Rodrigo - 16/12/2008 às 16:12 com 2,600 Kg e 47,5 cm
    Carla R. - ? - 18/12/2008 às 0:45 com ? Kg e ? cm
    ilhagui - Inês - 19/12/2008 às 17:23 com 3,260 Kg e 51 cm
    elis@bete - Renata - 19/12/2008 às 18:43 com 4,250 Kg e 50 cm
    Casy - Rafael - 20/12/2008 às 12:46 com ? Kg e ? cm
    Patims - Inês - 21/12/2008 às 10:13 com 3,300 Kg e 49 cm
    VRute - Tomás - 21/12/2008 às 12:40 com 3,420 Kg e 50,5 cm
    Futura Mamã- Leonor - 21/12/2008 às 15:20 com 2,970 Kg e ? cm
    anameg - Laura - 21/12/2008 às 17:00 com 2,980 Kg e 47,5 cm
    lsoares - Emma - 22/12/2008 às 7:34 com 3,390 Kg e 50 cm
    LiaRibeiro - Diogo - 23/12/2008 às 15:02 com 2,230 Kg e 47 cm - Pedro às 15:05 com 2,320 Kg e 46 cm
    Green - Matias - 23/12/2008 às 19:21 com 4,060 Kg e 51 cm
    Taniass - Maria Inês - 23/12/2008 às 20:05 com 3,480 Kg e 48 cm
    Ana Rosa - Beatriz - 27/12/2008 às 5:50 com 3,100 Kg e 50 cm
    Supermama - Afonso - 28/12/2008 às 11:50 com 3,630 Kg e 50,5 cm
    MamaSara - Eva - 29/12/2008 às 23:55 com 3,300 kg e 49 cm
    Isabelmrjc - Ana - 31/12/2008 às 19:41 com 3,875 Kg e 50,5 cm
    edna - Leonor - 01/01/2009 às ? com ? Kg e ? cm
    FMD - Rafael- 02/01/2009 às 2:47 com 3,175 Kg e 49,5 cm
    Sarafofa1 - Afonso - 05/01/2009 às 18:05 com 3,295 kg e 48 cm


    Existem 58 bebés. :bounce:


  • #2
    RE:

    QUERO AQUI DEIXAR OS PARABÉNS ÀS MAMÃS E BEBÉS DE DEZEMBRO DE 2008, POR UMA MAMÃ E UM BEBÉ DE DEZEMBRO DE 2007.

    Comentar


    • #3
      RE:

      Olá meninas e papá!!

      E assim está aberto o nosso novo cantinho!! Espero que corra tão bem como o anterior embora agora seja um pouco mais complicado passarmos horas a fio por aqui como acontecia antes!!

      De qq forma, tagarelas como somos acredito que vai correr mto bem.

      Sejam todos mto bem vindos. Para todas os que já têm as Estrelinhas no colo, desejo uma felicidade tão grande como a que eu sinto!!!

      E agora minhas lindas...força nos deditos para teclar!! Cá estaremos todas para nos ajudarmos umas ás outras como tem acontecido até aqui.

      :angelpnk: Beijocas Grandes:angelpnk:

      Comentar


      • #4
        RE:

        Inserido Inicialmente por elsa29
        QUERO AQUI DEIXAR OS PARABÉNS ÀS MAMÃS E BEBÉS DE DEZEMBRO DE 2008, POR UMA MAMÃ E UM BEBÉ DE DEZEMBRO DE 2007.
        Mto obg. Sp que quiseres vem até ao nosso cantinho!! Gostamos de receber visitas, ahahaha!!!

        :angelpnk: Bjos Grandes:angelpnk:

        Comentar


        • #5
          RE:

          Olá!!
          Pois é! Que maravilha! Tantos babies de Dezembro que já vieram conhecer o mundo
          Sejam todos muito bem-vindos e que percorram um caminho iluminado e cheio de felicidade!
          Parabéns às mamãs e as rápidas melhoras e parabéns tb aos papás!
          Espero fazer parte desta lista mais lá para o fim do mês

          Beijinhos agora às ex-barrigudinhas mailindas
          __________________________________________________ ______

          DPP: Natal mas nasceu dia 2 de Janeiro de 2009
          Madrinhas: Ailec e jeaniegenio | Afilhada: Casy

          Comentar


          • #6
            RE:

            Inserido Inicialmente por FMD
            Olá!!
            Pois é! Que maravilha! Tantos babies de Dezembro que já vieram conhecer o mundo
            Sejam todos muito bem-vindos e que percorram um caminho iluminado e cheio de felicidade!
            Parabéns às mamãs e as rápidas melhoras e parabéns tb aos papás!
            Espero fazer parte desta lista mais lá para o fim do mês

            Beijinhos agora às ex-barrigudinhas mailindas
            Vamos ficar aqui á espera de todas!!!! Só descansamos qdo não faltar nem uma!!!

            :angelpnk: Bjos:angelpnk:

            Comentar


            • #7
              RE:

              Olá!

              Gostaram da lista que fiz para sabermos os bebés que já nasceram?
              Enquanto puder vou actualizando e envio por PM à Susana77, mas quando estiver ausente actualizarás tu, Susana77. Ok?


              Ah! Gosto do nome do tópico.

              Beijinhos.

              Espero fazer parte da lista em breve...


              Madrinha: Sarafofa1 - o Afonso nasceu no dia 05/01/2009

              Afilhada: FMD - o Rafael nasceu no dia 02/01/2009

              Comentar


              • #8
                RE:

                Informações úteis





















                para conversar com as mamãs:







                co_freitas at hotmail dot com - blueeyes







                lsoares_rsousa at hotmail dot com - lsoares







                aritinhaurelio at sapo dot pt - ritinha79







                tanias_silva at hotmail dot com - tanias







                ssofia_neves at hotmail dot com - sophiajt







                kikarato at hotmail dot com - kikarato







                andreiacastrolopes at hotmail dot com - agbcl







                bcampanico at hotmail dot com - bcampanico







                sara22 at netvisao dot pt - carochinha81







                danielaandreia at gmail dot com - green







                joanarodrigues88 at hotmail dot com - janeka







                ligpereira at hotmail dot com - lpereira







                reismaria21 at hotmail dot com - mariajoaom







                criscimeafonso at hotmail dot com - miss tia







                marisalcruz at hotmail dot com - MLC







                vandaoliveira at clix dot pt - nana caldeira







                patricia_correia12 at hotmail dot com - patricia12







                patricia.silva at mail dot pt - patims







                aritasribeiro at hotmail dot com - Pinky







                pereira-sara at hotmail dot com - sarafofa1







                vera.pedro at sapo dot pt - verapedro







                dias_veronica at hotmail dot com - vonny







                catarinaaacardoso at hotmal dot com - caacardoso







                vrute23 at hotmail dot com - vrute







                fazedoresdemundos at gmail dot com















                Links :











                um método para acalmar o bebé q chora:



                http://www.youtube.com/watch?v=OPWFXJAZofM







                reconhecer o tipo de linguagem dos bebés (dunstan baby language):



                http://www.veoh.com/videos/v910865YY3TMwrp







                fórum saúde infantil:



                http://pediatria . phpbb . net/ (sem espaços!)











                problemas e rotinas de sono:



                http://www.askdrsears.com/html/7/T070100.asp







                ************************************************** ***************************











                signos















                Sol em Sagitário







                Você é uma pessoa que adora se divertir e jogar. É espirituosa e agitada e precisa gastar muito tempo ao ar livre para liberar sua energia. Porque deseja profundamente se sentir livre, poderá ser difícil aceitar as restrições que os adultos desejam impor a você.







                Você quer liberdade para fazer as amizades que desejar, e não deixará que as pessoas ditem regras a respeito disso.







                Você é muito curiosa e quer saber a resposta para todas as perguntas que surgem em sua mente. Quando crescer, terá interesse em saber como o universo funciona da forma mais ampla.







                Você é alegre e positiva, e as pessoas gostarão de sua companhia.



















                Sol em Capricórnio







                Você é muito mais séria do que as pessoas de sua idade. Por um lado, gosta de ser levada a sério e de ter responsabilidade, e por outro, quando vê que outras pessoas de sua idade não têm tantas responsabilidades, as inveja.







                Você poderá desenvolver um senso de humor bastante estranho e incomum. Com piadas e humor, você demonstra que reconhece a seriedade da vida, mas também escapa de seus efeitos esmagadores.







                Quando crescer, irá desejar ser importante e conseguir chegar a um ponto onde todos poderão reconhecer sua marca. Você é ambiciosa em tudo o que faz e trabalhará duro para ser melhor que os outros.







                Muito prática, você sempre se pergunta para que servem as coisas.















                recognising a babies cries







                Tired or overtired



                Listen



                Starts as cranky irregular frequency fussing but if not stopped quickly escalates to an overtired cry: first 3 short wails followed by a hard cry, then 2 short breaths and a longer, even louder cry. Usually they cry and cry and if left alone will fall asleep.



                Observe



                Blinks, yawns. If not put to bed, physical signs can include back arching, legs kicking and arms flailing, may grab own ears or cheeks and scratch face (a reflex); if you are holding him, squirms and tries to turn into your body. If he continues to cry his face will become bright red.



                Of all the cries the most often misinterpreted for hunger. Therefore pay close attention to when it occurs. It may come after playtime or after someone has been cooing at baby. Squirming is often mistaken for colic.







                Overstimulated



                Listen



                Long hard cry. Similar to overtired.



                Observe



                Arms and legs flail; turns head away from light; will turn away from anyone trying to play with him.



                Usually comes when baby has had enough playing an adult keeps trying to amuse him.







                Needs a change of scene



                Listen



                Cranky fussing that starts with noises of annoyance rather than outright cries.



                Observe



                Turns away from object placed before her; plays with fingers



                If it gets worse when you change position then she might be tired and needs a nap.







                Pain/Wind



                Listen



                Unmistakable shrill high-pitched scream that comes without warning; may hold breaths between wails and start again.



                Observe



                Whole body tenses and become rigid, which perpetuates the cycle, because the air can’t pass; pulls knees upward to chest, face is scrunched in an expression of pain, tongue wiggles upward, like a little lizard.



                All newborns swallow air, which can cause wind. Throughout the day you’ll hear a tiny, squeaky wincing sound in the back of the throat – that’s air swallowing. Wind can also be caused by irregular feeding patterns.







                Hunger



                Listen



                Slight cough like sound in the back of the throat; then out comes the first cry. It short to begin with then more steady: waa, waa, waa rhythm.



                Observe



                Baby starts to subtly lick her lips and then ‘root’ – tongue starts coming out and turns head to side; pulls fist toward mouth.



                The best way to discern hunger is look at when baby last ate. If she’s on EASY it removes some the guesswork.







                Too cold



                Listen



                Full-out crying with bottom lip quivering.



                Observe



                Tiny goose bumps on skin; may shiver; cold extremities; skin can sometimes have a bluish tinge.



                Can happen with a newborn after a bath or when you’re changing and dressing her.







                Too hot



                Listen



                Fussy whine that sounds more like panting, low at first, about five minutes; if left alone will eventually launch into a cry.



                Observe



                Feels hot and sweaty; flushed; pants instead of breathing regularly; may see red blotchiness on baby’s face and upper torso.



                Different from fever in that cry is similar to a pain cry; skin is dry, not clammy. (Take temperature to be sure)







                Where’d you go? I need a cuddle



                Listen



                Cooing sounds suddenly turns into short waas that sound like a kitten; crying disappears the minute baby is picked up.



                Observe



                Looks around, trying to find you.



                If you catch this straight away you may not need to pick baby up (pat on back, soft words of reassurance).







                Overfeeding



                Listen



                Fussing, even crying after a meal.



                Observe



                Spits up frequently



                This often occurs when sleepiness and overstimulation are mistaken for hunger.







                Bowel movement



                Listen



                Grunts or cries when feeding



                Observe



                Squirms and bears down; stops nursing; has bowel movement.



                May be mistaken for hunger. Mum often thinks she’s ‘doing something wrong’.



                recognising a babies cries







                Tired or overtired



                Listen



                Starts as cranky irregular frequency fussing but if not stopped quickly escalates to an overtired cry: first 3 short wails followed by a hard cry, then 2 short breaths and a longer, even louder cry. Usually they cry and cry and if left alone will fall asleep.



                Observe



                Blinks, yawns. If not put to bed, physical signs can include back arching, legs kicking and arms flailing, may grab own ears or cheeks and scratch face (a reflex); if you are holding him, squirms and tries to turn into your body. If he continues to cry his face will become bright red.



                Of all the cries the most often misinterpreted for hunger. Therefore pay close attention to when it occurs. It may come after playtime or after someone has been cooing at baby. Squirming is often mistaken for colic.







                Overstimulated



                Listen



                Long hard cry. Similar to overtired.



                Observe



                Arms and legs flail; turns head away from light; will turn away from anyone trying to play with him.



                Usually comes when baby has had enough playing an adult keeps trying to amuse him.







                Needs a change of scene



                Listen



                Cranky fussing that starts with noises of annoyance rather than outright cries.



                Observe



                Turns away from object placed before her; plays with fingers



                If it gets worse when you change position then she might be tired and needs a nap.







                Pain/Wind



                Listen



                Unmistakable shrill high-pitched scream that comes without warning; may hold breaths between wails and start again.



                Observe



                Whole body tenses and become rigid, which perpetuates the cycle, because the air can’t pass; pulls knees upward to chest, face is scrunched in an expression of pain, tongue wiggles upward, like a little lizard.



                All newborns swallow air, which can cause wind. Throughout the day you’ll hear a tiny, squeaky wincing sound in the back of the throat – that’s air swallowing. Wind can also be caused by irregular feeding patterns.







                Hunger



                Listen



                Slight cough like sound in the back of the throat; then out comes the first cry. It short to begin with then more steady: waa, waa, waa rhythm.



                Observe



                Baby starts to subtly lick her lips and then ‘root’ – tongue starts coming out and turns head to side; pulls fist toward mouth.



                The best way to discern hunger is look at when baby last ate. If she’s on EASY it removes some the guesswork.







                Too cold



                Listen



                Full-out crying with bottom lip quivering.



                Observe



                Tiny goose bumps on skin; may shiver; cold extremities; skin can sometimes have a bluish tinge.



                Can happen with a newborn after a bath or when you’re changing and dressing her.







                Too hot



                Listen



                Fussy whine that sounds more like panting, low at first, about five minutes; if left alone will eventually launch into a cry.



                Observe



                Feels hot and sweaty; flushed; pants instead of breathing regularly; may see red blotchiness on baby’s face and upper torso.



                Different from fever in that cry is similar to a pain cry; skin is dry, not clammy. (Take temperature to be sure)







                Where’d you go? I need a cuddle



                Listen



                Cooing sounds suddenly turns into short waas that sound like a kitten; crying disappears the minute baby is picked up.



                Observe



                Looks around, trying to find you.



                If you catch this straight away you may not need to pick baby up (pat on back, soft words of reassurance).







                Overfeeding



                Listen



                Fussing, even crying after a meal.



                Observe



                Spits up frequently



                This often occurs when sleepiness and overstimulation are mistaken for hunger.







                Bowel movement



                Listen



                Grunts or cries when feeding



                Observe



                Squirms and bears down; stops nursing; has bowel movement.



                May be mistaken for hunger. Mum often thinks she’s ‘doing something wrong’.



















                ************************************************** ******************************











                os feitios dos bebés:







                The Angel baby.







                As you might expect, this is the kind of baby every first-time pregnant woman imagines herself to have: good as gold. Pauline is such a baby – mellow, eternally smiling, and consistently undemanding. Her cues are easy to read. She’s not bothered by new surroundings, and she’s extremely portable – in fact, you can take her anywhere. She feeds, plays and sleeps easily, and usually doesn’t cry when she wakes up. You’ll find Pauline babbling in her crib most mornings, talking to a stuffed animal or just amusing herself by staring at a stripe on the wall. An Angel baby often can calm herself down, but if she gets a little overtired, perhaps because her cues were misread, all you have to do is snuggle her and tell her “I can see that you’re overtired”. Then, turn on a lullaby, make the room nice and dim and quiet, and she will put herself to sleep.







                The Textbook baby.







                This is our predictable baby, and as such, he’s fairly easy to handle. Oliver does everything on cue, so there are few surprises with him. He reaches all the milestones right on schedule – sleeps through the night by three months, rolls over by five, sits up by six. He’ll have growth spurts like clockwork – periods during which his appetite will suddenly increase because he’s putting on extra body weight or making a developmental leap. Even as young as a week, he can play on his own for short periods – fifteen minutes or so – and he’ll coo a lot and look around. And he smiles when someone smiles at him. Though Oliver has normal cranky periods, just like the books describe, he’s easy to calm. It’s not hard to get him to sleep, either.







                The Touchy baby







                For an ultra sensitive baby like Michael, the world is an endless array of sensory challenges. He flinches at the sound of a motorcycle revving outside his window, the TV blaring, a dog barking in the house next door. He blinks or turns his head away from bright light. He sometimes cries for no apparent reason, even at his mother. At those moments, he’s shouting (in his baby language), “I’ve had enough – I need some peace and quiet”. He often gets fussy after a number of people have held him, or after outings. He’ll play on his own for a few minutes, but he needs the reassurance that someone he knows well – Mum, Dad, a nanny – is close by. Because this type of baby likes to suck a lot, Mum may misread his cues and think he’s hungry when he’d do just was well on a dummy. He also nurses erratically, sometimes acting as though he’s forgotten how. At nap time and at night time, Michael often has difficulty falling asleep. Touchy babies like him easily get off schedule, because their system is so fragile. An extra-long nap, a skipped meal, and unexpected visitor, a trip, a change in formula – any of these can throw Michael for a loop. To calm the Touchy baby, you have to re-create the womb. Swaddle him tightly, snuggle him into your shoulder, whisper a rhythmic sh….sh….sh sound (like the splashing of fluid in the womb) close to his ear, and pat his back gently, mimicking a heartbeat. (This, by the way, will calm most babies, but it works especially well with a Touchy baby). When you have a Touchy baby, the quicker you learn his cues and his cries, the simpler life is. These babies love structure and predictability – no hidden surprises, thank you.







                The Spirited baby.







                This is a baby who seems to emerge from the womb knowing what she likes and doesn’t like, and she won’t hesitate to let you know it. Babies like Karen are very vocal and even seem aggressive at times. She often screams for Mum or Dad when she gets up in the morning. She hates lying in her own pee or poo, and she says “change me” by boisterously vocalising her discomfort. Indeed, she babbles a lot and loudly. Her body language tends to be a bit jerky. Karen often needs to be swaddled to get to sleep, because her flailing arms and legs keep her up and over stimulated. If she starts crying and the cycle is not interrupted, it’s like a point of no return, and her crying leads to more crying until she’s reached a fever pitch of rage. A spirited baby is likely to grab for her bottle at an early age. She’ll also notice other babies before they notice her, and as soon as she’s old enough to develop a good, firm grasp, she’ll grab their toys as well.







                The Grumpy baby







                I have a theory that babies like Gavin have been here before – they’re old souls, as we call them - and they’re not all that happy to be back. I may be wrong, of course, but whatever the reason, I assure you this type of baby is downright mardy, as we say in Yorkshire – he’s mad at the world and lets you know it. (My coauthor informs me that the Yiddish equivalent is farbissiner.) Gavin whimpers every morning, doesn’t smile much during the day, and fusses his way to sleep every night. His mum has a lot of trouble keeping baby-sitters, because they tend to take this little guy’s bad humour personally. He hated baths at first, and every time anyone tried to change or dress him, he was fidgety and irritable. His mother had tried to breastfeed him, but she had a slow letdown (the pace of milk working its way down and through the nipple), and Gavin was impatient. Even though she switched him to formula, feeding is still difficult because of his cranky disposition. To calm a Grumpy baby, it usually takes a patient mum or dad, because these babies get very angry and their cries are particularly loud and long. The sh…..sh…..sh has to be louder than the cry. They hate to be swaddled, and they certainly let you know it. If a Grumpy baby has reached a major meltdown, instead of shushing say “It’s okay, it’s okay, it’s okay” in a rhythm while gently swaying front to back.























                ************************************************** ******************************











                Os 25 mitos da pediatria - reportagem Expresso















                "Mudança. Conhecimentos inéditos sobre o desenvolvimento biológico estão a revolucionar os cuidados aos mais pequenos. A experiência foi substituída pela evidência científica e práticas outrora comuns são agora proscritas







                FUNDAMENTOS



                Teses de médicos portugueses



                As orientações da pediatria moderna são conhecidas em Portugal e estão adoptadas por muitos especialistas. O Expresso ouviu alguns pediatras com trabalhos publicados nesta área e com funções em hospitais públicos de referência. Entre eles, o chefe do Serviço de Pediatria do Hospital de Cascais, Luís Pinheiro; o presidente do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos, Anselmo da Costa; o neonatologista do Hospital de Santa Maria, António Simões de Azevedo; o presidente da Sociedade Portuguesa de Pediatria, Luís Januário, e o director da Pediatria Médica do Hospital de Dona Estefânia, Gonçalo Cordeiro Ferreira







                Os 25 mitos da pediatria



                A vida moderna está a obrigar as crianças a uma socialização precoce e artificial







                Música na gravidez



                Não é preciso nascer para ouvir. Hoje admite-se que o feto tem capacidades auditivas a partir das 12 semanas e guarda memória dos sons após o nascimento. Recomenda-se a audição de sons graves porque têm um efeito calmante e a música clássica está entre os estilos adequados. Os ritmos binários têm a vantagem acrescida de se assemelharem ao batimento do coração da mãe. Uma curiosidade: a cadência com que as mães embalam é igual ao seu ritmo cardíaco e é por isso que o bebé adormece mais facilmente.







                Aleitamento



                Evitar alimentos como laranjas, cebolas, leguminosas ou chocolates não diminui as cólicas no bebé. A alimentação da mulher deve ser variada desde a gestação porque está provado que o feto inicia o desenvolvimento das células sensíveis ao sabor às 14 semanas. Todos são unânimes sobre os benefícios da amamentação exclusiva até aos seis meses de vida do bebé e provou-se que estão erradas as teorias sobre a fraca qualidade do leite muito líquido ou que não escorre quando é deitado num copo. O aleitamento é prioritário e deve começar ainda na sala de partos.







                Esterilização



                Ferver ou esterilizar biberões e tetinas não é necessário se os pais lavarem frequentemente, e bem, as mãos. As doenças infecciosas são menos frequentes e em condições normais de habitabilidade e de higiene basta uma lavagem que elimine os resíduos.







                Alimentos



                É um erro excluir alimentos como peixe, gema de ovo, carne de porco e frutas nos primeiros tempos de vida. A selecção visava prevenir alergias, mas as organizações internacionais defendem que atrasar a diversificação alimentar, mesmo em alérgicos, não traz benefícios. Outro erro antigo: não se deve obrigar a comer nem negociar alimentos por alimentos - por exemplo, dar uma bolacha para compensar ter comido sopa - e os legumes e frutas devem estar sempre na mesa porque a sua presença influenciará a alimentação na vida adulta. No passado, os alimentos eram introduzidos com o aparecimento dos dentes e agora são recomendados aos quatro meses, quando não há amamentação.







                Suplementos alimentares



                Vitaminas para quê? A sociedade moderna caracteriza-se pela abundância e uma dieta equilibrada é suficiente. A excepção, sobretudo no primeiro ano de vida, é a vitamina D, que gerações reforçaram com ‘colheradas’ de óleo de fígado de bacalhau. A tradição tem sido recuperada sob outras formas: os ácidos gordos são decisivos na formação das membranas cerebrais e estão a ser redescobertos em óleos de peixes de profundidade.







                Peso



                Gordura não é formosura. Cada bebé tem o seu ritmo e as variações nem sempre são sinal de doença. Os pediatras afirmam que os pais modernos se preocupam em excesso com o crescimento e recomendam que pesagem e medição só sejam feitas nas consultas de rotina.







                Sono



                Não tem fundamento o medo de que os bebés deitados de costas podem sufocar no caso de bolçarem. Em situações normais, o corpo humano está preparado para evitar estas situações. O medo levou muitos pais a deitarem os recém-nascidos de barriga para baixo, mas hoje é reprovável e perigoso. É mandatório deitar os bebés de barriga para cima, pelo menos, até aos seis meses. Depois, é o próprio bebé que escolhe a posição mais confortável. O sono solitário foi estimulado por se acreditar que promovia a autonomia, mas não está provado.







                Morte súbita‘Abafar’ os bebés não é o perigo principal. A morte de crianças saudáveis por razões inexplicáveis continua a registar-se e estudos recentes têm evidenciado que é mais comum quando os pais são fumadores, em famílias monoparentais e quando o bebé é deitado de barriga para baixo.







                Choro



                As lágrimas são mais do que fome ou fralda molhada. Descobriu-se que os bebés são muito sensíveis a estímulos e também precisam de aliviar a tensão. Ou seja, às vezes basta deixar chorar um bocadinho para perceber a mensagem.







                Banho



                Esperar pela digestão para dar banho é um mito. A água utilizada está morna e não existe choque térmico, responsável pela congestão. Além disso, o leite é de fácil digestão. O banho deve ser um prazer e a regra é ‘água quanto baste e pouco produto de limpeza’, sobretudo com glicerina, porque seca e irrita a pele em demasia.







                Pele



                Pó de talco fora da lista. A limpeza exagerada é inimiga da pele e um banho seguido de uma loção hidratante é suficiente. Na zona da fralda é necessária parcimónia no uso de toalhetes, pois limpam a sujidade, mas também podem arrastar a camada superficial da pele. Quando a fralda só está molhada e não existe irritação não é necessário usar creme ou pastas sob risco de provocar uma sensibilização excessiva. E o pó de talco está fora de moda porque as partículas podem ser inaladas pelo bebé.







                Fralda



                O uso precoce do bacio está fora de questão. Os pediatras estão a recuperar a tradição de retirar a fralda só aos dois anos porque o controlo precoce do esfíncter pode, afinal, trazer problemas.







                Botas ortopédicas



                Não vale a pena olhar para os pés antes dos dois anos. A ortopedia moderna respeita as regras de crescimento do pé e da marcha das crianças e qualquer calçado que faça alguma contenção interfere com a evolução normal. É ponto assente que é o exercício e não o calçado ortopédico ou formativo que cumpre a missão fisiológica. Sempre que possível, as crianças devem andar descalças e usar sapatos que protejam apenas o tornozelo e o calcanhar.







                Creche



                A socialização, afinal, só começa aos três anos. Na sociedade actual mães e avós trabalham e os bebés vão para a creche cada vez mais cedo. Contudo, a maioria dos pediatras regressou ao passado para recomendar os cuidados dos avós até aos três anos. Argumentam que os ganhos de afecto compensam.







                Febre



                A temperatura não é doença. A maioria das crianças faz quatro dias de febre e não é preciso baixar a temperatura de imediato como querem os pais dos nossos dias. Os médicos alertam que a febre é muitas vezes é um mecanismo de defesa do organismo e que um sinal de serenidade é a criança continuar a brincar.







                Tosse



                Adeus ao xarope. Tossir é uma forma do corpo para eliminar secreções e melhorar a respiração. Trata-se de um sintoma e não de uma doença e nos primeiros anos de vida não são recomendados inibidores.







                Aerossóis



                São os grandes terapeutas do século XXI. Ajudam a respirar melhor, contudo, os médicos têm dúvidas sobre o que os próximos avanços podem revelar sobre a sua utilização.







                Ginástica respiratória



                Comum na década de 90 revelou-se desnecessária. Era usada para bronquiolites e hoje sabe-se que aumentam o cansaço e as dificuldades de respiração.







                Remédios caseiros



                Vivem-se tempos de medicação excessiva. As precauções sobre o uso de remédios estão na ordem do dia e a regra é recuperar remédios caseiros como o xarope de cenoura e os preparados com mel.







                Vacinas



                O calendário mudou. As crianças dos nossos dias são mais vacinadas - e dizem os pediatras, estão mais protegidas - e já não é preciso recomeçar do zero quando há atrasos muito grandes.







                Flúor



                As gotas outrora comuns foram trocadas pelos dentífricos. Actualmente, é promovida a lavagem cada vez mais precoce dos dentes, aliás, logo que a dentição aparece na vida do bebé.







                Brinquedos



                Quantos mais, pior. As crianças precisam de estimular a imaginação e para isso não podem ter muitos brinquedos para poderem explorá-los ao máximo, dando-lhe várias utilizações. Os pais devem guardar os presentes, optando pela distribuição ao longo do ano.







                Animais



                Os eternos amigos estão de volta. Após várias teorias sobre o risco acrescido de alergias, cães, gatos, pássaros e outros animais são desejáveis para o desenvolvimento da criança.







                Desporto



                O cloro não faz alergia. A prática desportiva é defendida para o desenvolvimento psicomotor e a natação volta a liderar as preferências. A qualidade da água das piscinas melhorou e os bebés podem nadar a partir do sexto mês de vida. Só é preciso limpar o cloro com um banho abundante e dar bastante água para minimizar a sua presença no estômago.







                Regras



                O ónus dos pais sobre a personalidade dos filhos está mitigado. Passou a ser admitido que há crianças difíceis que complicam a vida das famílias e que as regras são, por isso, indispensáveis. A negociação deve existir, mas sem rendição, em especial, dos pais."







                Texto Vera Lúcia Arreigoso



















                ************************************************** ********************************************















                :celebrte: :celebrte::celebrte:







                Parabéns às mamãs/papás de Dezembro de 2008, sejam muito bem vindos bebés :cloud9: , já são tantos !!!!!!







                Beijinhos às minhas companheiras desta viagem !!!!







                ah Susana, gostei do nome !

                Comentar


                • #9
                  RE:

                  Hello!

                  Que bom estamos quase quase a chegar a este novo tópico!

                  bjinhos

                  Um gd beijinho às recém mamãs!:angelpnk:


                  Comentar


                  • #10
                    RE:

                    Hehe o nosso novo cantinho
                    Vou vir ca tirar mts duvidas, ai vou vou!

                    Beijinhos pras mamas
                    .
                    No dia 26 de Novembro de 2008 chegou o meu principe encantado


                    E no dia 14 de Setembro de 2010 chegou o meu segundo principe encantado


                    Madrinha: Cat&Vasco

                    Comentar


                    • #11
                      RE:

                      muitos parabens ao novo topico:bdgreetn:

                      e susana77muito bom gosto gosto do nome!!!! bom trabalho!!!!!
                      espero poder vir me juntar aki rapidamente!!!:arose:
                      vai ser tao bom ando todas ja tiverem os seus bebes e poder mos vir aki tirar duvidas e partilhar coisas umas com as outras!!!!!
                      beijos:angelpnk:
                      DPM: 27-12-08

                      Madrinha:MLC vai ter uma sofia dpp-24/12/08 A sofia ja nasceu 14/12 muito bem vinda!!! parabens papas!!!!
                      O meu filho lindo nasceu dia 28-12-2008 as 11h50 da manha com 3630kg e 50,5cm

                      Comentar


                      • #12
                        RE:

                        Olá!!!

                        Eu e a Beatriz também gostávamos de dar as boas vindas aos nossos amiguinhos de Dezembro de 2008!!! Sejam muito bem vindos e muitas felicidades para as novas famílias!!!

                        A Beatriz diz que fica à espera para ver se há algum bebé a nascer do dia do primeiro aniversário dela (15)!!!!

                        Para os que ainda estão para nascer, uns minutos bem minis!!!

                        Tudo de bom!! E se precisarem de alguma coisa coisa, nos andamos por aqui!!

                        Beijinhos


                        Comentar


                        • #13
                          RE:

                          parabéns a todas as mamãs de dezembro!!!
                          Ainda bem que já estão com os seus rebentos e agora será tempo de curtir essa felicidade!

                          Já agora no seguimento do que alguem mencionou no topico da gravidez, seria bom que as recem-mamãs nos pudessem dar umas dicas de como corre a amamentaçao e recuperaçao...

                          Pelo menos para termos umas luzes!

                          O tempo não é muito, eu sei, mas vão dando noticias, afinal isto já parece uam grande familia e gostamos de saber como se portam os novos membros, não é?



                          Comentar


                          • #14
                            RE:

                            vi aqui so marcar presença.. ehe.. e claro mandar um bjnh a todas e aos bebes lindos!!!
                            agora tempo e q nao ha nenhum.. mas vou vindo quando puder.. =)
                            [hr]





                            O Principe Nasceu: 4 de Dezembro 2008 (39s) - 3,550kg e 49,1cm



                            Afilhada :star: sign_mum - O Rodrigo nasceu 02/02/2009

                            Comentar


                            • #15
                              RE:

                              ah he o meu filhote mede 49 cm..
                              [hr]





                              O Principe Nasceu: 4 de Dezembro 2008 (39s) - 3,550kg e 49,1cm



                              Afilhada :star: sign_mum - O Rodrigo nasceu 02/02/2009

                              Comentar

                              slot_bottomleaderboard_post

                              Collapse
                              Working...
                              X