Comunicação

Collapse
No announcement yet.

slot_topleaderboard_post

Collapse

....

Collapse
X
 
  • Filtrar
  • Tempo
  • Mostrar
Clear All
new posts

  • ....

    ---------------
    Ultima edição por Pikolina; 03-09-2012, 11:39. Razão: a

  • #2
    Olha, nem sei o q te dizer..
    Mas ficares a martirizar-.te a pensar nisso n te vai fazer nada bem, nem à vossa relação!Espero q consigas ultrapassar isso e q tentes ser feliz novamente,verdadeiramente..com ele ou sem ele!
    Sócia nº 104 Mães OMS

    [/url]
    Vá, dá uma espreitadela às Dylicias e na cozinha

    Comentar


    • #3
      Olá.
      Sempre que leio casos destes, imagino sempre como é que eu agiria nessa situação.
      Acho que a tua decisão foi a mais correcta, porém a mais dificil de lidar, porque nao se consegue esquecer, perdoar e voltar a confiar apenas porque se quer. É um sentimento que acho que só vem com o tempo e, em muitos casos, talvez com algum acompanhamento profissional.
      Havendo vontade de ambas as partes em ultrapassar a questão, porque não tentam alguma terapia conjugal?
      Há, com certeza, vontade de voltarem a viver em paz e harmonia, se calhar so precisam de alguma orientação..
      Um beijinho.

      Comentar


      • #4
        ------------------
        Ultima edição por Pikolina; 03-09-2012, 11:39.

        Comentar


        • #5
          Se achas que tomaste a decisão correcta mas não consegues lidar com a situação, procura ajuda. Talvez a psicoterapia seja boa ideia.

          Comentar


          • #6
            Talvez seja esse o apoio que precisas...mais no sentido de como passares por todo este processo e lidares com essa angústia toda.. já que a relação em si não padece de um vicio maior do que a rotina onde todas acabamos por cair.
            Sozinha nao estás a conseguir avançar.
            Nao sei de onde és, mas uma amiga que, por outros motivos, está a ter terapia neste sitio e está a gostar muito.. espreita. Força!
            http://oficinadepsicologia.com/

            Comentar


            • #7
              Nunca se recupera, perdoar só prejudica.
              A traição é sempre um acto de enorme desrespeito e egoísmo. A culpa não é dos dois. A culpa é só de quem trai, visto que é uma escolha individual. Não te preocupes com o "onde é que eu errei". Não foste tu que erraste. Deixa-o, não te soube amar e respeitar. Não te merece.

              Comentar


              • #8
                -----------------------
                Ultima edição por Pikolina; 03-09-2012, 11:39.

                Comentar


                • #9
                  Minha querida bem vindo ao mundo das desiluções
                  so te posso dizer que a dor custa a passar, nem todas temos a mesma força, nem todas temos a mm maneira de ser cada uma "engole" á sua maneira
                  so te posso dizer para teres calma, pois a tua cabeça deve estar a mil eu compreendo, eu sei...
                  Deixo-te um grande beijinho de força e qq coisa estou aqui nem que seja para chorares, sabes por vezes nem vontade temos de falar, não é????
                  Rita


                  Madrinha: ICA
                  Afilhada estrellavera já espera a sua estrelinha um menino o DINIS

                  Faço contabilidade de PME
                  Apoio ao inicio de actividade

                  Comentar


                  • #10
                    Olá, Pikolina!

                    Antes de mais, quero dizer-te que estás a lidar melhor do que a maioria das mulheres que conheço... A maioria vai engolindo a dor, as dúvidas e o "pesadelo" até se tornar um peso brutal nas costas delas. Sendo assim, ao admitir que não estás a conseguir lidar com a traição do teu marido, estás a tomar o primeiro grande passo para a resolução do teu/vosso problema. Acho que, neste momento, o melhor a fazer é mesmo procurar ajuda profissional. Terapia conjugal seria o ideal mas, se o marido não concordar, experimenta fazeres apenas tu. Não quero dizer, com isto, que um psicologo tem a cura milagrosa mas ajuda-te a perceber onde está o "botão" que vai desbloquear a questão. O desfecho poderá não ser o que mais desejarias mas existem alguns casos em que a relação se renova e volta a resultar. Seja como for, se achas que vale a pena lutar pelo teu casamento, acho a procura de um profissional era o passo que tomaria.

                    Desejo que tudo corra pelo melhor! Feliz Natal!

                    Comentar


                    • #11
                      --------------------------------
                      Ultima edição por Pikolina; 03-09-2012, 11:40.

                      Comentar


                      • #12
                        Só para dizer q admiro a tua coragem... É uma situação mt delicada e acho q mts pessoas, se não a maioria, teria desistido... Só posso desejar-te muita sorte e muita força para a batalha q estas a travar e q concerteza irás vencer!!!!

                        Dói mt... É verdade! Ao ponto de por vzs não conseguirmos deixar de pensar nisso a toda a hora e sentirmos um nó na garganta, uma falta de ar... mas sempre q doer podes contar com o nosso apoio e carinho.

                        Bjs

                        Comentar


                        • #13
                          -------------------------------
                          Ultima edição por Pikolina; 03-09-2012, 11:40.

                          Comentar


                          • #14
                            Inserido Inicialmente por Pikolina Ver Mensagem
                            é mesmo uma Batalha...
                            tenho alturas em que penso que nao vou conseguir levantar-me. tenho outras que gostava de encarar isto de forma diferente para me poupar a mim e aos outros.é incrivel a proporçao que isto trouxe a nossa vida. A nossa filha foi a um psicologo, felizmente acha que ela esta optima e que apenas necessita que os Pais fiquem bem...
                            a familia acabou por tomar conhecimento e acabei por me pegar com a minha sogra que de inicio me apoiou imenso mas por fim quando as coisas começaram a descambar começou a tirar partido do filho e disse uma serie de barbaridades...conclusao: vamos passar o Natal os 3 em casa o que nunca aconteceu...
                            sinceramente nao me chateia, pelo contrario, acho que necesitamos deste natal assim, diferente porque tambem o ano foi diferente...
                            Também admiro a tua coragem. Já passei por isso e sei o que é estar sempre de pé atrás a matutar nas coisas, pensar se aquela desculpa no dia x foi mesmo verdade ou uma mentira, se essa traição foi realmente só um momento ou houve mais vezes, tentar esquecer isso mas estar sempre a pensar nisso a todo o instante, sentir-mo-nos completamente impotentes...

                            Também foi nesta quadra festiva que descobri que andava a ser traída pelo meu ex por quem eu punha as mãos no fogo que me amava acima de tudo e por nada deste mundo me trairia. Hoje quando penso no que ficou para trás até duvido de todas as declarações de amor. Tal como tu também tentei perdoar e fiz ainda 3 tentativas de reconciliação mas parece que andei foi a perder o meu tempo porque entre essas tentativas ele ia viver com a outra. Estive 9 meses nessa situação, fiquei fraca ao ponto de desmaiar dentro da igreja até que tomei a decisão de arranjar um quarto para eu viver (financeiramente era para o que dava mas tinha que me afastar da nossa casa). Para mim foi quando ficou clara a separação. O divórcio só aconteceu 18 meses depois dessa separação definitiva e durante todo esse tempo ainda tive que lutar para não cair na lábia dele (embora ele continuasse com a mesma pessoa, sempre tentou reatar alguma coisa comigo).

                            Graças a Deus fui forte e acabei por não me fechar para o amor e com muita paciência do meu actual marido consegui esquece-lo completamente e hoje falamos como duas pessoas que nunca tiveram mágoa nenhuma.

                            Esquecer uma traição não é fácil e queiramos ou não, ficamos sempre de pé atrás com quem vier a seguir e apesar de confiar completamente no meu marido, no seu amor e respeito por mim, sei que a confiança não é a mesma que tinha quando iniciei com o meu ex (completamente cega).

                            Desculpem este testamento. Só para dizer que, se estão os dois seguros de que querem recompor a vossa relação e que isso não se vai repetir, não desistam da terapia. Falar do passado também faz parte e as coisas menos boas que um não dá conta podem ajudar a resolver algumas coisas. Pelo menos fica tudo em "pratos limpos" e é uma espécie de lavagem.

                            E tal como já foi dito, não procures onde falhaste porque a falha não foi tua.

                            Quanto ao Natal desse ano, eu fui visitar os meus pais e irmãos e foi uma anestesia que me ajudou a ultrapassar essa época.

                            Quanto à tua sogra, faz orelhas de burro e não entres em discussões porque os dissabores acabam por ser só para ti. Desejo-vos um Natal em família com harmonia e paz, tenta entregar-te aos momentos bons.





                            Sócia n.º 85

                            Comentar


                            • #15
                              Perdoar é abdicar da esperança de que o passado poderia ter sido diferente.
                              Podes andar para a frente, podes continuar ao lado dessa pessoa em prol de um relacionamento de 12 anos mas quem vai morrendo aos poucos és tu e 12 anos morrem num mês quando o único pilar da relação é o passado.
                              Até não perdoares (é muito dificil porque implica esquecer) a tua vida vai ser uma bola de neve e a única coisa que vai estar em causa é a tua felicidade.
                              Infelizmente falo por experiência própria, vai fazer um ano que soube e digo-te, uma parte do amor que sentia por aquele homem morreu naquela noite. Deixou de fazer sentido o nosso passado e o que viviamos. Tentei duas vezes continuar com a nossa relação porque era o mais fácil. Não consegui porque todos os dias estava a morrer mais um bocado e a minha felicidade é mais importante do que um homem e do que um amor e do que uma história.
                              E olha que tive um casamento feliz, um marido 5 estrelas que sempre me ajudou em tudo e sempre me apoiou em todas as minhas decisões mas o acto dele teve consequências graves em mim e posteriormente em ele.
                              As coisas não vão melhorar, os teus sentimentos não vão acalmar ... isso só vai acontecer quando conseguires ser feliz outra vez e quando esqueceres...
                              Já passou quase um ano, já tive outra pessoa depois da minha separação e tenho saudades dele mas ao voltar para ele significa ir abaixo, ir contra mim, pôr em causa a minha felicidade e isso não posso permitir.
                              Gostaria de admirar a tua decisão mas não o posso fazer ... pensa bem naquilo que queres para o teu presente.
                              O teu passado é o teu presente e o teu presente é o teu futuro.


                              Madrinha de Parto da Dea, Anana e Tafi - Já nasceram e são lindos / Afilhada de Parto da Dea

                              Comentar

                              slot_bottomleaderboard_post

                              Collapse
                              Working...
                              X