Comunicação

Collapse
No announcement yet.

slot_topleaderboard_post

Collapse

Grande possibilidade de ter novo parto prematuro

Collapse
X
  • Filtrar
  • Tempo
  • Mostrar
Clear All
new posts

  • Grande possibilidade de ter novo parto prematuro

    Olá,

    Em 2007 tive uma bebé prematura de 28 semanas.
    Felizmente e agora que chegou aos 4 anos, tudo parece estar dentro da normalidade com ela apesar do atraso de crescimento intra-uterino e do extremo baixo peso à nascença: 905 gramas - 33 cms.
    Entretanto, estou novamente grávida e já estava quando descobriram que tenho um septo no útero.
    Finalmente encontrei a razão da prematuridade da Leonor mas não esperava deparar-me novamente com a possibilidade de ter um bebé prematuro.
    A GCO obviamente que não dá garantias de nada mas preparou-me para essa grande possibilidade.
    É impossível não estar ansiosa e cheia de medos. Tudo o que gostaria é que pelo menos não corresse pior. a GCO acha que possa aguentar um pouco mais mas... nada é possível prever.
    Aconselha-me a repousar pelo menos a partir das 22 semanas.
    Li que o repouso pode não ajudar, nestes casos, a não acontecer novamente.
    Gostaria de saber se poderá haver por aqui alguém que conheça uma situação idêntica e me possa ajudar a saber melhor o que me possa esperar.
    Desde já muito obrigada.
    Monica


  • #2
    Olá Mónica.
    Eu só passei por isso na 1ª gravidez. Em 2006 tive uma menina que nasceu às 25 semanas+5 dias com 910 gr e 34 cm.
    Esteve 2 meses e uma semana internada. Felizmente é uma criança perfeitamente normal.
    Nunca soube o que é que procovou este parto prematuro, mas o médico, logo após o nascimento da minha filha, alertou-me que numa 2ª gravidez o risco de voltar a acontecer era quase certo. Que provavelmente iria ter que passar toda a gravidez de repouso, correndo mesmo assim, o risco de ocorrer outro parto prematuro.
    Não te alertaram a ti também nessa altura? Só após estares grávida é que te falaram nessa possibilidade?
    Eu pessoalmente optei por não arriscar a 2ª gravidez por ter consciência do risco.
    Acho que ninguem te pode dizer o que podes esperar, porque cada caso é um caso.
    Espero do fundo do coração que tenhas uma gravidez mais "prolongada" do que a primeira, porque sei bem o que é passar meses na neonatologia de "coração nas mãos".
    Eu acho que o repouso te pode ajudar a manter o teu filhote mais tempo na barriguinha
    Se eu fosse a ti repousava com muita esperança...
    Beijinho grande

    Comentar


    • #3
      olá,
      Em 2009 tb tive um parto prematuro às 27s+4d com 915g, infelizmente o meu desfecho foi diferente. Agora estou novamente grávida e fiquei de baixa desde as 9 semanas, pq desde cedo começaram algumas complicações. Até hoje não sei a causa, mas sei que a probabilidade é grande de ter outro parto prematuro e ainda mais cedo (palavras da obstetra). Mas por causa disso é que não me deixam trabalhar e dizem tb que o repouso e mt água é o que se pode fazer nestes casos. Para veres recorri às urgências às 26s e já estou em repouso absoluto, pq a menina está apressada para nascer e tenho controlado as coisas até hj.
      Desculpa se não te ajudei e se te assustei, estou a falar do meu caso. e sei que só queremos o melhor para os nossos bebés, por isso se puderes repousa.
      Beijinhos e vais ver que este bebé se vai aguentar na tua barriguinha!


      2009 "Giovana abençoaste-nos com 5 dias da tua presença. Minha pequena, partiste tão cedo, mas ao menos ñ sofreste mais. Amamos-te mt e nunca te esqueceremos, ficarás sempre no n/coração minha linda! És a n/ anjinha tão bonita que irá olhar semp por nós!"

      Madrilhadas: Angelcruz c/ o seu mais que tudo Gonçalo Babinhas_1 Vais conseguir!

      Comentar


      • #4
        Olá Mamãs,

        Muito obrigada pelas vossas mensagens e testemunhos e sobretudo pela força.
        Eu acho que não fui bem acompanhada da minha 1ª gravidez. Estive no público, saltei de médico para médico, tive perdas, fui vista em mais do que um hospital por vários médicos , tive rebentamento da bolsa. Felizmente aguentei 4 preciosos dias que foram suficientes para fazer o ciclo de corticoides para maturação da parte respiratória da bebé e tive depois de ser transferida do hospital para a Maternidade para uma cesariana de urgência.
        Já tinha feito muitos exames e ecografias muito antes de engravidar e nunca nada foi detetado.
        Quando a Leonor nasceu, perguntei e o que me responderam é que havia indícios da placenta não estar a alimentar bem a bebé, o que acreditei, pois de facto para ter baixo peso e pouco crescimento para a idade gestacional, seria uma evidência.
        Depois da gravidez fiz uma Eco que revelou estar tudo normal e que os meus ovários tinham vários quistos, situação que já se verificava antes da gravidez e que só foi possível engravidar com um tratamento hormonal.
        A possibilidade de voltar a engravidar era praticamente nula pois não fazia ovulações, mas apesar da possibilidade quase não existir, engravidei sem estar a contar, pois sempre pensei que se um dia voltasse a pensar ser mãe teria de saber o que se passou com a Leonor, pois é a vida de um ser que está nas nossas mãos. Mas, o inesperado aconteceu e claro, estou cá para o que der e vier, quero fazer tudo o que estiver ao meu alcance para prolongar o máximo.
        A minha GCO o que me disse é que até às 22 semanas não havia risco, deste que não tivesse perdas ou qualquer outra complicação, o que felizmente se tem verificado. Tudo bem até agora. Já fiz inclusive o rastreio integrado Pre Natal e deu negativo, portanto não preciso fazer amniocentese.
        A partir das 22 semanas dada a possibilidade de nascer prematuro, mesmo não havendo garantia que o descanso é algo que ajude, vou fazê-lo pois pouco mais terei ao meu alcance que possa ajudar e evitar.
        É estranho pois só consigo pensar numa gravidez a 28 semanas. Portanto, se conseguir chegar lá, cada dia que possa ultrapassar será uma vitoria.
        Estou ciente que apesar de tudo tenho tido muita sorte. A minha menina poder estar aqui, nunca tive nenhum abordo ou perda. Esteve internada 60 dias na Neo , foi terrível, as incertezas, os altos e baixos, os tratamento invasivos que teve, a contagem à grama do peso, etc, mas estou consciente da história e tristeza de mães que tiveram bebés que necessitaram de cuidados especiais durante muito mais tempo, alguns com muitas complicações e outros sem sucesso. Olhei muitas vezes em redor e vi que no meio de tantas situações dramáticas tinha muita sorte.
        Estou assustada sim, mas tenho de encarar as coisas de frente e viver um dia de cada vez. Eu sei que o risco é grande, mas nada mais posso fazer.
        Dependendo do que acontecer, penso fazer uma laqueação, pois não posso voltar a correr o risco de engravidar.
        Não imaginam como vos agradeço os testemunhos, as palavras, é mesmo isso que sinto que preciso, partilhar, encontrar algum apoio numa situação que me sinto sozinha.
        Toda a gente diz que vai correr tudo bem e para eu não pensar no que aconteceu antes, etc. Sei que o dizem com toda a sinceridade e vontade que eu esteja bem. Não sabem, porque também não conto, o que certamente me vai esperar. Optei por me reservar pessoalmente, nem sei bem porquê.
        Mais uma vez vos agradeço e vou andando por aqui sempre que puder.
        Bjs grandes,
        Monica

        Comentar


        • #5
          Olá Mónica.
          É só para saber como estão a correr as coisas contigo e com o teu bebé??

          Comentar


          • #6
            Olá Linda,

            Desculpa só agora vir aqui responder.
            Até agora tem estado tudo bem.
            Já soube que é um menino. Vai chamar-se Afonso.
            Vou fazer a Eco morfológica às 22 semanas e terei nova consulta às 23. Estou a contar que se não ficar antes em casa deverei ficar na altura da consulta.
            Estou a ficar cada vez mais ansiosa e por muito que tente controlar tenho frequentemente crises de choro e vou-me muito abaixo.
            Tudo o que se passou na gravidez anterior e após o nascimento da Leonor está agora mais presente do que nunca.
            O que me é mais difícil aceitar, é não poder fazer nada para evitar o que irá acontecer. Eu já só peço que seja como da última vez e não pior.
            Há dias que me sinto de rastos, física e psicologicamente mas tento andar de cabeça levantada, até porque tenho uma menina que ainda é muito pequena mas que por vezes apercebe-se que estou a chorar e traz-me os brinquedos que mais gosta para eu "brincar e ficar contente". Não há nada melhor no mundo.
            Felizmente o meu marido tem-me ajudado e muito. Sem ele não sei como seria, pois não há mais ninguém.
            Vou trazendo-vos notícias.
            Um beijinho grande,

            Comentar


            • #7
              Fico muito feliz. Parece-me que está tudo a correr bem.
              Claro que essas crises de choro, de vez em quando são normais, mas tens de ser positiva.
              Tens esse apoio fantástico do teu marido e o miminho da tua menina.
              É só tentar controlar essa ansiedade.
              Se a tua barrinha está actualizada...quer dizer que a tua filhota faz 4 anos, certo?
              Só tens motivo para celebrar! Parabéns!
              Para ela e para ti. Muita força!

              Comentar


              • #8
                Olá,

                A barrinha da Leonor só está a contar o ano e não os meses e dias. No dia 2 de Junho ela terá 4 anos e 5 meses. Nasceu a 2 de janeiro de 2007.
                Já estou em casa. Não contava ficar já mas...
                No Domingo comecei com cólicas, febre e diarreia e em mais de 24 horas não passou.
                Hoje estou melhor mas ainda tenho algumas cólicas. Perdi 2 kgs e não tenho muita vontade de comer.
                A médica achou que tendo em conta o meu historial, estar a caminho das 22 semanas e ser uma gravidez de alto rico devia ir já para casa, e aconselhou repouso total, até isto passar e ir novamente ao obstetra que é já na 2ª feira para fazer a ECO morfológica. Depois o repouso poderá talvez ser mais moderado dependendo de como estão as coisas.
                Por isso tenho o portátil na cama e só me levanto para ir ao WC ou comer qualquer coisa, à noite o meu marido já está cá e faz o resto que puder.
                Um dia de cada vez.
                Obrigada e Bjs grds

                Comentar


                • #9
                  Olá Mónica.
                  Realmente é mais seguro já estares em casa de repouso. Tens que ter paciencia.
                  Olha, pensa que é bem melhor estar em casa de repouso, do que estar deitada numa cama de hospital sem nos podermos levantar. A mim não me deixavam nem fazer um xixizinho na casa de banho e tive de insistir muito para me deixarem tomar um banho. Quase que tive de implorar. Lá me deixaram mas deitada numa maca. Dá cá um jeitinho tomar banho deitada numa maca... . Os banhos ali eram à "gato".
                  Assim descansas e estás na tua casinha. O maridão tem mesmo de ajudar.
                  Beijinho grande e muita força.

                  Comentar


                  • #10
                    Olá linda,

                    Mais uma vez obrigada pelas tuas palavras e força.
                    Da Leonor estive internada 4 dias e achei horrores, tb n me deixavam levantar. Eram eles que me lavavam "à gato" como dizes.
                    Escusado será dizer que tenho pavor que isso aconteça e agora ainda mais pois n quero deixar a minha menina.

                    Aqui trago as notícias da Eco que fiz.
                    Para começar esta foi completamente diferente da que fiz da minha filha isto porque a maior parte do tempo a médica nem falou, coisa que me deixou um pouco ansiosa, no entanto, disse-me que estava tudo bem, a placenta, a medida do colo do útero que não demonstra qualquer sinal de parto prematuro, e o peso de 437 gramas.
                    Bom, eu estou ciente que o meu quadro não apresenta qualquer sinal de parto prematuro e creio que nunca assim será pois o meu problema é outro, é a mal formação do útero que chegará a um ponto onde o bebé não terá espaço e a bolsa rebenta, fazendo com o trabalho de parto só se desencadeie depois disso.
                    Pelo que me apercebi o colo do útero medirá cerca de 3,2 cms.
                    O comprimento do bebé não me disse exatamente mas apontou entre os 25 e os 28 cms.
                    Eu acho pouco peso para o Nº de semanas, além disso, a médica corrigiu para 21 s e 3 dias e aí disse que estaria dentro dos parâmetros normais.
                    Como a minha filha nasceu com extremo baixo peso para a idade gestacional (28 sem e 905 grs) porque não estava a ser alimentada corretamente, é uma questão que me preocupa imenso.
                    Para a semana tenho consulta, espero que saia de lá mais elucidada e que o relatório da Eco tenha mais informações.
                    Não me esqueço de trazer novidades.

                    bjs grds

                    Comentar


                    • #11
                      Olá, mamã:

                      Passei para desejar tudo de bom para o Afonso e a mamã. Descansa MESMO!! Vai tudo correr bem, força, mamã!!! Vem contar as boas notícias!


                      Comentar


                      • #12
                        Olá,

                        Desculpem não ter vindo cá antes postar mas não ando muito católica. Muito ansiosa, tanto que me tolda o raciocínio por vezes, admito.
                        Ás 23s fiz uma eco e o bebe apresentava uma posição estranha onde a coluna vertebral aparecia em forma de U invertido. Escusado será dizer que entrei em pânico. A Médica encaminhou-me para uma colega especialista em Ecos Fetais no HSJ e após examinar cuidadosamente, e por mais do que uma vez, porque o bebé não se punha em posição de se conseguir ver bem a coluna, achou que estava tudo bem, e que era só uma posição mais dobrada. Deu-me um relatório muito completo. Ufa!
                        Entretanto ontem fui a consultas das 26s, dado que agora farei consultas de 15 em 15 dias. Espero poder ir à próxima, seria bom sinal, que teria passado a 1ª meta das 28s, o tempo da minha Leonor.
                        No decorrer da Eco de ontem a médica deu-me um peso estimado do bebé de quase 905 gramas o que é muito bom, pois a Leonor nasceu com 905 as 28s.
                        O repouso e não fazer esforços continua a ser muito recomendado, mas devo levantar-me e caminhar um pouco ao longo do dia por causa da circulação dado que não há nenhum sinal de qualquer problema a não ser o antecedente de parto prematuro. No entanto, não há garantia de haver forma de o evitar, dado a malformação uterina.
                        Espero que tudo esteja a correr bem convosco e mais uma vez desculpem a falta de novidades.
                        O tempo é tudo o que tenho de aceitar, e tentar vive-lo como um dia de cada vez.

                        Bjs grandes para todas!

                        Comentar


                        • #13
                          Ola´Monica,
                          tb tive um prematuro de 24s e infelizmente tb n sobreviveu.Mas eu sou mto persistente e ainda bem pois hoje tenho um menino com 3 meses, e há uma frase que a médica me disse k me deu ainda mais força: Nunca se tem um acidente de carro duas vezes no mesmo sitio.Força
                          Bj
                          Carla

                          Comentar


                          • #14
                            Inserido Inicialmente por claudinoc Ver Mensagem
                            Ola´Monica,
                            tb tive um prematuro de 24s e infelizmente tb n sobreviveu.Mas eu sou mto persistente e ainda bem pois hoje tenho um menino com 3 meses, e há uma frase que a médica me disse k me deu ainda mais força: Nunca se tem um acidente de carro duas vezes no mesmo sitio.Força
                            Bj
                            Carla
                            Olá Carla,
                            Obrigada pelas tuas palavras e testemunho.
                            Sinto muito a tua perda como de todas as mamãs que passaram algum dia por essa situação.
                            Não imagino o que isso seja e espero nunca passar por tal.
                            Parabéns pela tua coragem que te deu esse menino que certamente é a luz da tua vida.
                            Cá chegamos À 27s e à semana que mais queria chegar e ultrapassar mas ao mesmo tempo de uma tremenda ansiedade pois tudo começou com a Leonor às 27s e 4 dias. Depois mais 4 no hospital e ela nasceu às 28s certinhas.
                            Nem imaginam o quanto queria poder ir à próxima consulta que serás às 28s e saber o que o meu menino possa ter crescido engordado e evoluído nesta semana e na próxima.
                            Vou pensando por etapas e sei que cada dia será uma vitoria.
                            Virei cá dar notícias.

                            Beijinhos grandes,

                            Comentar


                            • #15
                              olá!
                              Eu também sou mãe de um grande prematuro que nasceu com 27 semanas e 850 gr. Apesar do pós parto ter sido muito dificil, estive em risco de vida, decidi engravidar mais um vez em 2010.
                              Desde o inicio a minha gravidez foi vivida com muita ansiedade, eu dizia que se chegasse até as 27 semanas, conseguiria chegar até ao fim.
                              Tinha consultas de 15 em 15 dias, fiz montes de analises, exames e tudo corria bem.
                              Quando passei das 27 semanas, o novo objectivo eram as 35 semanas. E assim foi a Joana nasceu as 35semanas e 2 dias, com 2056gr.
                              Pequenina mas saudável, ficou sempre comigo enquanto eu estive no hospital.

                              Apenas te queria deixar uma palavra de força, eu sei o que é ter um filho prematuro, a ansiedade, o medo que se vive naqueles dias, meses....
                              Mas tenta levar a gravidez com calma, eu sei que não é fácil, mas tenta pelo teu Afonso.
                              Bjs e acredita que tudo vai correr bem

                              Alexandra



                              Comentar

                              slot_bottomleaderboard_post

                              Collapse
                              Working...
                              X