Comunicação

Collapse
No announcement yet.

slot_topleaderboard_post

Collapse

Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

Collapse
X
  • Filtrar
  • Tempo
  • Mostrar
Clear All
new posts

  • #31
    RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

    Falando por mim, acho que este topico deveria ser apenas para mamãs a que não foi possivel a amamentação... Casos de sucesso há muitos testemunhos e muitos topicos criados com esse fim, mas casos como alguns que ja vimos agora aqui nem por isso.. E acho importante tambem haver dests testemunhos...

    Eu 'sai' aqui do forum completamente, nem sei se iludida é o termo certo! Mas sai daqui a pensar que apesar de encontrar algumas dificuldades plo caminho, toda a gente podia amamentar, que nao havia leites fracos, que a toda a gente o leite sobe... e passado as primeiras 'batalhas' era garantido amamentar, bastava vontade e não desistir.. infelizmente depois tive que descobrir por mim propria que era bem assim... que as coisas acontecem, e não é so aos outros...

    Por isso acho que devemos contar a nossa experiencia, seja ela menos boa, mas para futuras mamãs, ainda irem com mais vontade de conseguir para se informarem ainda mais, mas se tal nao for possivel nao desanimarem nem se sentirem umas 'aves raras' nem se sentirem com depre..



    beijihos
    [hr]





    O Principe Nasceu: 4 de Dezembro 2008 (39s) - 3,550kg e 49,1cm



    Afilhada :star: sign_mum - O Rodrigo nasceu 02/02/2009

    Comentar


    • #32
      RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

      Concordo com a JOana...sem querer barrar o acesso os casos de sucesso de amamentação e agradecendo à Cbarradas o seu testemunho de sucesso, este topico foi criado para quem nao amamenta ou para quem nao consegue ultrapassar a questão da amamentação falhada ou ainda para quem esteja a dramatizar uma situação pela qual lutou para que td corresse bem e fosse possivel amamentar a longo prazo e nao conseguiu e agora está deprimido por se sentir "diferente" e menos mãe, menos mulher...no fundo nao é um drama mas so quem passa por ele pode avaliar o modo como a questão é vivida por uma mae que nao consegue alimentar o seu filho como tt queria e sonhava!



      Continuem a postar os vossos casos para que sirvam de referencia às mulheres que estão a passar ou que possam vir a passar por uma situação de insucesso nao se sintam diferentes mas sim uma mulher e uma mae como todas as outras, quer sejam de LA u de LM.



      jinhos


      (o meu piolhito está a ficar um menino grande! )





      Comentar


      • #33
        RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

        Pelo amor de Deus, não se pode abrir um tópico num fórum público e esperar que todos os posts tenham como propósito passar-nos a mão pelo pêlo. Se nos tópicos do Aleitamento Materno, quando são gabadas as virtudes e a superioridade do LM, há sempre mais do que uma mãe a querer relativizar a sua importância e a dizer que não é pior mãe por dar LA, etc, etc, porque é que este tópico há-de estar vedado a mães que amamentam e que muito delicadamente vieram expressar a sua opinião? Além do mais, é de lamentar que o conteúdo de posts tão pertinentes e certeiros como os da cbarradas e o da Dulsa (este foi pura e simplesmente ignorado) não tenha merecido o interesse de ninguém.



        O discurso de algumas de vocês, que tão lesadas se sentem pelos testemunhos bem intencionados que aqui foram deixados, também pode ser considerado ofensivo por mães que, tendo passado grandes dificuldades (semelhantes à vossas) no início, conseguiram levar avante a amamentação. Quando vocês diminuem a importância vossa "derrota" estão a diminuir a importância da sua "vitória", o que é muitíssimo injusto.



        Todas nós somos responsáveis pelo aleitamento que decidimos/conseguimos fazer, mesmo que sejamos simultaneamente vítimas da falta de informação dos profissionais de saúde, de condições no parto pouco favoráveis à amamentação, do apoio insuficiente da família, do nosso próprio estado emocional,etc. Eu aquilo que é importante para mim e não fui capaz de fazer, mas que sei que poderia ter feito se me tivesse munido de mais armas (sejam elas quais forem), considero um fracasso, por isso tenho pouca tolerância para quem não é capaz de assumir os seus. Relativizar parece-me um péssimo princípio e uma falha de personalidade muito grande: só é de real valor aquilo que eu fui capaz de atingir; tudo aquilo que eu não consegui, ou não tive paciência, ou não me interessou fazer não era (afinal de contas) nada de muito importante.



        Lamber as feridas é um trabalho necessário, mas é essencial admitir que estas existem, olhar para elas e até mexer-lhes (mesmo sendo doloroso), para perceber como foram ali parar.


        Comentar


        • #34
          RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

          Baby Mine (14-09-2009)Pelo amor de Deus, não se pode abrir um tópico num fórum público e esperar que todos os posts tenham como propósito passar-nos a mão pelo pêlo. Se nos tópicos do Aleitamento Materno, quando são gabadas as virtudes e a superioridade do LM, há sempre mais do que uma mãe a querer relativizar a sua importância e a dizer que não é pior mãe por dar LA, etc, etc, porque é que este tópico há-de estar vedado a mães que amamentam e que muito delicadamente vieram expressar a sua opinião? Além do mais, é de lamentar que o conteúdo de posts tão pertinentes e certeiros como os da cbarradas e o da Dulsa (este foi pura e simplesmente ignorado) não tenha merecido o interesse de ninguém.







          O discurso de algumas de vocês, que tão lesadas se sentem pelos testemunhos bem intencionados que aqui foram deixados, também pode ser considerado ofensivo por mães que, tendo passado grandes dificuldades (semelhantes à vossas) no início, conseguiram levar avante a amamentação. Quando vocês diminuem a importância vossa "derrota" estão a diminuir a importância da sua "vitória", o que é muitíssimo injusto.







          Todas nós somos responsáveis pelo aleitamento que decidimos/conseguimos fazer, mesmo que sejamos simultaneamente vítimas da falta de informação dos profissionais de saúde, de condições no parto pouco favoráveis à amamentação, do apoio insuficiente da família, do nosso próprio estado emocional,etc. Eu aquilo que é importante para mim e não fui capaz de fazer, mas que sei que poderia ter feito se me tivesse munido de mais armas (sejam elas quais forem), considero um fracasso, por isso tenho pouca tolerância para quem não é capaz de assumir os seus. Relativizar parece-me um péssimo princípio e uma falha de personalidade muito grande: só é de real valor aquilo que eu fui capaz de atingir; tudo aquilo que eu não consegui, ou não tive paciência, ou não me interessou fazer não era (afinal de contas) nada de muito importante.





          Lamber as feridas é um trabalho necessário, mas é essencial admitir que estas existem, olhar para elas e até mexer-lhes (mesmo sendo doloroso), para perceber como foram ali parar.






          desculpa la mas em quantos topicos em que a amamentação foi um sucesso tu ves alguem a ir dizer alguma coisa? sejam eles por terem conseguido 1 2 3 4 5 6 7 ou quantos meses forem???? a mim parece me que so alguem vai falar do LA quando ele vem à baila..



          por isso se voces tem direito a um topico para quem amamenta mais que 6 meses ou o que for e ninguem vai por o bedelho, porque que nos nao podemos ter um tambem?? ou voces e que merecem que lhes 'passe a mao plo pelo'?

          e em relaçao a isso tas muitissomo enganada q nao e esse o intuito que falei, nao é de 'passar a mao plo pelo' que isto se destina, mas sim ver as pessoas que as coisas nem sempre correm bem não há so o lado cor de rosa, das fadinhas e dos arco iris..





          ... e sobre aquele comentario ali em cima.. fala por ti . e nao fales plos outros, nem tentes saber o que nao sabes.
          [hr]





          O Principe Nasceu: 4 de Dezembro 2008 (39s) - 3,550kg e 49,1cm



          Afilhada :star: sign_mum - O Rodrigo nasceu 02/02/2009

          Comentar


          • #35
            RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

            Babymine: vou falar por mim...



            A mim custou-se muito ultrapassar a questão da amamentação falhada. Custou muito, doeu, chorei, gritei, ataquei...so ha pc tempo e com a ajuda da BABS e APPM é que ultrapassei esta questão, embora tenha sido de forma indirecta, foram uma ajuda preciosa...mas sempre que me deparava com testemunhos de sucesso ainda doia mais, sobretudo qd nao ia á procura desses mesmos testemunhos...eles apareciam no meio de desabafos de quem falhou...claro que ha testemunhos de pessoas que amamentam que servem de consolo pois se elas ultrapassam as barreiras e dificuldades eu que nao consegui de uma primeira vez de uma segunda vou tentar fazer como elas...mas ha sempre quem se gabe dos seus feitos e consiga assim ferir ainda mais quem ja está ferido...



            O testemunho da CBARRADAS é bem vindo, tal como o teu ou de outra mae que amamente e que tenha ultrapassado todas as barreiras e lute por elas todos os dias...se a forista tirou o comentario nao foi pq eu ou ot pessoa o tenham exigido...



            Claro que nao se barra o acesso a ninguem mas espera-se que aqui as pessoas de certa forma tenham "falhado" na amamentação falem dos seus casos, exorcisem os seus medos e receios e desabafem...e aceitem!



            Eu apoiei a JOana qd referiu que este topico se destinava a quem nao tinha conseguido amamentar por saber que é muito dificil quere-se libertar falando da culpa da falha relativa a amamentação e ler testemunhos od apesar de ter corrido mal de inicio as pessoas tiveram sucesso dando a entender que se falhei foi por burrice (agora depois de me ter libertado da culpa sei que a falta de informação foi o meu pior inimigo, isso e nao ter quem me apoiasse fisicamente ou via telefone!)...nao por nao querer aceitar isso ou por querer que este topico seja interdito...ambos os testemunhos sao importantes mas para mim so me libertei da dor qd eu por iniciativa propria fui ler, procurar e reler testemunhos de sucesso...o que so sucedeu qd admiti que falhei e ja nao havia nada a fazer e que de uma segunda vez ia estar mais bem preparada...!







            Eu qt a mim tenho dito...ja falei o que tinha a falar e ja sei od falhei, estou mais informada...nao vou chorar mais nem apontar armas a quem diz que amamenta depois de ter lutado tt: lutaram pois tb lutarei, seja nesta ou noutras questões!Nada se consegue sem esforço!!



            jinhos


            (o meu piolhito está a ficar um menino grande! )





            Comentar


            • #36
              RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

              Deixei o meu testemunho por achar que seria importante para as mães que atravessam dificuldades e vêm ler este tópico.

              Eu tb tive dificuldades, muitas. Os 3 primeiros meses então... foram uma luta diária! Mas fui teimosa, e lá consegui.

              Nunca quis, com o meu testemunho, superiorizar ou inferiorizar quem quer que seja.

              Não é o LM que faz uma mulher ser boa ou má mãe.

              Retirei o meu testemunho porque não gostei do tom ofensivo/defensivo com que a JOana se dirigiu e dirige a quem conseguiu amamentar.



              http://pink-alicious-pinkalicious.blogspot.com/

              Comentar


              • #37
                RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

                JOana



                Eu ando a ler este tópico de amamentação há 3 anos e acredita que não é de todo verdade o que estás a dizer



                A verdade é que há uma grande falta de bom senso e de respeito em muitas respostas que são dadas e em variados temas. Basta leres calmamente e com tempo os posts anteriores para veres testemunhose conselhos perfeitamente disparatados sobre LA em posts sobre LM

                Isto era ainda mais flagrante antes de terem separado o tema em dois há uns meses atrás e foi aliás um dos motivos pelos quais deixei de ter paciência para vir aqui



                A verdade é apesar de hoje em dia haver mais informação existem ainda muitos falsos mitos sobre a amamentação, e que a minha geração foi particularmente "abandonada" no que toca à amamentação. Quando a minha irmã nasceu a licença de maternidade era de 1 mês, não havia licenças de amamentação para ninguém e a maior parte das mães jovens tinham os pais a centenas de Kms. Foi a altura que se começou a desvalorizar a importância da amamentação e se deu o boom dos suplementos

                Quando nasceu a minha filha a minha mãe não sabia absolutamente nada sobre amamentação, não tive apoio nenhum e haviam tantas ideias pre concebidas e erradas sobre esse assunto que se não fosse a minha teimosia e a SOS amamentação nunca teria tido os resultados que tive



                E vir aqui dizer isso não significa que não respeite as mães que não dão de mamar (seja porque não conseguem ou não querem), ou que me considere superior. Longe de mim pensar nisso

                Quando as pessoas vêem cá dar testemunhos vêem para ajudar, para tentar mostrar que na próxima pode ser diferente se houverem as devidas ajudas, e não para condenar quem quer que seja



                E mais importante que tudo é meter-se na cabeça que ser-se mãe é muito mais do que a forma como alimentamos os nossos filhos. Há mães extraordinárias que nunca deram de mamar (eu tenho uma) e mães que nem são digas desse nome e que deram



                Bjks

                Comentar


                • #38
                  RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

                  cbarradas (15-09-2009)Deixei o meu testemunho por achar que seria importante para as mães que atravessam dificuldades e vêm ler este tópico.



                  Eu tb tive dificuldades, muitas. Os 3 primeiros meses então... foram uma luta diária! Mas fui teimosa, e lá consegui.



                  Nunca quis, com o meu testemunho, superiorizar ou inferiorizar quem quer que seja.



                  Não é o LM que faz uma mulher ser boa ou má mãe.



                  Retirei o meu testemunho porque não gostei do tom ofensivo/defensivo com que a JOana se dirigiu e dirige a quem conseguiu amamentar.


                  desculpa??? deves ter percebido mto mal.. eu apenas disse q post 'posiivos' ha milhoes deles no aleitamento materno, e dei a minha opiniao ao dizer q o q se precisava aqui no ALEITAMENTO ARTIFICIAL era de testemunhos em q as coisas nao correram tao bem e por isso n foi possivel a amamentação . apenas isso .. eu ofendi alguem? has d m dizer onde.. é que nem a ti, nem muito menos outras pessoas q nem para aqui vieram..
                  [hr]





                  O Principe Nasceu: 4 de Dezembro 2008 (39s) - 3,550kg e 49,1cm



                  Afilhada :star: sign_mum - O Rodrigo nasceu 02/02/2009

                  Comentar


                  • #39
                    RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

                    Baby Mine (14-09-2009)Pelo amor de Deus, não se pode abrir um tópico num fórum público e esperar que todos os posts tenham como propósito passar-nos a mão pelo pêlo. Se nos tópicos do Aleitamento Materno, quando são gabadas as virtudes e a superioridade do LM, há sempre mais do que uma mãe a querer relativizar a sua importância e a dizer que não é pior mãe por dar LA, etc, etc, porque é que este tópico há-de estar vedado a mães que amamentam e que muito delicadamente vieram expressar a sua opinião? Além do mais, é de lamentar que o conteúdo de posts tão pertinentes e certeiros como os da cbarradas e o da Dulsa (este foi pura e simplesmente ignorado) não tenha merecido o interesse de ninguém.







                    O discurso de algumas de vocês, que tão lesadas se sentem pelos testemunhos bem intencionados que aqui foram deixados, também pode ser considerado ofensivo por mães que, tendo passado grandes dificuldades (semelhantes à vossas) no início, conseguiram levar avante a amamentação. Quando vocês diminuem a importância vossa "derrota" estão a diminuir a importância da sua "vitória", o que é muitíssimo injusto.







                    Todas nós somos responsáveis pelo aleitamento que decidimos/conseguimos fazer, mesmo que sejamos simultaneamente vítimas da falta de informação dos profissionais de saúde, de condições no parto pouco favoráveis à amamentação, do apoio insuficiente da família, do nosso próprio estado emocional,etc. Eu aquilo que é importante para mim e não fui capaz de fazer, mas que sei que poderia ter feito se me tivesse munido de mais armas (sejam elas quais forem), considero um fracasso, por isso tenho pouca tolerância para quem não é capaz de assumir os seus. Relativizar parece-me um péssimo princípio e uma falha de personalidade muito grande: só é de real valor aquilo que eu fui capaz de atingir; tudo aquilo que eu não consegui, ou não tive paciência, ou não me interessou fazer não era (afinal de contas) nada de muito importante.







                    Lamber as feridas é um trabalho necessário, mas é essencial admitir que estas existem, olhar para elas e até mexer-lhes (mesmo sendo doloroso), para perceber como foram ali parar.




                    Nãp o diria de melhor forma!

                    [hr]

                    Comentar


                    • #40
                      RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

                      ninha77 (15-09-2009)JOana







                      Eu ando a ler este tópico de amamentação há 3 anos e acredita que não é de todo verdade o que estás a dizer









                      A verdade é que há uma grande falta de bom senso e de respeito em muitas respostas que são dadas e em variados temas. Basta leres calmamente e com tempo os posts anteriores para veres testemunhose conselhos perfeitamente disparatados sobre LA em posts sobre LM



                      ah e entao e vice versa n há? n há maniazinhas de superioridade? olha le la bem q no é o que para ai falta... ( e para nao retirarem daqui aquilo q vos convem.. não estou a falar na alegria da partilha que amamentou o tempo que for, alias acho mto bem eu faria o mesmo! refiro me unica e exclusivamente a pessoas que criticam quem dá LA e se acham superiores por amamentarem..nao sao muitas, mas sao ainda algumas...



                      Isto era ainda mais flagrante antes de terem separado o tema em dois há uns meses atrás e foi aliás um dos motivos pelos quais deixei de ter paciência para vir aqui









                      A verdade é apesar de hoje em dia haver mais informação existem ainda muitos falsos mitos sobre a amamentação, e que a minha geração foi particularmente "abandonada" no que toca à amamentação. Quando a minha irmã nasceu a licença de maternidade era de 1 mês, não havia licenças de amamentação para ninguém e a maior parte das mães jovens tinham os pais a centenas de Kms. Foi a altura que se começou a desvalorizar a importância da amamentação e se deu o boom dos suplementos



                      Quando nasceu a minha filha a minha mãe não sabia absolutamente nada sobre amamentação, não tive apoio nenhum e haviam tantas ideias pre concebidas e erradas sobre esse assunto que se não fosse a minha teimosia e a SOS amamentação nunca teria tido os resultados que tive







                      E vir aqui dizer isso não significa que não respeite as mães que não dão de mamar (seja porque não conseguem ou não querem), ou que me considere superior. Longe de mim pensar nisso



                      Quando as pessoas vêem cá dar testemunhos vêem para ajudar, para tentar mostrar que na próxima pode ser diferente se houverem as devidas ajudas, e não para condenar quem quer que seja







                      E mais importante que tudo é meter-se na cabeça que ser-se mãe é muito mais do que a forma como alimentamos os nossos filhos. Há mães extraordinárias que nunca deram de mamar (eu tenho uma) e mães que nem são digas desse nome e que deram



                      Bjks


                      ves? se calhar ate estamos em 'sintonia' mas a falar linguas diferentes..





                      É que isto ja esta a levar um rumo desnecessario, e o que vai acontecer é que vai ser mais um topico que mais cedo ou mais tarde vai ficar para tras...

                      nao fui eu que o criei... eu apenas dei a minha opiniao.... o topico deveria ser apenas para maes que nao amamentaram por alguma razao.. desbafar, dar testemunhos, nem que nao seja para futuras maes irem mais preparadas nao fazerem como metade de nos, idealizarem uma coisa e sairem se com outra..

                      ou acreditam mesmo que so amamenta quem quer e quem te força de vontade e nao desiste?? dizerem me isto é estarem a gozar com a minha cara, e com os 2 meses que sofri...



                      mas enfim, se este topico vai ser mais um, atao mto obrigado, mas eu afasto me que nao vale mesmo a pena...
                      [hr]





                      O Principe Nasceu: 4 de Dezembro 2008 (39s) - 3,550kg e 49,1cm



                      Afilhada :star: sign_mum - O Rodrigo nasceu 02/02/2009

                      Comentar


                      • #41
                        RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

                        Baby Mine (14-09-2009)Pelo amor de Deus, não se pode abrir um tópico num fórum público e esperar que todos os posts tenham como propósito passar-nos a mão pelo pêlo. Se nos tópicos do Aleitamento Materno, quando são gabadas as virtudes e a superioridade do LM, há sempre mais do que uma mãe a querer relativizar a sua importância e a dizer que não é pior mãe por dar LA, etc, etc, porque é que este tópico há-de estar vedado a mães que amamentam e que muito delicadamente vieram expressar a sua opinião? Além do mais, é de lamentar que o conteúdo de posts tão pertinentes e certeiros como os da cbarradas e o da Dulsa (este foi pura e simplesmente ignorado) não tenha merecido o interesse de ninguém.







                        O discurso de algumas de vocês, que tão lesadas se sentem pelos testemunhos bem intencionados que aqui foram deixados, também pode ser considerado ofensivo por mães que, tendo passado grandes dificuldades (semelhantes à vossas) no início, conseguiram levar avante a amamentação. Quando vocês diminuem a importância vossa "derrota" estão a diminuir a importância da sua "vitória", o que é muitíssimo injusto.







                        Todas nós somos responsáveis pelo aleitamento que decidimos/conseguimos fazer, mesmo que sejamos simultaneamente vítimas da falta de informação dos profissionais de saúde, de condições no parto pouco favoráveis à amamentação, do apoio insuficiente da família, do nosso próprio estado emocional,etc. Eu aquilo que é importante para mim e não fui capaz de fazer, mas que sei que poderia ter feito se me tivesse munido de mais armas (sejam elas quais forem), considero um fracasso, por isso tenho pouca tolerância para quem não é capaz de assumir os seus. Relativizar parece-me um péssimo princípio e uma falha de personalidade muito grande: só é de real valor aquilo que eu fui capaz de atingir; tudo aquilo que eu não consegui, ou não tive paciência, ou não me interessou fazer não era (afinal de contas) nada de muito importante.







                        Lamber as feridas é um trabalho necessário, mas é essencial admitir que estas existem, olhar para elas e até mexer-lhes (mesmo sendo doloroso), para perceber como foram ali parar.








                        Discordo em absoluto com esta tua frase. Relativizar nem sempre revela falha de personalidade, por vezes tens de tomar opções na tua vida, e colocas em 1ª lugar aquela que para ti é a mais importante, relativizando outro aspecto que embora seja importante, acaba por ter uma importância "relativa", acaba por ser tornar secundário.



                        Por exemplo, eu nunca tive problemas em estabelecer a amamentação, não sei o que se são mamilos gretados, más pegas, etc. Sei a importância de não impor horários ao bebé para que a amamentação se estabeleça em harmonia.

                        No entanto, passei por momentos dificeis após a introdução do sólidos. A S. - que até aí tinha mamado perfeitamente e em exclusivo- começou a recusar a mama quando entrou na creche aos 5 meses, e simultaneamente iniciou os sólidos e começou a beber leite do biberão com maior regularidade. Como mal mamava, tentei estimular com a bomba, troquei de bomba, comprei uma eléctrica, acordava expressamente a noite para tirar leite, mas devo ter alguma aversão psicológica à maquineta porque não conseguia. Comecei a desasperar, até que optei por desistir e assim a S., que até aos 5 meses tinha bebido LM em exclusivo, passado mês e meio já não bebia LM nenhum.



                        Como me ficou um "dissabor", esforcei-me para ser melhor sucedida na próxima viagem. Assim foi, a Inês não conheçou biberões, aos 4 meses e meio de licença de maternidade juntei 1 mês de férias e ainda 1 de licença sem vencimento para que ela pudesse ser amamentada em exclusivo até aos 6 meses. Fui introduzindo os sólidos bem devagarinho, oferecendo sempre 1ª a mamoca, mesmo assim começou a desinteressar-se pela mama); quando entrou na creche aos 7 meses e meio "o caldo entornou por completo". Sempre que chegava a casa oferecia a mama e a I. recusava, ainda ia mamando durante a noite mas como a produção ia declinando, cada vez o seu desinteresse era maior e só queria biberão. A bomba voltou a falhar, exprimentei a extracção manual mas também não surgiu efeito.



                        Se tivesse me esforçado mais poderia ter melhores resultados, mas relativizei em função de outros "valores". Nunca exprimentei ficar 1 ou mais dias com a I. na cama com as mamas de fora para ver se ela voltava a pegar (desconhecia este método da 1ª vez), tinha outra filha a quem dar atenção, e que para mim era mais importante que o LM. Não acordei n vezes para tentar estimular, pois já me chegava acordar 3 a 4 x/noite - as vezes que a I. costumava acordar - e eu precisava de capacidade física emocional para lidar com o dia seguinte no trabalho e para ter disponibilidade para as minhas 2 filhas.

                        Sendo assim, passei a relativizar a importância do LM, pois havia outras coisas que passaram a ter mais importância.



                        Não vejo, nesta prespectiva, onde possa estar a atacar as mães que - apesar de todas as contrariedades - conseguiram fazer da amamentação prolongada um sucesso.



                        Concordo que há mães que não conseguiram estabelecer a amamentação, estão revoltadas, frustradas - embora não o admitam - e sintam qualquer conselho e opinião como um ataque. Acredito que há mães que não foram sucedidas porque não souberam ou não quiseram esforçar-se, mas tomaram a opção que na altura foi ou pareceu ser mais indicada.

                        Nada as impede de na próxima vez tentarem ir mais longe (se eu voltasse a engravidar iria tentar), mas considerar que sofrem de alguma falta grave de personalidade, parece-me, no mínimo, redutor.

                        Comentar


                        • #42
                          RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

                          JOana.. (15-09-2009)
                          ninha77 (15-09-2009)JOana















                          Eu ando a ler este tópico de amamentação há 3 anos e acredita que não é de todo verdade o que estás a dizer



















                          A verdade é que há uma grande falta de bom senso e de respeito em muitas respostas que são dadas e em variados temas. Basta leres calmamente e com tempo os posts anteriores para veres testemunhose conselhos perfeitamente disparatados sobre LA em posts sobre LM







                          ah e entao e vice versa n há? n há maniazinhas de superioridade? olha le la bem q no é o que para ai falta... ( e para nao retirarem daqui aquilo q vos convem.. não estou a falar na alegria da partilha que amamentou o tempo que for, alias acho mto bem eu faria o mesmo! refiro me unica e exclusivamente a pessoas que criticam quem dá LA e se acham superiores por amamentarem..nao sao muitas, mas sao ainda algumas...







                          Isto era ainda mais flagrante antes de terem separado o tema em dois há uns meses atrás e foi aliás um dos motivos pelos quais deixei de ter paciência para vir aqui



















                          A verdade é apesar de hoje em dia haver mais informação existem ainda muitos falsos mitos sobre a amamentação, e que a minha geração foi particularmente "abandonada" no que toca à amamentação. Quando a minha irmã nasceu a licença de maternidade era de 1 mês, não havia licenças de amamentação para ninguém e a maior parte das mães jovens tinham os pais a centenas de Kms. Foi a altura que se começou a desvalorizar a importância da amamentação e se deu o boom dos suplementos







                          Quando nasceu a minha filha a minha mãe não sabia absolutamente nada sobre amamentação, não tive apoio nenhum e haviam tantas ideias pre concebidas e erradas sobre esse assunto que se não fosse a minha teimosia e a SOS amamentação nunca teria tido os resultados que tive















                          E vir aqui dizer isso não significa que não respeite as mães que não dão de mamar (seja porque não conseguem ou não querem), ou que me considere superior. Longe de mim pensar nisso







                          Quando as pessoas vêem cá dar testemunhos vêem para ajudar, para tentar mostrar que na próxima pode ser diferente se houverem as devidas ajudas, e não para condenar quem quer que seja















                          E mais importante que tudo é meter-se na cabeça que ser-se mãe é muito mais do que a forma como alimentamos os nossos filhos. Há mães extraordinárias que nunca deram de mamar (eu tenho uma) e mães que nem são digas desse nome e que deram







                          Bjks






                          ves? se calhar ate estamos em 'sintonia' mas a falar linguas diferentes..











                          É que isto ja esta a levar um rumo desnecessario, e o que vai acontecer é que vai ser mais um topico que mais cedo ou mais tarde vai ficar para tras...



                          nao fui eu que o criei... eu apenas dei a minha opiniao.... o topico deveria ser apenas para maes que nao amamentaram por alguma razao.. desbafar, dar testemunhos, nem que nao seja para futuras maes irem mais preparadas nao fazerem como metade de nos, idealizarem uma coisa e sairem se com outra..



                          ou acreditam mesmo que so amamenta quem quer e quem te força de vontade e nao desiste?? dizerem me isto é estarem a gozar com a minha cara, e com os 2 meses que sofri...







                          mas enfim, se este topico vai ser mais um, atao mto obrigado, mas eu afasto me que nao vale mesmo a pena...


                          às vezes é a agressividade com que respondes que te faz perder a razão



                          Claro que estamos em sintonia, existe alguma pessoa que no seu bom senso possa achar que ser-se uma boa mãe passa apenas por dar de mamar? Ou que a maior parte das mães não tentaram e não começaram o LA a pensar nos filhos?



                          Até hoje só conheci uma que não deu porque queria dormir a noite toda e mesmo essa (mesmo não compreendendo) não acho menos mãe por isso



                          Acho é que é um forum aberto e as pessoas têm direito a responder e a dar conselhos, da mesma maneira como acabaste de fazer uma pergunta na parte do LM, existem pessoas que nunca deram suplemento e que querem dar conselhos e opiniões neste


                          Comentar


                          • #43
                            RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

                            Esta questão do LA parece sempre dar ao mesmo.



                            Muitas mães que dão LA (não todas e eu não fui uma delas) tentam a todo o custo provar não sei o quê sobre o LA. E sim concordo com a Babymine, parece que estão sempre à espera que lha passem a mão pelo pelo e que lhes digam: coitadinhas.....



                            Eu tenho tanto direito a escrever neste tópico como qualquer outra mãe mal sucedida. Porquê? porque fui mal sucedida com a minha 1ª filha, logo tenho direito a contar aqui que o meu insucesso se deveu a falta de informação, falta de apoio familiar e profissional mas que sinto obviamente que a maior culpa é sem dúvida minha.



                            Agora, quem opta por LA, por esta ou aquela razão, opta e pronto, não tem que andar a justificar-se e a dizer o que correu mal, a não ser que queira explicar para outras mulheres saberem combater o problema com essa nova informação.

                            É o caso da Caalex, foi trabalhar, não deu, o bebé desinteressou-se provavelmente porque era alimentado a biberão na creche. Não há nada a fazer.



                            Mas é bom que saibamos que apenas 20 % das mães portuguesas dão LM após os 6 meses, mas dos 80 % a grande maioria desiste nos 2 primeiros meses. Não me venham dizer que é a dificuldade do trabalho, porque que eu saiba a maioria fica em casa 4 meses. Portanto há aqui uma desistência que nada tem haver com a falta de disponibilidade da mãe, a não ser que tenha meia dúzia de filhos para tratar.....


                            Comentar


                            • #44
                              RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

                              Dulsa (15-09-2009)Esta questão do LA parece sempre dar ao mesmo.







                              Muitas mães que dão LA (não todas e eu não fui uma delas) tentam a todo o custo provar não sei o quê sobre o LA. E sim concordo com a Babymine, parece que estão sempre à espera que lha passem a mão pelo pelo e que lhes digam: coitadinhas....





                              Eu tenho tanto direito a escrever neste tópico como qualquer outra mãe mal sucedida. Porquê? porque fui mal sucedida com a minha 1ª filha, logo tenho direito a contar aqui que o meu insucesso se deveu a falta de informação, falta de apoio familiar e profissional mas que sinto obviamente que a maior culpa é sem dúvida minha.







                              Agora, quem opta por LA, por esta ou aquela razão, opta e pronto, não tem que andar a justificar-se e a dizer o que correu mal, a não ser que queira explicar para outras mulheres saberem combater o problema com essa nova informação.



                              É o caso da Caalex, foi trabalhar, não deu, o bebé desinteressou-se provavelmente porque era alimentado a biberão na creche. Não há nada a fazer.





                              Mas é bom que saibamos que apenas 20 % das mães portuguesas dão LM após os 6 meses, mas dos 80 % a grande maioria desiste nos 2 primeiros meses. Não me venham dizer que é a dificuldade do trabalho, porque que eu saiba a maioria fica em casa 4 meses. Portanto há aqui uma desistência que nada tem haver com a falta de disponibilidade da mãe, a não ser que tenha meia dúzia de filhos para tratar.....






                              É desta gentinha que falo...


                              [hr]





                              O Principe Nasceu: 4 de Dezembro 2008 (39s) - 3,550kg e 49,1cm



                              Afilhada :star: sign_mum - O Rodrigo nasceu 02/02/2009

                              Comentar


                              • #45
                                RE: Não poder dár de mamar não é um drama!!!!

                                Dulsa (15-09-2009)

                                Agora, quem opta por LA, por esta ou aquela razão, opta e pronto, não tem que andar a justificar-se e a dizer o que correu mal, a não ser que queira explicar para outras mulheres saberem combater o problema com essa nova informação.



                                É o caso da Caalex, foi trabalhar, não deu, o bebé desinteressou-se provavelmente porque era alimentado a biberão na creche. Não há nada a fazer.




                                Isso do biberão aconteceu com a S. , mas foi sobretudo devido a introdução dos sólidos (o que elas adoraram!), com I. alterei o esquema para ela não beber leite na creche, o resultado foi o mesmo.

                                Na verdade, foi apenas neste ponto que encontrei dificuldades. Acredito que haja que as consiga ultrapassar. Não me posso comparar com mais que desistiram nos 1ºs dias ou meses de vida, pois nessa altura a amamentação era facilissima. Não sei o que teria acontecido se o bebé não soubesse fazer a pega, se tivesse de ter sido alimentado por biberão na neonatologia, se, se.... Sei que procuraria informação e apoio, mas para além disso não posso garantir mais nada.

                                Comentar

                                slot_bottomleaderboard_post

                                Collapse
                                Working...
                                X