Comunicação

Collapse
No announcement yet.

Diabetes

Collapse
X
Collapse

  • Diabetes

    sangue

    Se ter uma alimentação equilibrada é fundamental durante a gestação, ainda o é mais quando a grávida sofre de diabetes. Apesar de ser uma doença “maçadora”, pode correr tudo bem durante a gravidez se a grávida tiver alguns cuidados.

    O que é a diabetes

    A diabetes desenvolve-se quando o pâncreas não é capaz de produzir insulina, ou quando a acção desta sobre a glicose, principal fonte de energia do organismo, é insuficiente.

    Se a glicose não for utilizada, acumula-se no sangue e é, depois, expelida pela urina.

    A falta ou insuficiência de acção da insulina conduz, assim, ao sub-aproveitamento dos hidratos de carbono, proteínas e gorduras, que são a principal base da alimentação e de fornecimento de energia do organismo. Esta situação é particularmente grave durante a gravidez, pois a saúde do feto depende da saúde da mãe.

    Click image for larger version

Name:	image_873.jpg
Views:	8
Size:	58.3 KB
ID:	3557435

    Que cuidados deve ter a grávida diabética

    A grávida diabética deve então ter cuidados especiais, de modo a que o desenvolvimento do bebé não seja prejudicado. Além do procedimento normal, deve ter um controle da quantidade de nutrientes que ingere diariamente, tendo em conta as necessidades do feto.

    É aconselhável que, mesmo antes de engravidar, a mulher diabética consulte o médico, que lhe dará indicações sobre a melhor forma de proceder.

    alimentação

    Diabetes Gestacional. Como proceder


    A diabetes gestacional surge apenas quando a mulher engravida e desaparece, normalmente, depois do parto.

    Se não for detectada através de análises e a hiperglicémia corrigida com uma dieta rigorosa, pode pôr em risco tanto a saúde da mãe como a do feto. É comum que os bebés nasçam com mais de 4 quilos, e que seja necessário recorrer a cesariana. Nos casos mais graves, conduz ao aborto espontâneo.

    Uma alimentação correcta pode reduzir quase totalmente os riscos da diabetes gestacional.

    A melhor opção é consultar um médico, que lhe prescreverá uma dieta especialmente indicada às suas necessidades. O médico determinará a quantidade de calorias de que a grávida necessita, baseando-se no seu peso, altura e actividade física. Além disso, e muito importante, terá em conta as necessidades que o feto tem para crescer saudável. Em média, a grávida precisa entre 1800 e 2000 calorias por dia.

    O médico deve também determinar a quantidade necessária de hidratos de carbono, proteínas e gordura, e ensinar a grávida a contabilizar e distribuir pelas várias refeições estes nutrientes.

    Controle o nível de açúcar no sangue

    Se tiver alguns cuidados, não só com o que come, mas também com a forma como come, poderá estabilizar, com mais facilidade, a quantidade de açúcar no sangue. Aqui ficam alguns conselhos:
    • Faça uma alimentação diversificada, procurando distribuir a quantidade de calorias e hidratos de carbono necessários pelas refeições ao longo do dia.
    • Não salte refeições, e tente estabelecer uma rotina. Se comer sempre o mesmo número de refeições por dia, à mesma hora, e mais ou menos a mesma quantidade, o nível de açúcar no sangue tende a estabilizar de dia para dia.
    • Tome um bom pequeno-almoço. Durante a gravidez o nível de açúcar no sangue costuma ser baixo nas primeiras horas do dia.
    • Coma alimentos ricos em fibras, como frutas, legumes, cereais, feijões e ervilhas secas, uma vez que os hidratos de carbono são absorvidos com menos rapidez. Deste modo, evita que o nível de açúcar no sangue suba muito depois das refeições.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X