Comunicação

Collapse
No announcement yet.

Pais pela primeira vez: a gravidez

Collapse
X
Collapse

  • Pais pela primeira vez: a gravidez

    Click image for larger version  Name:	couple-family-hug-21823.jpg Views:	0 Size:	54.5 KB ID:	3557274

    Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas dúvidas e acima de tudo precisará de muita compreensão e amor.


    O corpo da mãe é o corpo do bebé

    A mãe e o bebé estão intimamente ligados pela placenta. Se por um lado o feto absorve todos os nutrientes e cresce através da placenta, por outro lado esta torna-se também o meio priviligiado para a transmissão de infecções, pelo que a mãe deverá fazer o seu melhor para evitar situações que possam causar complicações durante a gravidez.

    Assim, é conveniente que não descuide aspectos essenciais da sua vida diária, tais como a alimentação por forma a evitar a anemia, o exercício físico, de preferência ao ar livre (e puro) para que possa fornecer oxigénio suficiente ao feto, o descanso, entre outros. É também recomendável que evite expôr-se desnecessariamente a pessoas com doenças infecciosas, uma vez que o seu aparelho imunitário se encontra mais enfraquecido porque estará a partilhá-lo com o seu bebé.


    Como enfrentar os enjoos matinais

    Algumas mulheres, mais do que outras, sofrem muito com os enjôos durante a gravidez. Apesar de ser mais conhecido como enjôo matinal, este tipo de desconforto pode ocorrer a qualquer hora do dia, daí que a melhor atitude a tomar seja recorrer a métodos para aliviar estes sintomas, nomeadamente a uma alimentação saudável e à adopção de uma postura optimista em relação aos mesmos, uma vez que o estado mental da grávida pode exercer uma grande influência no seu grau de desconforto.


    Compreender as circunstâncias em que a grávida se encontra

    Por muito optimista que seja, a futura mãe torna-se ansiosa. As dúvidas sobre a forma como decorrerá o parto ou se o bebé irá ser normal e saudável, começam a avolumar-se à medida que aquela data se vai aproximando. Para além desta ansiedade psicológica, há também mudanças fisiológicas importantes a ocorrer no corpo da mulher grávida que, por vezes, não está preparada para as aceitar ou compreender. Todas estas circunstâncias assustam a grávida, deixando-a mais insegura e carente necessitando, por isso, de doses reforçadas de carinho e compreensão por parte de quem a rodeia.

    Click image for larger version  Name:	baby-belly-1533541_1280.jpg Views:	3 Size:	51.9 KB ID:	3557275

    Tratar a futura mamã com amor para que esta retribua com amor

    De acordo com um livro escrito por Caplan, a mulher grávida que não é amada durante a sua gravidez, adopta uma postura passiva no que respeita a ajudar os outros, depois do parto. Isto significa que, muito provavelmente, ela também se tornará passiva quanto a amamentar o seu bebé, circunstância que pode acabar por afectar a sua capacidade de oferecer amor incondicional ao recém-nascido. Não se deve esquecer que o apoio emocional por parte do pai influencia muitíssimo a gravidez, o próprio nascimento e os cuidados a ter com o bebé, daí que um dos aspectos fundamentais a ter em consideração quando os casais estão à espera ou a criar os filhos será a necessidade de compreenderem a posição um do outro e ajudarem-se mutuamente.
      Os comentários estão desactivados.

    Artigos Recentes

    Collapse

    • A roupa pré-mamã
      por pbadmin
      A roupa pré-mamã é desenhada para mulheres grávidas, razão pela qual, mesmo que escolha dois ou três números acima do seu tamanho normal a roupa habitual não lhe assentará bem, uma vez que não foi desenhada tendo em conta as alterações por que o corpo...
      06-03-2019, 13:26
    • A cesariana
      por pbadmin


      Hoje em dia é cada vez maior o número de bebés que nascem por cesariana. O bebé sai pelo abdómen, através de uma incisão na parede abdominal (laparotomia) e na parede do útero (histerotomia).


      Quando é que é necessário...
      06-03-2019, 13:20
    • Contradições da gravidez: euforia e desespero
      por pbadmin
      A gravidez representa uma fase de grandes alterações quer físicas quer emocionais, na vida de todas as mulheres que passam por esta experiência. Esta fase que dura, em média, 38 a 40 semanas implica viver intensamente sentimentos contraditórios de alegria...
      06-03-2019, 13:11
    • Pais pela primeira vez: a gravidez
      por pbadmin


      Ao engravidar pela primeira vez a futura mãe vive com grande intensidade as alterações que, a partir desse momento, toda a sua vida sofrerá. Terá curiosidade sobre o desenvolvimento da gravidez, sofrerá com os enjoos matinais, terá muitas...
      06-03-2019, 13:03
    • Falso trabalho de parto
      por pbadmin
      O útero da mulher contrai-se durante a gravidez, principalmente nas últimas semanas. Este tipo de contracções podem ser facilmente confundidas com as contracções do parto que, na verdade, ainda não chegaram.

      O que é o falso trabalho de parto?...
      06-03-2019, 12:30
    • Perdas de sangue durante a gravidez
      por pbadmin


      Por mais pequeno que seja, qualquer corrimento de sangue durante a gravidez pode ser assustador, sobretudo se for a primeira gravidez. Para isto podem contribuir inumeros factores mas, em alguns casos, o corrimento sanguíneo não afecta...
      06-03-2019, 12:25
    Working...
    X